Normas do comitê: CB-017: TÊXTEIS E DO VESTUÁRIO com a palavra-chave: SOLIDEZ DA COR

37 registro(s) encontrado(s) em 0,235 segundos.

Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte C06: Solidez da cor à lavagem doméstica e comercial
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-C06 de 08/2010 - Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte C06: Solidez da cor à lavagem doméstica e comercial

Esta parte da NBRISO105 especifica métodos destinados à determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas aos procedimentos de lavagens doméstica ou comercial usados para artigos domésticos usando um detergente de ref...

Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte X12: Solidez da cor à fricção
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-X12 de 03/2019 - Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte X12: Solidez da cor à fricção

Esta Parte da NBRISO105 especifica um método para a determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos, inclusive revestimentos têxteis de piso e outros tecidos felpudos à fricção e transferência da cor para outros materiais.

Têxteis – Ensaios de solidez da cor - Parte A01: Princípios gerais de ensaio
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-A01 de 01/2011 - Têxteis – Ensaios de solidez da cor - Parte A01: Princípios gerais de ensaio

Esta parte da NBRISO105 fornece informação geral sobre ensaios de solidez da cor dos têxteis para orientação dos usuários. São mencionados os usos e limitações dos métodos, definidos diversos termos, fornecido um resumo dos métodos e discutido o teor d...

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte J01: Princípios gerais para a medição da cor de superfície
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-J01 de 03/2008 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte J01: Princípios gerais para a medição da cor de superfície

Esta parte da NBRISO105 é um documento de referência para auxiliar a medição adequada de corpos-de-prova coloridos por meios instrumentais como exigidos em diversas partes da NBRISO105. O documento descreve noções gerais e problemas associados com a me...

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A02: Escala cinza para avaliação da alteração da cor
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-A02 de 08/2006 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A02: Escala cinza para avaliação da alteração da cor

Esta parte da NBRISO105 descreve a escala cinza para a determinação da alteração da cor de têxteis nos ensaios de solidez da cor e o seu uso. Uma especificação colorimétrica precisa da escala é dada como um registro permanente que pode ser preparado em...

Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E04: Solidez da cor ao suor
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-E04 de 05/2014 - Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E04: Solidez da cor ao suor

Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis, de todos os tipos e formas, sob ação de suor humano.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A03: Escala cinza para avaliação da transferência da cor
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-A03 de 08/2006 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A03: Escala cinza para avaliação da transferência da cor

Descreve a escala cinza para a determinação da transferência da cor aos tecidos adjacentes nos ensaios de solidez da cor e seu uso. Uma especificação colorimétrica precisa da escala é dada como um registro permanente para se comparar em relação a pad...

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C10: Solidez da cor à lavagem com sabão ou sabão e barrilha
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-C10 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C10: Solidez da cor à lavagem com sabão ou sabão e barrilha

Esta parte da NBRISO105 especifica cinco métodos para determinar a resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas de processos de lavagem, do moderado ao severo, usados normalmente nos artigos domésticos.

Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E01: Solidez da cor à água
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-E01 de 02/2014 - Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E01: Solidez da cor à água

Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas, após imersão em água.

Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E02: Solidez da cor à água do mar
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-E02 de 02/2014 - Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E02: Solidez da cor à água do mar

Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e formas de imersão em água do mar.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A08: Vocabulário usado na medição da cor
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-A08 de 12/2007 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A08: Vocabulário usado na medição da cor

Esta parte da NBRISO105 especifica os termos e definições nas medições da cor que são usadas em toda a série NBRISO105.

Têxteis - Ensaio de solidez da cor - Parte B01: Solidez da cor à luz: Luz do dia
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-B01 de 04/2009 - Têxteis - Ensaio de solidez da cor - Parte B01: Solidez da cor à luz: Luz do dia

Descreve um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas sob a ação da luz do dia. Permite o uso de dois diferentes conjuntos de tecidos de lã azul de referência. 0s resultados dos dois diferentes con...

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A05: Avaliação instrumental da alteração da cor para classificação na escala cinza
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-A05 de 12/2007 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A05: Avaliação instrumental da alteração da cor para classificação na escala cinza

Esta parte da NBRISO105 descreve um método instrumental para avaliação da alteração da cor em um corpo-de-prova em comparação a uma referência idêntica não tratada, e os cálculos efetuados para transformar as medições instrumentais numa avaliação da es...

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte X16: Solidez da cor à fricção - Pequenas áreas
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-X16 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte X16: Solidez da cor à fricção - Pequenas áreas

Especifica um método para determinação da solidez da cor de têxteis à fricção e transferência da cor a outros materiais, onde se necessita da separação de áreas tão pequenas quanto possível, para ensaiar com o equipamento descrito na ABNT NBR ISO 105-X...

Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte F09: Especificação para tecido-testemunha de algodão para friccionamento
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-F09 de 08/2010 - Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte F09: Especificação para tecido-testemunha de algodão para friccionamento

Esta parte da NBRISO105 especifica um tecido-testemunha de algodão para friccionamento que pode ser usado para a avaliação da transferência da cor nos ensaios de solidez da cor à fricção. As propriedades de manchamento do tecido-testemunha de algodão p...

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E08: Solidez da cor à água quente
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-E08 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E08: Solidez da cor à água quente

Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas, sob a ação da água quente. O método é principalmente aplicável em lã e têxteis contendo lã.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A06: Determinação instrumental do padrão 1/1 de intensidade da cor
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-A06 de 12/2007 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A06: Determinação instrumental do padrão 1/1 de intensidade da cor

Este método tenciona determinar o padrão 1/1 de intensidade de um tingimento em qualquer material têxtil por um método colorimétrico como uma alternativa permitida ao método visual descrito na Seção 12 da NBRISO105-A01:2005.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B06: Solidez da cor e envelhecimento à luz artificial a elevadas temperaturas: Ensaio de desbotamento com lâmpada de arco de xenônio
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-B06 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B06: Solidez da cor e envelhecimento à luz artificial a elevadas temperaturas: Ensaio de desbotamento com lâmpada de arco de xenônio

Esta parte da NBRISO105 descreve um método para determinação da solidez da cor e propriedades de envelhecimento de todos os tipos e formas de têxteis tintos e estampados e/ou outros substratos orgânicos sob a ação de uma fonte de luz artificial represe...

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C12: Solidez da cor à lavagem industrial
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-C12 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C12: Solidez da cor à lavagem industrial

Esta parte da NBRISO105 especifica os métodos para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos, expostos a todas as formas de processos de lavagem industrial.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E05: Solidez da cor ao manchamento: Ácido
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-E05 de 03/2011 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E05: Solidez da cor ao manchamento: Ácido

Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas à ação de soluções diluídas de ácidos orgânicos e minerais.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte D02: Solidez da cor à fricção: Solventes orgânicos
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-D02 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte D02: Solidez da cor à fricção: Solventes orgânicos

Especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas, exceto fibras soltas, à ação combinada de fricção e de solventes orgânicos empregados na remoção de manchas, isto é, "manchamento" localizad...

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte G02: Solidez da cor aos fumos de gases queimados
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-G02 de 06/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte G02: Solidez da cor aos fumos de gases queimados

Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas, exceto fibras soltas, sob a exposição a óxidos de nitrogênio atmosféricos como os derivados da combustão do gás buta...

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte F10 - Especificação para tecido-testemunha de multifibras
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-F10 de 05/2007 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte F10 - Especificação para tecido-testemunha de multifibras

Esta Norma da NBRISO105 estabelece as exigências gerais para tecidos-testemunha de multifibras não tintos que podem ser usados na avaliação de processos de ensaios de solidez para avaliação de transferência da cor. Os tecidos-testemunha de multifibras ...

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B03: Solidez da cor ao intemperismo: Exposição ao meio ambiente exterior
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-B03 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B03: Solidez da cor ao intemperismo: Exposição ao meio ambiente exterior

Esta parte da NBRISO105 descreve um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todo o tipo, exceto fibras soltas à ação do intemperismo como determinado na exposição ao meio ambiente externo.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E16: Solidez da cor ao manchamento com água em tecidos de revestimento
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-E16 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E16: Solidez da cor ao manchamento com água em tecidos de revestimento

Esta parte da NBRISO105 descreve um método para avaliação do efeito do manchamento com água em tecidos para revestimento de todas as formas, incluindo os tecidos, naturais, branqueados, tintos e estampados.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E11: Solidez da cor a vaporização
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-E11 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E11: Solidez da cor a vaporização

Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas à ação do vapor sob pressão atmosférica.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B08: Controle de qualidade dos tecidos de lã azul de referência 1 a 7
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-B08 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B08: Controle de qualidade dos tecidos de lã azul de referência 1 a 7

Esta parte da NBRISO105 descreve um método para efetuar o controle de qualidade de produção de tecidos de lã azul de referência 1 a 7 que serão usados em partes apropriadas das séries NBRISO105-B de métodos de ensaios de solidez da cor à luz.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte G01: Solidez da cor aos óxidos de nitrogênio
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-G01 de 06/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte G01: Solidez da cor aos óxidos de nitrogênio

Especifica dois métodos para determinação da resistência da cor de têxteis, de todos os tipos e em todas as formas, à ação de óxidos de nitrogênio produzidos durante a combustão de gás, carvão, óleo etc., e quando o ar passa sobre filamentos aquecidos....

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E07: Solidez da cor ao manchamento: Água
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-E07 de 03/2011 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E07: Solidez da cor ao manchamento: Água

Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas ao manchamento com água.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E06: Solidez da cor ao manchamento: Álcali
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-E06 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E06: Solidez da cor ao manchamento: Álcali

Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas, sob a ação de soluções alcalinas diluídas.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E10: Solidez da cor à decatizagem
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-E10 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E10: Solidez da cor à decatizagem

Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis sob a ação do vapor, similar ao empregado na decatizagem de tecidos de lã. Dois ensaios, moderado e severo, são dados.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C07: Solidez da cor à escovação a úmido de têxteis coloridos com pigmentos
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-C07 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C07: Solidez da cor à escovação a úmido de têxteis coloridos com pigmentos

Esta parte da NBRISO105 descreve um método para determinação da solidez da cor à escovação a úmido de todos os tipos de têxteis tintos ou estampados de pigmentos.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor Parte E09: Solidez da cor ao tratamento a úmido
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-E09 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor Parte E09: Solidez da cor ao tratamento a úmido

Especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas, sob a ação da água em ebulição. É principalmente aplicável em lã e têxteis contendo lã.

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B04: Solidez da cor ao intemperismo artificial: Ensaio de lâmpada de desbotamento ao arco de xenônio
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-B04 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B04: Solidez da cor ao intemperismo artificial: Ensaio de lâmpada de desbotamento ao arco de xenônio

Esta parte da NBRISO105 descreve um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todo o tipo, exceto sobras soltas, às ações das intempéries como determinado pela exposição às condições simuladas de intemperismo num ambiente equipado co...

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B05: Verificação e avaliação de fotocromismo
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-B05 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B05: Verificação e avaliação de fotocromismo

Esta parte da NBRISO105 especifica um método planejado para a verificação e avaliação de alteração da cor após leve exposição à luz de têxteis coloridos que sofrem alteração da cor quando expostos à luz, mas que virtualmente retornam à sua cor original...

Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E13: Solidez da cor à feltragem ácida: Severa
Vigente
add_shopping_cart
Norma Brasileira
star_border
NBRISO105-E13 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E13: Solidez da cor à feltragem ácida: Severa

Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis em todas as formas sob a ação de ácidos, como usado sob condições severas nos processos de feltragem ácida.

Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte C06: Solidez da cor à lavagem doméstica e comercial

NBRISO105-C06 de 08/2010 - Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte C06: Solidez da cor à lavagem doméstica e comercial

  • Esta parte da NBRISO105 especifica métodos destinados à determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas aos procedimentos de lavagens doméstica ou comercial usados para artigos domésticos usando um detergente de ref... Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte C06: Solidez da cor à lavagem doméstica e comercial
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte X12: Solidez da cor à fricção

NBRISO105-X12 de 03/2019 - Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte X12: Solidez da cor à fricção

  • Esta Parte da NBRISO105 especifica um método para a determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos, inclusive revestimentos têxteis de piso e outros tecidos felpudos à fricção e transferência da cor para outros materiais. Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte X12: Solidez da cor à fricção
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis – Ensaios de solidez da cor - Parte A01: Princípios gerais de ensaio

NBRISO105-A01 de 01/2011 - Têxteis – Ensaios de solidez da cor - Parte A01: Princípios gerais de ensaio

  • Esta parte da NBRISO105 fornece informação geral sobre ensaios de solidez da cor dos têxteis para orientação dos usuários. São mencionados os usos e limitações dos métodos, definidos diversos termos, fornecido um resumo dos métodos e discutido o teor d... Têxteis – Ensaios de solidez da cor - Parte A01: Princípios gerais de ensaio
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte J01: Princípios gerais para a medição da cor de superfície

NBRISO105-J01 de 03/2008 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte J01: Princípios gerais para a medição da cor de superfície

  • Esta parte da NBRISO105 é um documento de referência para auxiliar a medição adequada de corpos-de-prova coloridos por meios instrumentais como exigidos em diversas partes da NBRISO105. O documento descreve noções gerais e problemas associados com a me... Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte J01: Princípios gerais para a medição da cor de superfície
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A02: Escala cinza para avaliação da alteração da cor

NBRISO105-A02 de 08/2006 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A02: Escala cinza para avaliação da alteração da cor

  • Esta parte da NBRISO105 descreve a escala cinza para a determinação da alteração da cor de têxteis nos ensaios de solidez da cor e o seu uso. Uma especificação colorimétrica precisa da escala é dada como um registro permanente que pode ser preparado em... Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A02: Escala cinza para avaliação da alteração da cor
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E04: Solidez da cor ao suor

NBRISO105-E04 de 05/2014 - Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E04: Solidez da cor ao suor

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis, de todos os tipos e formas, sob ação de suor humano. Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E04: Solidez da cor ao suor
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A03: Escala cinza para avaliação da transferência da cor

NBRISO105-A03 de 08/2006 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A03: Escala cinza para avaliação da transferência da cor

  • Descreve a escala cinza para a determinação da transferência da cor aos tecidos adjacentes nos ensaios de solidez da cor e seu uso. Uma especificação colorimétrica precisa da escala é dada como um registro permanente para se comparar em relação a pad... Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A03: Escala cinza para avaliação da transferência da cor
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C10: Solidez da cor à lavagem com sabão ou sabão e barrilha

NBRISO105-C10 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C10: Solidez da cor à lavagem com sabão ou sabão e barrilha

  • Esta parte da NBRISO105 especifica cinco métodos para determinar a resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas de processos de lavagem, do moderado ao severo, usados normalmente nos artigos domésticos. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C10: Solidez da cor à lavagem com sabão ou sabão e barrilha
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E01: Solidez da cor à água

NBRISO105-E01 de 02/2014 - Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E01: Solidez da cor à água

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas, após imersão em água. Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E01: Solidez da cor à água
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E02: Solidez da cor à água do mar

NBRISO105-E02 de 02/2014 - Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E02: Solidez da cor à água do mar

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e formas de imersão em água do mar. Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte E02: Solidez da cor à água do mar
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A08: Vocabulário usado na medição da cor

NBRISO105-A08 de 12/2007 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A08: Vocabulário usado na medição da cor

  • Esta parte da NBRISO105 especifica os termos e definições nas medições da cor que são usadas em toda a série NBRISO105. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A08: Vocabulário usado na medição da cor
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaio de solidez da cor - Parte B01: Solidez da cor à luz: Luz do dia

NBRISO105-B01 de 04/2009 - Têxteis - Ensaio de solidez da cor - Parte B01: Solidez da cor à luz: Luz do dia

  • Descreve um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas sob a ação da luz do dia. Permite o uso de dois diferentes conjuntos de tecidos de lã azul de referência. 0s resultados dos dois diferentes con... Têxteis - Ensaio de solidez da cor - Parte B01: Solidez da cor à luz: Luz do dia
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A05: Avaliação instrumental da alteração da cor para classificação na escala cinza

NBRISO105-A05 de 12/2007 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A05: Avaliação instrumental da alteração da cor para classificação na escala cinza

  • Esta parte da NBRISO105 descreve um método instrumental para avaliação da alteração da cor em um corpo-de-prova em comparação a uma referência idêntica não tratada, e os cálculos efetuados para transformar as medições instrumentais numa avaliação da es... Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A05: Avaliação instrumental da alteração da cor para classificação na escala cinza
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte X16: Solidez da cor à fricção - Pequenas áreas

NBRISO105-X16 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte X16: Solidez da cor à fricção - Pequenas áreas

  • Especifica um método para determinação da solidez da cor de têxteis à fricção e transferência da cor a outros materiais, onde se necessita da separação de áreas tão pequenas quanto possível, para ensaiar com o equipamento descrito na ABNT NBR ISO 105-X... Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte X16: Solidez da cor à fricção - Pequenas áreas
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte F09: Especificação para tecido-testemunha de algodão para friccionamento

NBRISO105-F09 de 08/2010 - Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte F09: Especificação para tecido-testemunha de algodão para friccionamento

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um tecido-testemunha de algodão para friccionamento que pode ser usado para a avaliação da transferência da cor nos ensaios de solidez da cor à fricção. As propriedades de manchamento do tecido-testemunha de algodão p... Têxteis — Ensaios de solidez da cor - Parte F09: Especificação para tecido-testemunha de algodão para friccionamento
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E08: Solidez da cor à água quente

NBRISO105-E08 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E08: Solidez da cor à água quente

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas, sob a ação da água quente. O método é principalmente aplicável em lã e têxteis contendo lã. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E08: Solidez da cor à água quente
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A06: Determinação instrumental do padrão 1/1 de intensidade da cor

NBRISO105-A06 de 12/2007 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A06: Determinação instrumental do padrão 1/1 de intensidade da cor

  • Este método tenciona determinar o padrão 1/1 de intensidade de um tingimento em qualquer material têxtil por um método colorimétrico como uma alternativa permitida ao método visual descrito na Seção 12 da NBRISO105-A01:2005. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte A06: Determinação instrumental do padrão 1/1 de intensidade da cor
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B06: Solidez da cor e envelhecimento à luz artificial a elevadas temperaturas: Ensaio de desbotamento com lâmpada de arco de xenônio

NBRISO105-B06 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B06: Solidez da cor e envelhecimento à luz artificial a elevadas temperaturas: Ensaio de desbotamento com lâmpada de arco de xenônio

  • Esta parte da NBRISO105 descreve um método para determinação da solidez da cor e propriedades de envelhecimento de todos os tipos e formas de têxteis tintos e estampados e/ou outros substratos orgânicos sob a ação de uma fonte de luz artificial represe... Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B06: Solidez da cor e envelhecimento à luz artificial a elevadas temperaturas: Ensaio de desbotamento com lâmpada de arco de xenônio
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C12: Solidez da cor à lavagem industrial

NBRISO105-C12 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C12: Solidez da cor à lavagem industrial

  • Esta parte da NBRISO105 especifica os métodos para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos, expostos a todas as formas de processos de lavagem industrial. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C12: Solidez da cor à lavagem industrial
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E05: Solidez da cor ao manchamento: Ácido

NBRISO105-E05 de 03/2011 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E05: Solidez da cor ao manchamento: Ácido

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas à ação de soluções diluídas de ácidos orgânicos e minerais. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E05: Solidez da cor ao manchamento: Ácido
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte D02: Solidez da cor à fricção: Solventes orgânicos

NBRISO105-D02 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte D02: Solidez da cor à fricção: Solventes orgânicos

  • Especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas, exceto fibras soltas, à ação combinada de fricção e de solventes orgânicos empregados na remoção de manchas, isto é, "manchamento" localizad... Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte D02: Solidez da cor à fricção: Solventes orgânicos
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte G02: Solidez da cor aos fumos de gases queimados

NBRISO105-G02 de 06/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte G02: Solidez da cor aos fumos de gases queimados

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas, exceto fibras soltas, sob a exposição a óxidos de nitrogênio atmosféricos como os derivados da combustão do gás buta... Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte G02: Solidez da cor aos fumos de gases queimados
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte F10 - Especificação para tecido-testemunha de multifibras

NBRISO105-F10 de 05/2007 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte F10 - Especificação para tecido-testemunha de multifibras

  • Esta Norma da NBRISO105 estabelece as exigências gerais para tecidos-testemunha de multifibras não tintos que podem ser usados na avaliação de processos de ensaios de solidez para avaliação de transferência da cor. Os tecidos-testemunha de multifibras ... Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte F10 - Especificação para tecido-testemunha de multifibras
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B03: Solidez da cor ao intemperismo: Exposição ao meio ambiente exterior

NBRISO105-B03 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B03: Solidez da cor ao intemperismo: Exposição ao meio ambiente exterior

  • Esta parte da NBRISO105 descreve um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todo o tipo, exceto fibras soltas à ação do intemperismo como determinado na exposição ao meio ambiente externo. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B03: Solidez da cor ao intemperismo: Exposição ao meio ambiente exterior
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E16: Solidez da cor ao manchamento com água em tecidos de revestimento

NBRISO105-E16 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E16: Solidez da cor ao manchamento com água em tecidos de revestimento

  • Esta parte da NBRISO105 descreve um método para avaliação do efeito do manchamento com água em tecidos para revestimento de todas as formas, incluindo os tecidos, naturais, branqueados, tintos e estampados. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E16: Solidez da cor ao manchamento com água em tecidos de revestimento
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E11: Solidez da cor a vaporização

NBRISO105-E11 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E11: Solidez da cor a vaporização

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas à ação do vapor sob pressão atmosférica. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E11: Solidez da cor a vaporização
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B08: Controle de qualidade dos tecidos de lã azul de referência 1 a 7

NBRISO105-B08 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B08: Controle de qualidade dos tecidos de lã azul de referência 1 a 7

  • Esta parte da NBRISO105 descreve um método para efetuar o controle de qualidade de produção de tecidos de lã azul de referência 1 a 7 que serão usados em partes apropriadas das séries NBRISO105-B de métodos de ensaios de solidez da cor à luz. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B08: Controle de qualidade dos tecidos de lã azul de referência 1 a 7
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte G01: Solidez da cor aos óxidos de nitrogênio

NBRISO105-G01 de 06/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte G01: Solidez da cor aos óxidos de nitrogênio

  • Especifica dois métodos para determinação da resistência da cor de têxteis, de todos os tipos e em todas as formas, à ação de óxidos de nitrogênio produzidos durante a combustão de gás, carvão, óleo etc., e quando o ar passa sobre filamentos aquecidos.... Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte G01: Solidez da cor aos óxidos de nitrogênio
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E07: Solidez da cor ao manchamento: Água

NBRISO105-E07 de 03/2011 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E07: Solidez da cor ao manchamento: Água

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas ao manchamento com água. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E07: Solidez da cor ao manchamento: Água
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E06: Solidez da cor ao manchamento: Álcali

NBRISO105-E06 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E06: Solidez da cor ao manchamento: Álcali

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas, sob a ação de soluções alcalinas diluídas. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E06: Solidez da cor ao manchamento: Álcali
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E10: Solidez da cor à decatizagem

NBRISO105-E10 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E10: Solidez da cor à decatizagem

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis sob a ação do vapor, similar ao empregado na decatizagem de tecidos de lã. Dois ensaios, moderado e severo, são dados. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E10: Solidez da cor à decatizagem
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C07: Solidez da cor à escovação a úmido de têxteis coloridos com pigmentos

NBRISO105-C07 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C07: Solidez da cor à escovação a úmido de têxteis coloridos com pigmentos

  • Esta parte da NBRISO105 descreve um método para determinação da solidez da cor à escovação a úmido de todos os tipos de têxteis tintos ou estampados de pigmentos. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte C07: Solidez da cor à escovação a úmido de têxteis coloridos com pigmentos
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor Parte E09: Solidez da cor ao tratamento a úmido

NBRISO105-E09 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor Parte E09: Solidez da cor ao tratamento a úmido

  • Especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todos os tipos e em todas as formas, sob a ação da água em ebulição. É principalmente aplicável em lã e têxteis contendo lã. Têxteis - Ensaios de solidez da cor Parte E09: Solidez da cor ao tratamento a úmido
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B04: Solidez da cor ao intemperismo artificial: Ensaio de lâmpada de desbotamento ao arco de xenônio

NBRISO105-B04 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B04: Solidez da cor ao intemperismo artificial: Ensaio de lâmpada de desbotamento ao arco de xenônio

  • Esta parte da NBRISO105 descreve um método para determinação da resistência da cor de têxteis de todo o tipo, exceto sobras soltas, às ações das intempéries como determinado pela exposição às condições simuladas de intemperismo num ambiente equipado co... Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B04: Solidez da cor ao intemperismo artificial: Ensaio de lâmpada de desbotamento ao arco de xenônio
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B05: Verificação e avaliação de fotocromismo

NBRISO105-B05 de 04/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B05: Verificação e avaliação de fotocromismo

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um método planejado para a verificação e avaliação de alteração da cor após leve exposição à luz de têxteis coloridos que sofrem alteração da cor quando expostos à luz, mas que virtualmente retornam à sua cor original... Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte B05: Verificação e avaliação de fotocromismo
DOWNLOAD
Norma Brasileira
Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E13: Solidez da cor à feltragem ácida: Severa

NBRISO105-E13 de 03/2009 - Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E13: Solidez da cor à feltragem ácida: Severa

  • Esta parte da NBRISO105 especifica um método para determinação da resistência da cor de têxteis em todas as formas sob a ação de ácidos, como usado sob condições severas nos processos de feltragem ácida. Têxteis - Ensaios de solidez da cor - Parte E13: Solidez da cor à feltragem ácida: Severa
DOWNLOAD
Norma Brasileira