Text page

BS EN 17353: a vestimenta de proteção com visibilidade aprimorada para situações de médio risco

Essa norma europeia, editada em 2020 pelo BSI, especifica os requisitos para equipamentos de visibilidade aprimorada na forma de roupas ou dispositivos que são capazes de sinalizar visualmente a presença do usuário. O equipamento de visibilidade aprimorada se destina a fornecer conspicuidade do usuário em situações de risco médio sob quaisquer condições de luz do dia e/ou sob iluminação por faróis de veículos ou holofotes no escuro.

14/10/2020 - Equipe Target

As vestimentas com visibilidade aprimorada

A BS EN 17353:2020 - Protective clothing - Enhanced visibility equipment for medium risk situations - Test methods and requirements especifica os requisitos para equipamentos de visibilidade aprimorada na forma de roupas ou dispositivos que são capazes de sinalizar visualmente a presença do usuário. O equipamento de visibilidade aprimorada se destina a fornecer conspicuidade do usuário em situações de risco médio sob quaisquer condições de luz do dia e/ou sob iluminação por faróis de veículos ou holofotes no escuro.

Os requisitos de desempenho estão incluídos para cor e retrorreflexão, bem como para as áreas mínimas e para a colocação dos materiais no equipamento de proteção. Este documento não é aplicável a: equipamentos de alta visibilidade em situações de alto risco, abrangidos pela EN ISO 20471 (para mais informações sobre situações de risco, ver Anexo A); equipamento de visibilidade destinado especificamente para a cabeça, mãos e pés, por exemplo, capacetes, luvas e sapatos; equipamento que integra a iluminação ativa, por exemplo, LEDs; e vestimentas para visibilidade em situações de baixo risco.

Conteúdo da norma

Prefácio europeu................. ... 4

1 Escopo................ ................ 5

2 Referências normativas....................... 5

3 Termos e definições.............................. 6

4 Tipos e requisitos mínimos de área................9

4.1 Tipos............................... ................ 9

4.2 Requisitos mínimos de área. ................... 10

5 Requisitos de projeto................................ 10

5.1 Designação de tamanho........................ 10

5.2 Tipo A.............................. ............ 10

5.2.1 Geral......................... ........... 10

5.2.2 Visibilidade de todos os lados (visibilidade de 360°) ...11

5.3 Tipo B................................ ............ 11

5.3.1 Geral............................. ........... 11

5.3.2 Tipo B1 - Dispositivos de suspensão livre.................... 11

5.3.3 Tipo B2 - Equipamentos para membros................ 11

5.3.4 Tipo B3 - Equipamentos para o tronco ou torso e membros............... 12

5.4 Tipo C....... ............ 13

6 Requisitos do material.............................. 13

6.1 Requisitos para material não fluorescente, material fluorescente e material combinado para melhor desempenho........................ 13

6.1.1 Requisitos de desempenho de um novo material .......... 13

6.1.2 Cor após ensaio de xenônio................................. 14

6.1.3 Solidez da cor do material fluorescente e de todas as camadas de material não fluorescente após ensaio............... 14

6.2 Mudança dimensional de material fluorescente e material não fluorescente....................... 15

6.3 Requisitos de desempenho fotométrico e físico para o desempenho separado de materiais de desempenho combinados........................ 15

6.3.1 Requisitos de desempenho retrorrefletivo do novo material....................... 15

6.3.2 Tipo B1 - Dispositivos de suspensão livre.............. 16

6.3.3 Tipo B2, B3 e C - materiais ou dispositivos removíveis ou aplicados permanentemente ................... 16

6.4 Requisitos de desempenho retrorrefletivo após a exposição em ensaio.................... ..... 17

6.4.1 Geral.......... ........... 17

6.4.2 Material de desempenho separado.......... ................ 18

6.4.3 Material de desempenho combinado..................18

6.4.4 Materiais sensíveis à orientação.......... ................ 18

7 Métodos de ensaio........................................... 18

7.1 Amostragem e condicionamento................. 18

7.2 Determinação da cor............................... 18

7.3 Método de determinação do desempenho fotométrico retrorrefletivo................................ 19

7.3.1 Geral...................... ........... 19

7.3.2 Dispositivos Tipo B1........................ 19

7.3.3 Dispositivos ou vestuários Tipo B2 e B3 e Tipo C................ 19

7.4 Ensaio de exposição de material retrorrefletivo.................... 19

7.4.1 Abrasão.................................. ......... 19

7.4.2 Flexão ............................ ............. 20

7.4.3 Dobragem em temperaturas frias................. 20

7.4.4 Exposição à variação de temperatura............... 20

7.4.5 Precipitação.......................... ........... 20

7.4.6 Ensaio de queda livre.................. .... 20

7.4.7 Influência da água (imersão em água) ................ 20

7.5 Envelhecimento.................... ........... 21

7.5.1 Geral ..................... ........... 21

7.5.2 Lavagem........................ .......... 21

7.5.3 Limpeza a seco........................ ... 21

8 Marcação............................ ........ 21

9 Informações fornecidas pelo fabricante............. 22

Anexo A (informativo) Exemplos de peças de vestuário ou dispositivos de acordo com tipos e classes...... 23

Anexo B (informativo) Informações sobre situações de risco.................... 25

Anexo C (informativo) Exemplos de como provar a visibilidade de todos os lados...................... ...... 26

Anexo D (informativo) Projetos possíveis para a colocação de material fluorescente ........................ 27

Anexo E (informativo) Exemplos de vestuário B2 e B3................................ 28

Anexo ZA (informativo) Relação entre esta norma europeia e os requisitos essenciais do Regulamento 2016/425 destinados a serem cobertos.................. 30

Bibliografia............... ............ 31

O equipamento de visibilidade aprimorada é agrupado em três tipos com base nas condições de uso previsíveis:

- Equipamento tipo A - usado pelos usuários onde apenas as condições de luz do dia de risco de não ser visto existem apenas nas condições de luz do dia. Este equipamento usa apenas o material fluorescente aprimorado coo componente de visibilidade.

- Equipamento tipo B - usado por usuários onde o risco de não ser visto existe apenas em ambientes escuros. Este equipamento usa apenas o material retrorrefletivo como componente de visibilidade aprimorada.

- Equipamento tipo C - usado por usuários onde existe risco de não serem vistos durante o dia, crepúsculo e escuro. Este equipamento usa os materiais fluorescentes e retrorrefletivos e/ou de desempenho combinado como componentes de visibilidade aprimorada.

O tipo B é subdividido, conforme abaixo, dependendo da área total vestida ou da colocação do dispositivo no torso do usuário:

- O tipo B1 inclui apenas dispositivos retrorrefletivos de suspensão livre e esses dispositivos são projetados para reconhecimento de movimento.

- O tipo B2 inclui dispositivos retrorrefletivos ou material retrorrefletivo temporária ou permanentemente colocado apenas nos membros. Esses produtos são projetados para reconhecimento de movimento. No mínimo, o material retrorrefletivo deve ser posicionado nos membros como um dispositivo removível separado ou deve ser incorporado ao desenho da roupa de forma permanente como um elemento retrorrefletivo.

- O tipo B3 inclui material retrorrefletivo colocado no corpo ou corpo e membros. Esses produtos são projetados para reconhecimento de formas. Os itens do tipo B3 não devem ser uma combinação de material refletivo permanentemente fixado e dispositivos refletivos removíveis.

Clique na imagem acima para uma melhor visualização

 

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Apicultura - Materiais - Vestimentas apícolas
NBR16573 de 12/2016

Apicultura - Materiais - Vestimentas apícolas

Trabalho em tensão - Vestimenta de proteção contra riscos térmicos de um arco elétrico - Parte 1-2: Métodos de ensaio - Método 2: Determinação de classe de proteção ao arco elétrico de material e vestuário utilizando um arco elétrico direcionado e restringido (box test)
NBRIEC61482-1-2 de 06/2017

Trabalho em tensão - Vestimenta de proteção contra riscos térmicos de um arco elétrico - Parte 1-2: Métodos de ensaio - Método 2: Determinação de classe de proteção ao arco elétrico de material e vestuário utilizando um arco elétrico direcionado e restringido (box test)

Vestimentas de proteção - Requisitos gerais
NBRISO13688 de 04/2017

Vestimentas de proteção - Requisitos gerais

Dispositivos de proteção contra radiação X para fins de diagnóstico médico - Parte 1: Determinação das propriedades de atenuação de materiais
NBRIEC61331-1 de 11/2018

Dispositivos de proteção contra radiação X para fins de diagnóstico médico - Parte 1: Determinação das propriedades de atenuação de materiais

Vestimenta de proteção contra calor e chama — Método de ensaio para vestimentas completas — Previsão da queimadura utilizando um manequim instrumentado
NBRISO13506 de 06/2016

Vestimenta de proteção contra calor e chama — Método de ensaio para vestimentas completas — Previsão da queimadura utilizando um manequim instrumentado

Dispositivos de proteção contra radiação X para diagnóstico médico - Parte 3: Vestimentas de proteção, óculos de proteção e blindagens de proteção para pacientes
NBRIEC61331-3 de 05/2020

Dispositivos de proteção contra radiação X para diagnóstico médico - Parte 3: Vestimentas de proteção, óculos de proteção e blindagens de proteção para pacientes

Vestimentas de proteção — Proteção contra calor e chamas — Método de ensaio para a propagação limitada de chama
NBRISO15025 de 10/2021

Vestimentas de proteção — Proteção contra calor e chamas — Método de ensaio para a propagação limitada de chama

Artigos confeccionados — Vestimenta de segurança de alta visibilidade
NBR15292 de 05/2013

Artigos confeccionados — Vestimenta de segurança de alta visibilidade

Trabalhos sob tensão — Vestimenta de proteção contra os riscos térmicos de um arco elétrico - Parte 2: Requisitos
NBRIEC61482-2 de 06/2016

Trabalhos sob tensão — Vestimenta de proteção contra os riscos térmicos de um arco elétrico - Parte 2: Requisitos

Produtos têxteis para saúde - Aventais e campos cirúrgicos - Requisitos e métodos de ensaio
NBR16064 de 07/2022

Produtos têxteis para saúde - Aventais e campos cirúrgicos - Requisitos e métodos de ensaio

Trabalhos em linha viva — Vestimenta condutiva para uso em tensão nominal até 800 kV c.a. e ± 600 kV d.c. (IEC 60895:2002, MOD)
NBR16135 de 12/2012

Trabalhos em linha viva — Vestimenta condutiva para uso em tensão nominal até 800 kV c.a. e ± 600 kV d.c. (IEC 60895:2002, MOD)

Trabalhos em tensão — Vestimenta de proteção contra riscos térmicos de um arco elétrico - Parte 1-1: Métodos de ensaio — Método 1: Determinação da resistência ao arco elétrico (ATPV ou EBT50) de materiais resistentes à chama para vestimenta
NBRIEC61482-1-1 de 08/2017

Trabalhos em tensão — Vestimenta de proteção contra riscos térmicos de um arco elétrico - Parte 1-1: Métodos de ensaio — Método 1: Determinação da resistência ao arco elétrico (ATPV ou EBT50) de materiais resistentes à chama para vestimenta

Vestimentas de proteção - Vestimentas para proteção contra calor e chama - Requisitos mínimos de desempenho
NBRISO11612 de 04/2017

Vestimentas de proteção - Vestimentas para proteção contra calor e chama - Requisitos mínimos de desempenho

Dispositivos de proteção contra radiação X para fins de diagnóstico médico - Parte 2: Placas de proteção translúcidas
NBRIEC61331-2 de 05/2018

Dispositivos de proteção contra radiação X para fins de diagnóstico médico - Parte 2: Placas de proteção translúcidas