Text page

No Rio, ambientalistas iniciam contagem regressiva até Convenção do Clima - FSP

A contagem regressiva, que também está sendo iniciada em mais sete capitais brasileiras, tem o objetivo de mobilizar a sociedade e pressionar as autoridades brasileiras para assumir uma posição de liderança nessa questão.

29/08/2009

Ambientalistas e ativistas ligados à organização não governamental Greenpeace realizam no fim da tarde deste sábado, na praia de Copacabana, zona sul do Rio, uma manifestação para marcar os 100 dias até o início da 15ª Reunião da Convenção do Clima, que será realizada de 7 a 18 de dezembro, em Copenhague, na Dinamarca. Durante o encontro, será discutido um novo tratado internacional para substituir o Protocolo de Quioto, que estabelece limites às emissões de gases de efeito estufa e expira em 2012.

De acordo com o coordenador do grupo local do Greenpeace no Rio, Pedro Torres, durante a mobilização de hoje os manifestantes vão marchar munidos de apitos, panelas e tambores, promovendo "um grande toque de despertar". Segundo ele, a contagem regressiva, que também está sendo iniciada em mais sete capitais brasileiras, tem o objetivo de mobilizar a sociedade e pressionar as autoridades brasileiras para assumir uma posição de liderança nessa questão. "A reunião de Copenhague é histórica. Lá serão definidas as medidas que cada país vai adotar no combate às mudanças climáticas. O Brasil precisa ter um papel de vanguarda, de liderança nesse processo porque é o quarto maior emissor de gases de efeito estufa, principalmente por causa dos desmatamentos na Amazônia, que contribuem para o aquecimento global."

Os ativistas também vão recolher assinaturas nos locais de manifestação para um documento que será encaminhado ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O objetivo é pedir que o país adote metas consideradas fundamentais para conter o aquecimento global como zerar o desmatamento da Amazônia até 2015 e apoiar a criação de um fundo financeiro internacional para dar suporte a essa redução; garantir que pelo menos 25% da eletricidade produzida no país sejam gerados a partir de fontes renováveis de energia como vento, sol, biomassa e pequenas centrais hidrelétricas até 2020 e apoiar a transferência de tecnologia entre países; e transformar pelo menos 30% do território costeiro marinho do Brasil em áreas protegidas até 2020.

"Está em cima da hora, mas ainda dá tempo de assumir essas metas. Temos que nos apressar porque talvez seja o último momento possível para que isso aconteça, por isso é preciso que a população esteja mobilizada e que nossas autoridades estejam prontas para representar o país no encontro de Copenhague", avaliou o coordenador.


Metas de mudança climática favorecem Brasil em Copenhague
ANAÍSA CATUCCI - colaboração para a Folha Online

O posicionamento do Brasil de aceitar metas para redução de emissão de gases de efeito estufa evidencia as ambições do país de posar como "potência verde" nas negociações para a 15ª reunião da Convenção do Clima, em Copenhague. O papel dos brasileiros na negociação é importante, já que somos o quarto maior emissor de gases do efeito estufa, que causam o aquecimento global.

Segundo o professor Roberto de Aguiar Peixoto, a possibilidade em aceitar metas no acordo global favorece o Brasil em posição de liderança nas propostas de economia verde. "Uma contrapartida dos países desenvolvidos é a questão de transferência de tecnologia para viabilizar adaptação e minimizar os efeitos do processo de mudanças climáticas", diz professor .


FONTE: Folha de S. Paulo
Anúncio fixo da norma NBRISO9001 Chegou o novo app Target GEDWeb!
Busque e visualize suas normas ABNT NBR NM
Recursos exclusivos de busca, leitura por voz,
acesso off-line, navegação por setor e muito mais!
Produto/Serviço relacionado à NBRISO9001

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Gestão ambiental - Avaliação do ciclo de vida - Princípios e estrutura
NBRISO14040 de 05/2009

Gestão ambiental - Avaliação do ciclo de vida - Princípios e estrutura

Rótulos e declarações ambientais — Autodeclarações ambientais (rotulagem do tipo II)
NBRISO14021 de 09/2017

Rótulos e declarações ambientais — Autodeclarações ambientais (rotulagem do tipo II)

Biodiesel — Determinação do teor total de ésteres por cromatografia gasosa
NBR15764 de 10/2015

Biodiesel — Determinação do teor total de ésteres por cromatografia gasosa

Diretrizes para auditoria de sistemas de gestão
NBRISO19011 de 12/2018

Diretrizes para auditoria de sistemas de gestão

Armazenamento, transporte, abastecimento e controle de qualidade de biodiesel e/ou óleo diesel BX
NBR15512 de 11/2020

Armazenamento, transporte, abastecimento e controle de qualidade de biodiesel e/ou óleo diesel BX

Rótulos e declarações ambientais - Princípios Gerais
NBRISO14020 de 06/2002

Rótulos e declarações ambientais - Princípios Gerais

Tampos de vidro para móveis - Requisitos e métodos de ensaio
NBR14488 de 07/2010

Tampos de vidro para móveis - Requisitos e métodos de ensaio

Biodiesel — Determinação do teor de enxofre por espectrometria de emissão ótica com plasma indutivamente acoplado (ICPOES)
NBR15867 de 11/2018

Biodiesel — Determinação do teor de enxofre por espectrometria de emissão ótica com plasma indutivamente acoplado (ICPOES)

Gases de efeito estufa - Parte 3: Especificação e orientação para a validação e verificação de declarações relativas a gases de efeito estufa
NBRISO14064-3 de 11/2007

Gases de efeito estufa - Parte 3: Especificação e orientação para a validação e verificação de declarações relativas a gases de efeito estufa

Gestão ambiental - Integração de aspectos ambientais no projeto e desenvolvimento do produto
ABNT ISO/TR14062 de 05/2004

Gestão ambiental - Integração de aspectos ambientais no projeto e desenvolvimento do produto

Gases de efeito estufa - Parte 1: Especificação e orientação a organizações para quantificação e elaboração de relatórios de emissões e remoções de gases de efeito estufa
NBRISO14064-1 de 11/2007

Gases de efeito estufa - Parte 1: Especificação e orientação a organizações para quantificação e elaboração de relatórios de emissões e remoções de gases de efeito estufa

Sistema de gestão ambiental - Diretrizes gerais sobre princípios , sistemas e técnicos de apoio
NBRISO14004 de 12/1966

Sistema de gestão ambiental - Diretrizes gerais sobre princípios , sistemas e técnicos de apoio

Gases de efeito estufa - Parte 2: Especificação e orientação a projetos para quantificação, monitoramento e elaboração de relatórios das reduções de emissões ou da melhoria das remoções de gases de efeito estufa
NBRISO14064-2 de 11/2007

Gases de efeito estufa - Parte 2: Especificação e orientação a projetos para quantificação, monitoramento e elaboração de relatórios das reduções de emissões ou da melhoria das remoções de gases de efeito estufa

Fertilizantes sólidos - Determinação da água livre
NBR5771 de 07/2010

Fertilizantes sólidos - Determinação da água livre

Biodiesel — Determinação de glicerina livre — Método volumétrico
NBR15771 de 11/2009

Biodiesel — Determinação de glicerina livre — Método volumétrico

Sistemas de gestão ambiental - Requisitos com orientações para uso
NBRISO14001 de 10/2015

Sistemas de gestão ambiental - Requisitos com orientações para uso

Rótulos e declarações ambientais - Rotulagem ambiental do tipo l - Princípios e procedimentos
NBRISO14024 de 04/2004

Rótulos e declarações ambientais - Rotulagem ambiental do tipo l - Princípios e procedimentos