Text page

API RP 2001: a proteção contra incêndios em refinarias

Essa prática recomendada, publicada em 2019 pelo American Petroleum Institute (API), tem o objetivo de fornecer uma melhor compreensão da proteção contra incêndio em refinarias e as etapas necessárias para promover o armazenamento, manuseio e processamento seguros de petróleo e produtos petrolíferos nas refinarias.

13/04/2022 - Equipe Target

A proteção contra incêndio em refinarias

A API RP 2001:2019 – Fire Protection in Refineries apareceu em 1933 como o início da série de orientações de segurança contra incêndio para o segmento downstream. Esta prática recomendada em sua 10ª edição baseia-se na experiência adquirida ao longo de sete décadas. O objetivo desta prática recomendada é fornecer uma melhor compreensão da proteção contra incêndio em refinarias e as etapas necessárias para promover o armazenamento, manuseio e processamento seguros de petróleo e produtos petrolíferos nas refinarias.

Uma premissa básica desta norma é que a prevenção de incêndio fornece a base fundamental para a proteção contra o fogo. Esta publicação abrange os conceitos básicos de proteção contra incêndio em refinarias.

Ela revisa a química e a física dos incêndios em refinarias; discute como o projeto de sistemas de refinaria e infraestrutura impactam a probabilidade e as consequências de incêndios potenciais; descreve o controle de incêndio e os sistemas de extinção normalmente usados em refinarias; e examina os conceitos de proteção contra incêndio que devem ser abordados nas práticas e procedimentos de operação e manutenção.

Fornece, ainda, as informações sobre a organização e o treinamento para equipes de emergência em refinarias. Muitos dos conceitos, sistemas e equipamentos discutidos neste documento são abordados em detalhes em publicações referenciadas, normas técnicas ou requisitos governamentais.

Conteúdo da norma

1 Objetivo e escopo ................................ 1

1.1 Finalidade .............................. ........ 1

1.2 Escopo .............................. ........... 1

1.3 Conceito de perigo versus risco ............... 1

2 Referências normativas ............................. 1

3 Termos, definições, abreviações e acrônimos .............. .2

3.1 Termos e definições ...................................... 2

3.2 Acrônimos e abreviaturas. ....................... 3

4 Química e física do fogo—considerações especiais............. 4

4.1 Química e física do fogo ........... ....................... 4

4.2 Situações especiais, considerações e perigos................. 5

5 Considerações de incêndio no projeto de refinaria.............. 5

5.1 Geral....................................... ......... 5

5.2 Análise de perigos................................... 5

5.3 Projeto de processo ................................. 6

5.4 Projeto de equipamento....................... 6

5.5 Localização............................... ...... 14

5.6 Layout e espaçamento ........................ 14

5.7 À prova de fogo ................................ 23

5.8 Sistemas de alívio de pressão e flare................. 23

5.9 Drenagem, contenção e descarte de resíduos........ 26

5.10 Energia e utilitários.................................. 27

6 Equipamento de controle e extinção de incêndio ....... 29

6.1 Geral .............................. ....... 29

6.2 Água para supressão de incêndio .................. 29

6.3 Espuma ............................ .......... 37

6.4 Químicos secos ............................. 38

6.5 Agentes combinados (duplos) ........ 39

6.6 Extinção de incêndio com agente limpo ........ 39

7 Práticas operacionais .................................. 41

7.1 Geral............................. ....... 41

7.2 Operações normais ................................ 42

7.3 Operações de emergência ........................ 43

7.4 Perda de contenção ............................ 44

8 Procedimentos de manutenção ................... 45

8.1 Geral......................................... ...... 45

8.2 Trabalho a quente ........................ ...... 45

8.3 Atividades de manutenção planejada .............. 46

8.4 Proteção de inverno e congelamento ............. 46

9 Organização de resposta a emergências........... 47

9.1 Geral ................................... ...... 47

9.2 Sistema de comando de incidentes (incident command system - ICS)........... 47

9.3 Deveres do pessoal de proteção contra incêndio ...... 48

9.4 Procedimentos de notificação ........................ 48

9.5 Seleção e treinamento de bombeiros ............... 49

9.6 Comandante do incidente ........................ 49

9.7 Vestuário e equipamento de proteção individual do bombeiro........................ 50

10 Treinamento para combate a incêndios............... 50

10.1 Geral ......................... ....... 50

10.2 Treinamento do solo de perfuração ............... 50

10.3 Instrução em sala de aula............................. 52

10.4 Superando as preocupações pessoais............. 52

10.5 Documentação ............................... 52

11 Planejamento de incidentes pré-incêndio ................... 52

11.1 Geral...................................... ...... 52

11.2 Planejamento de incidentes pré-incêndio ............. 53

Anexo A (informativo) Química e física do fogo.......... .... 54

Anexo B (informativo) Perigos de clima frio, inverno e proteção contra congelamento ............. 61

Anexo C (informativo) Fatores de conversão.................. 70

Anexo D (Informativo) Combate a incêndios marítimos... 72

Bibliografia............................................ ........ 74

Este documento abrange os conceitos básicos de prevenção e proteção contra incêndios em refinarias. Ele revisa a química e a física dos incêndios em refinarias; discute como o projeto de sistemas de refinaria e infraestrutura impactam a probabilidade e as consequências de incêndios potenciais; descreve o controle de incêndio e os sistemas de extinção normalmente usados em refinarias; examina os conceitos de proteção contra incêndio que devem ser abordados nas práticas e procedimentos de operação e manutenção; e fornece informações sobre organização e treinamento para equipes de emergência em refinarias.

Quanto ao conceito de perigo versus risco, pode-se dizer que os perigos são situações ou propriedades de materiais com a capacidade inerente de causar danos. Inflamabilidade, toxicidade, corrosividade e energia elétrica, química ou mecânica armazenada são riscos associados a vários materiais ou situações industriais.

O risco requer exposição. Uma superfície ou material quente pode causar queimaduras térmicas na pele ou um ácido corrosivo pode causar queimaduras químicas na pele, mas estas podem ocorrer apenas se houver exposição de contato com a pele.

Uma pessoa que trabalha em uma altura elevada tem energia armazenada e uma queda de altura pode causar ferimentos – mas não há risco, a menos que a pessoa esteja realmente trabalhando em altura e, portanto, exposta ao perigo. Não há risco quando não há potencial de exposição. Determinar o nível de risco para qualquer atividade envolve entender e reconhecer os perigos e, em seguida, estimar a probabilidade e a gravidade dos eventos de exposição que podem levar a danos ou danos e as consequências resultantes.

Os princípios que relacionam os perigos com o risco para as pessoas são válidos para avaliar o risco patrimonial ou ambiental. Por exemplo, vapores de hidrocarbonetos em uma mistura inflamável com ar podem inflamar se expostos a uma fonte de ignição, resultando em um incêndio que pode causar danos materiais e ferir pessoas. Hidrocarbonetos que queimam são perigosos, mas um elemento de risco inclui uma mistura inflamável de ar-combustível sendo exposta a uma fonte de ignição.

FONTE: Equipe Target

Anúncio fixo da norma NBRISO9001 Chegou o novo app Target GEDWeb!
Busque e visualize suas normas ABNT NBR NM
Recursos exclusivos de busca, leitura por voz,
acesso off-line, navegação por setor e muito mais!
Produto/Serviço relacionado à NBRISO9001

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Corta-chamas — Requisitos de seleção, instalação, especificação e manutenção
NBR16906 de 09/2020

Corta-chamas — Requisitos de seleção, instalação, especificação e manutenção

Controle de fumaça e calor em incêndio
NBR16983 de 02/2022

Controle de fumaça e calor em incêndio

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 3: Sistemas de tubulações
NBR17505-3 de 02/2013

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 3: Sistemas de tubulações

Proteção contra incêndio em túneis rodoviários e urbanos - Operação de emergência em túneis rodoviários e urbanos - Requisitos
NBR16736 de 02/2019

Proteção contra incêndio em túneis rodoviários e urbanos - Operação de emergência em túneis rodoviários e urbanos - Requisitos

Sistemas de detecção e alarme de incêndio Parte 13: Avaliação da compatibilidade dos componentes do sistema
NBRISO7240-13 de 06/2017

Sistemas de detecção e alarme de incêndio Parte 13: Avaliação da compatibilidade dos componentes do sistema

Proteção contra incêndio em subestações elétricas
NBR13231 de 06/2015

Proteção contra incêndio em subestações elétricas

Sistemas de sinalização de emergência - Projeto, requisitos e métodos de ensaio -
NBR16820 de 05/2022

Sistemas de sinalização de emergência - Projeto, requisitos e métodos de ensaio -

Sistemas de detecção e alarme de incêndio - Parte 20: Detectores de fumaça por aspiração
NBRISO7240-20 de 09/2016

Sistemas de detecção e alarme de incêndio - Parte 20: Detectores de fumaça por aspiração

Proteção contra incêndio em depósitos de combustíveis de aviação - Procedimento
NBR12285 de 04/1992

Proteção contra incêndio em depósitos de combustíveis de aviação - Procedimento

Proteção contra incêndio de áreas de armazenamento e exposição de aerossóis, utilizando sistemas de chuveiros automáticos
NBR16812 de 10/2020

Proteção contra incêndio de áreas de armazenamento e exposição de aerossóis, utilizando sistemas de chuveiros automáticos

Abrigos para mangueiras de incêndio e acessórios — Requisitos e métodos de ensaio
NBR16870 de 07/2020

Abrigos para mangueiras de incêndio e acessórios — Requisitos e métodos de ensaio

Prevenção e proteção contra incêndio em instalações aeroportuárias - Procedimento
NBR10720 de 08/1989

Prevenção e proteção contra incêndio em instalações aeroportuárias - Procedimento

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 1: Disposições gerais
NBR17505-1 de 02/2013

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 1: Disposições gerais

Sistemas de proteção por extintores de incêndio
NBR12693 de 01/2021

Sistemas de proteção por extintores de incêndio

Sistemas de detecção e alarme de incêndio – Projeto, instalação, comissionamento e manutenção de sistemas de detecção e alarme de incêndio – Requisitos
NBR17240 de 10/2010

Sistemas de detecção e alarme de incêndio – Projeto, instalação, comissionamento e manutenção de sistemas de detecção e alarme de incêndio – Requisitos

Elementos construtivos envidraçados resistentes ao fogo para compartimentação
NBR14925 de 03/2019

Elementos construtivos envidraçados resistentes ao fogo para compartimentação

Tubos e conexões de poli(cloreto de vinila) clorado (CPVC) para sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos - Requisitos e métodos de ensaio
NBR15647 de 12/2008

Tubos e conexões de poli(cloreto de vinila) clorado (CPVC) para sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos - Requisitos e métodos de ensaio

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 4: Armazenamento em recipientes e em tanques portáteis até 3 000 L
NBR17505-4 de 07/2015

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 4: Armazenamento em recipientes e em tanques portáteis até 3 000 L

Execução de sistemas fixos automáticos de proteção contra incêndio com gás carbônico (CO2) em transformadores e reatores de potência contendo óleo isolante
NBR12232 de 01/2015

Execução de sistemas fixos automáticos de proteção contra incêndio com gás carbônico (CO2) em transformadores e reatores de potência contendo óleo isolante

Sistemas de detecção e alarme de incêndio - Parte 1: Generalidades e definições
NBRISO7240-1 de 11/2017

Sistemas de detecção e alarme de incêndio - Parte 1: Generalidades e definições

Proteção contra incêndio - Símbolos gráficos para projetos
NBR14100 de 03/2022

Proteção contra incêndio - Símbolos gráficos para projetos

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 2: Armazenamento em tanques, em vasos e em recipientes portáteis com capacidade superior a 3 000 L
NBR17505-2 de 07/2015

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 2: Armazenamento em tanques, em vasos e em recipientes portáteis com capacidade superior a 3 000 L

Conjuntos de bombas estacionárias para sistemas automáticos de proteção contra incêndios - Requisitos
NBR16704 de 02/2019

Conjuntos de bombas estacionárias para sistemas automáticos de proteção contra incêndios - Requisitos

Sistema de combate a incêndio por espuma – Espuma de baixa expansão
NBR12615 de 02/2020

Sistema de combate a incêndio por espuma – Espuma de baixa expansão

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 6: Requisitos para instalações e equipamentos elétricos
NBR17505-6 de 02/2013

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 6: Requisitos para instalações e equipamentos elétricos

Proteção contra incêndio em áreas de armazenamento em geral, por meio sistemas de chuveiros automáticos - Requisitos
NBR16981 de 07/2021

Proteção contra incêndio em áreas de armazenamento em geral, por meio sistemas de chuveiros automáticos - Requisitos

Proteção contra incêndio de transportadores de correia utilizando sistemas de chuveiros automáticos - Requisitos
NBR16913 de 12/2020

Proteção contra incêndio de transportadores de correia utilizando sistemas de chuveiros automáticos - Requisitos

Sistemas de detecção e alarme de incêndio - Parte 2: Equipamentos de controle e de indicação de detecção de incêndio
NBRISO7240-2 de 10/2021

Sistemas de detecção e alarme de incêndio - Parte 2: Equipamentos de controle e de indicação de detecção de incêndio

Sistemas de detecção e alarme de incêndio - Parte 23: Dispositivos de alarme visual
NBRISO7240-23 de 07/2016

Sistemas de detecção e alarme de incêndio - Parte 23: Dispositivos de alarme visual

Sistemas de detecção e alarme de incêndio - Parte 11: Acionadores manuais
NBRISO7240-11 de 05/2012

Sistemas de detecção e alarme de incêndio - Parte 11: Acionadores manuais

Símbolos gráficos - Cores e sinais de segurança - Parte 4: Propriedades colorimétricas e fotométricas de materiais de sinais de segurança
NBRISO3864-4 de 02/2019

Símbolos gráficos - Cores e sinais de segurança - Parte 4: Propriedades colorimétricas e fotométricas de materiais de sinais de segurança

Extintores de incêndio — Inspeção e manutenção
NBR12962 de 12/2016

Extintores de incêndio — Inspeção e manutenção

Segurança contra incêndio para sistemas de transporte sobre trilhos - Cálculo de escape de estações metroferroviárias em situação de emergência
NBR16640 de 09/2018

Segurança contra incêndio para sistemas de transporte sobre trilhos - Cálculo de escape de estações metroferroviárias em situação de emergência

Sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos — Requisitos
NBR10897 de 09/2020

Sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos — Requisitos

Símbolos gráficos — Cores e sinais de segurança - Parte 1: Princípios de design para sinais e marcações de segurança
NBRISO3864-1 de 09/2013

Símbolos gráficos — Cores e sinais de segurança - Parte 1: Princípios de design para sinais e marcações de segurança

Tubos e conexões de poli(cloreto de vinila) clorado (CPVC) para sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos - Procedimentos de instalação
NBR15648 de 12/2008

Tubos e conexões de poli(cloreto de vinila) clorado (CPVC) para sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos - Procedimentos de instalação

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 5: Operações
NBR17505-5 de 07/2015

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 5: Operações

Chuveiros automáticos para controle e supressão de incêndios - Especificações e métodos de ensaio
NBR16400 de 04/2018

Chuveiros automáticos para controle e supressão de incêndios - Especificações e métodos de ensaio

Segurança contra incêndio para sistemas ferroviários de transporte de cargas — Requisitos
NBR16888 de 08/2020

Segurança contra incêndio para sistemas ferroviários de transporte de cargas — Requisitos

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 7: Proteção contra incêndio para parques de armazenamento com tanques estacionários
NBR17505-7 de 03/2015

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis - Parte 7: Proteção contra incêndio para parques de armazenamento com tanques estacionários

Sistemas de detecção e alarme de incêndio - Parte 9: Ensaios de fogo para detectores de incêndio
ABNT ISO/TS7240-9 de 09/2017

Sistemas de detecção e alarme de incêndio - Parte 9: Ensaios de fogo para detectores de incêndio

Sistemas de prevenção e proteção contra explosão — Fabricação, processamento e manuseio de partículas sólidas combustíveis — Requisitos
NBR16385 de 06/2015

Sistemas de prevenção e proteção contra explosão — Fabricação, processamento e manuseio de partículas sólidas combustíveis — Requisitos