Text page

NBR 10147 (NB1073) de 07/2016: as inspeções e ensaios em escadas rolantes e esteiras rolantes

Como devem ser feitos os preparativos para inspeção? Quais devem ser as precauções gerais de segurança? Como deve ser feita a inspeção da proteção contra incêndio? Como deve ser feita a inspeção dos dispositivos de operação e de segurança? Essas questões estão sendo respondidas no texto sobre a inspeção em escadas rolantes e esteiras rolantes.

10/08/2016 - Equipe Target

Escadas rolantes e esteiras rolantes

A NBR 10147 (NB1073) de 07/2016 - Escadas rolantes e esteiras rolantes - Inspeções e ensaios de aceitação, periódicos e de rotina estabelece a inspeção de aceitação, as inspeções periódicas e as inspeções de rotina, bem como os ensaios aplicáveis a cada caso de escadas rolantes e esteiras rolantes abrangidos pela NBR NM 195, de forma a garantir o funcionamento previsto do equipamento, sem prejuízo do atendimento de disposições constantes em normas e regulamentos específicos e na legislação em vigor. A abrangência desta norma contempla todas as escadas rolantes e esteiras rolantes instaladas, porém, para efeito de redação, utilizou-se como referência a NBR NM 195.

Acesse algumas perguntas relacionadas com essa norma GRATUITAMENTE no Target Genius Respostas Diretas:

Como devem ser feitos os preparativos para inspeção?

Quais devem ser as precauções gerais de segurança?

Como deve ser feita a inspeção da proteção contra incêndio?

Como deve ser feita a inspeção dos dispositivos de operação e de segurança?

Os inspetores devem estar atentos ao fato de que existem muitos riscos de acidentes na inspeção de escadas rolantes e de esteiras rolantes. Os inspetores devem estar convenientemente vestidos antes de iniciar a inspeção. O uso de roupas folgadas deve ser evitado. Gravatas e adornos semelhantes são proibidos. Botões, particularmente aqueles dos punhos, devem estar abotoados.

As atribuições dos inspetores são as seguintes: ao fazer inspeções de aceitação de instalações novas ou modificadas ou inspeções iniciais de uma instalação existente, determinar se todas as partes da instalação atendem aos requisitos da norma aplicável e se os dispositivos de segurança requeridos funcionam do modo como são requeridos; ao fazer inspeções de rotina, ou inspeções e ensaios periódicos de instalações existentes, ou de instalações novas ou modificadas depois que elas tiverem sido aprovadas para operação pela autoridade competente, assegurar que o equipamento esteja em condições de operação segura, que não tenha sido modificado senão para conformar-se com a norma aplicável e que seu desempenho esteja de acordo para os ensaios requeridos; relacionar os resultados de sua inspeção em concordância com esta norma.

Não é função ou atribuição de inspetores que executam inspeção de aceitação ou inspeção periódica fazer quaisquer reparos ou ajustes no equipamento. São recomendados os seguintes equipamentos e documentos: lanterna com carcaça de material não condutor de eletricidade; conjunto de calibradores de várias espessuras; giz; exemplar desta norma;exemplar da NBR NM 195 e outra norma que tenha servido de base para a fabricação do equipamento.

Em complemento aos equipamentos e documentos especificados para inspeções e ensaios de rotina, são recomendados também os seguintes: trena de 15 m não condutora de eletricidade; tacômetro para medir velocidade; multímetro para testar continuidade de terra e verificação de voltagens; nível de bolha; pesos de ensaio apropriados; luxímetro; e capacete de segurança. Os dados técnicos das escadas rolantes ou esteiras rolantes devem ser registrados logo que estas sejam colocadas em operação.

Os registros devem ser mantidos atualizados junto ao Poder Público e compreendem: dados técnicos indicando a data em que a escada rolante ou esteira rolante foi colocada em operação e que tipo de alteração ou modificação sofreu; dados funcionais onde constem relatórios das inspeções e ensaios de aceitação e periódicos com observações, assim como relatórios dos acidentes ocorridos. A inspeção de aceitação deve ser realizada por um inspetor independente do fabricante, fornecedor ou instalador do equipamento, de acordo com esta subseção e com o Anexo A.

A inspeção de aceitação deve ser realizada para aprovação pelo Poder Público das instalações novas ou reformadas, quando estas envolverem mudanças de qualquer característica do equipamento, Para a inspeção de aceitação são necessários os seguintes documentos: análise dos esforços estáticos da estrutura de suporte ou certificado equivalente expedido por um profissional habilitado; cálculos comprovando suficiente resistência contra danos das partes imediatamente relacionadas com degraus ou paletas, como, por exemplo, corrente dos degraus ou paletas e trilhos; certificado de ensaios para os degraus ou paletas, conforme previsto na NBR NM 195:1999, 8.2.2; comprovação de tensão de ruptura do corrimão, para escadas rolantes e esteiras rolantes de serviço público que não tiverem o dispositivo para parar a escada rolante ou esteira rolante em caso de ruptura do corrimão; desenhos da instalação, memorial descritivo do equipamento e diagramas elétricos (com legendas ou explicações e tabela dos terminais de conexão), que permitam verificar o cumprimento dos requisitos de segurança especificados na NBR NM 195.

A inspeção de aceitação deve ater-se aos documentos citados em 5.1.1.1 e ainda às características construtivas e de instalação do equipamento, conforme os requisitos da NBR NM 195, e deve compreender; inspeção visual geral; ensaio funcional e de velocidade; ensaio dos dispositivos de segurança com atenção à sua operação efetiva; ensaio de freios da escada rolante ou esteira rolante; medição da resistência do isolamento dos diferentes circuitos não aterrados; ensaio da continuidade elétrica da conexão entre os terminais-terra, no painel de controle e comando, e as diferentes partes da escada rolante ou esteira rolante suspeitas de estarem acidentalmente energizadas.

Esta inspeção de aceitação só pode ser realizada após a montagem das peças, assim como tudo o que lhes é pertinente, totalmente concluídas e instaladas no local definitivo da operação. A inspeção de aceitação deve ser acompanhada por pessoa representante do instalador, habilitada para execução das manobras e operações envolvidas.

Para inclinação, largura e distância entre corrimãos, proceder da seguinte maneira: verificar o ângulo de inclinação, conforme a NBR NM 195:1999, 10.1.1; verificar a largura do piso do degrau ou da paleta perpendicularmente à direção do percurso. A largura do piso do degrau ou da paleta não pode ser menor que 580 mm, nem maior que 1 100 mm; verificar a largura da escada rolante ou esteira rolante entre os eixos dos corrimãos. A distância entre os eixos dos corrimãos não pode exceder a distância entre rodapés em mais de 450 mm.

Para a balaustrada, proceder da seguinte maneira: verificar como descrito em 5.2.1, e entre os painéis interiores da balaustrada, folgas até 4 mm são consideradas aceitáveis;existindo painel de vidro na balaustrada, verificar se este corresponde ao prescrito na NBR NM 195:1999, 5.1.5.4; verificar se as partes da balaustrada que estão direcionadas para os degraus, paletas ou correia atendem ao prescrito na NBR NM 195:1999, 5.1.5.7; verificar se todas as fixações usadas para manter os painéis ou molduras no lugar têm cabeças rebaixadas ou ovais isentas de rebarbas.

Para obstrução nas interseções de teto, verificar como descrito em 5.2.1 e examinar todas as interseções entre as partes superiores externas das balaustradas e o teto, da seguinte maneira: verificar se foi provida uma obstrução, conforme NBR NM 195:1999, 5.2.4 , na interseção de cada parte superior externa da balaustrada e do teto, ou no ponto de cruzamento de duas escadas rolantes ou esteiras rolantes dispostas em “X”, a não ser que este esteja a mais de 500 mm da linha de centro do corrimão; verificar se a altura da face vertical da obstrução tem pelo menos 300 mm; verificar se a borda de ataque ou exposta da obstrução está na vertical; verificar se a borda está arredondada; verificar se o material usado para a obstrução não possui furos.

Se usado vidro, este deve ser conforme a NBR NM 195:1999, 5.1.5.4. Examinar os painéis de rodapé ao longo dos lados dos degraus móveis, paletas móveis ou correia móvel, e proceder da seguinte maneira: verificar se a superfície é lisa e se atende a 5.1.5.6, e se a disposição dos painéis interiores também atende à NBR NM 195:1999, 5.1.5.4.

Materiais perfurados, estampados em relevo e de textura grossa não podem ser usados. Deve-se verificar se a folga entre degraus, paletas ou correia e rodapé atende à NBR NM 195:1999, 11.2.1. Verificar os corrimãos como descrito em 5.2.2 e examinar as balaustradas, com referência especial aos corrimãos, da seguinte maneira: verificar se cada balaustrada é equipada com um corrimão que se mova no mesmo sentido e velocidade dos degraus, paletas ou correia, conforme a NBR NM 195:1999, 7.1; verificar se o prolongamento do corrimão além do pente atende à NBR NM 195:1999, 7.2; verificar se são providas proteções de mão ou dedos para cada corrimão no ponto onde estes entram e saem da balaustrada, conforme 7.5.3, e se estão em bom estado.

Deve-se também verificar se a distância entre as linhas de centro dos corrimãos atende à NBR NM 195:1999, 7.4. Verificar os degraus como descrito em 5.2.3 e examiná-los. Inspecionar aleatoriamente um degrau da seguinte maneira: verificar se o piso do degrau está na horizontal e se proporciona um apoio seguro para os pés dos passageiros; verificar se a altura e a profundidade do degrau atendem ao prescrito na NBR NM 195:1999,8.1.1 e 8.1.2.

Deve-se verificar se as ranhuras nos pisos dos degraus estão de acordo com NBR NM 195:1999, 8.2.3.2 e 8.2.3.3. Verificar as paletas como descrito em 5.2.3 e examiná-las. Inspecionar aleatoriamente uma paleta da seguinte maneira: verificar se o piso da paleta está na horizontal e se proporciona um apoio seguro para os pés dos passageiros; verificar se as ranhuras nos pisos das paletas estão de acordo com NBR NM 195:1999, 8.2.3.2 e 8.2.3.3.

Verificar se as ranhuras das correias estão de acordo com a ABNT NBR NM 195:1999, 8.2.4.2 e 8.2.4.3. Verificar as placas-pente como descrito em 5.2.5 e proceder da seguinte maneira: verificar se uma placa-pente está instalada em cada patamar da escada rolante ou esteira rolante; verificar se são providos meios para ajuste das placas-pente; verificar se os dentes dos pentes se entrosam nas ranhuras dos degraus, paletas ou correia conforme a NBR NM 195:1999, 8.3.2.1.

FONTE: Equipe Target

Anúncio fixo da norma NBRISO9001 Chegou o novo app Target GEDWeb!
Busque e visualize suas normas ABNT NBR NM
Recursos exclusivos de busca, leitura por voz,
acesso off-line, navegação por setor e muito mais!
Produto/Serviço relacionado à NBRISO9001

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Equipamento de apoio no solo — Escada autopropelida para passageiros
NBR7738 de 09/2017

Equipamento de apoio no solo — Escada autopropelida para passageiros

Manutenção de elevadores, escadas rolantes e esteiras rolantes — Requisitos para instruções de manutenção
NBR16083 de 07/2012

Manutenção de elevadores, escadas rolantes e esteiras rolantes — Requisitos para instruções de manutenção

Elevadores unifamiliares ou de uso restrito à pessoa com mobilidade reduzida - Requisitos de segurança para construção e instalação
NBR12892 de 05/2009

Elevadores unifamiliares ou de uso restrito à pessoa com mobilidade reduzida - Requisitos de segurança para construção e instalação

Escadas rolantes e esteiras rolantes - Requisitos de segurança para construção e instalação
NM195 de 01/1999

Escadas rolantes e esteiras rolantes - Requisitos de segurança para construção e instalação

Elevadores e escadas rolantes - Inspetores de elevadores e escadas rolantes - Qualificação
NBR14364 de 08/1999

Elevadores e escadas rolantes - Inspetores de elevadores e escadas rolantes - Qualificação

Tráfego nos elevadores
NBR5665 de 04/1983

Tráfego nos elevadores

Escadas rolantes e esteiras rolantes — Inspeções e ensaios de aceitação, periódicos e de rotina
NBR10147 de 07/2016

Escadas rolantes e esteiras rolantes — Inspeções e ensaios de aceitação, periódicos e de rotina

Elevadores elétricos - Dispositivos de operação e sinalização - Padronização
NBR10982 de 05/2021

Elevadores elétricos - Dispositivos de operação e sinalização - Padronização