Text page

A compatibilidade eletromagnética (EMC) de dispositivos de proteção contra as correntes diferenciais-residuais

Quais são os fenômenos em baixa frequência? Quais são as condições de ensaio de imunidade em alta frequência? Quais são as condições de ensaio às descargas eletrostáticas? Qual seria um exemplo de um circuito de ensaio apropriado? Essas questões estão sendo apresentadas na NBR IEC 61543 de 01/2022 - Dispositivos de proteção à corrente diferencial-residual para uso doméstico e similar — Compatibilidade eletromagnética.

19/01/2022 - Equipe Target

NBR IEC 61543 de 01/2022 - Dispositivos de proteção à corrente diferencial-residual para uso doméstico e similar — Compatibilidade eletromagnética

A NBR IEC 61543 de 01/2022 - Dispositivos de proteção à corrente diferencial-residual para uso doméstico e similar — Compatibilidade eletromagnética é destinada a assegurar a compatibilidade eletromagnética (EMC) de dispositivos que asseguram a proteção contra as correntes diferenciais-residuais, com tensões nominais não superiores a 440 V em corrente alternada, destinados principalmente à proteção das pessoas contra os riscos de choques elétricos. Esta norma é aplicável às condições ambientais que ocorrem nas instalações conectadas às redes públicas de baixa tensão ou similares.

Também pode servir de guia para assegurar a compatibilidade eletromagnética (EMC) de produtos destinados para fins de segurança ou para produtos contendo circuitos eletrônicos e para os quais um alto nível de continuidade de serviço é requerido. No que se refere aos requisitos de ensaio EMC não incluídos nas normas de produto, convém fazer referência a esta norma de família de produtos.

Confira algumas perguntas relacionadas a essa norma GRATUITAMENTE no Target Genius Respostas Diretas:

Quais são os fenômenos em baixa frequência?

Quais são as condições de ensaio de imunidade em alta frequência?

Quais são as condições de ensaio às descargas eletrostáticas?

Qual seria um exemplo de um circuito de ensaio apropriado?

Esta norma inclui as definições, as condições eletromagnéticas normais, as condições de funcionamento em serviço e os ensaios eletromagnéticos necessários para os dispositivos que asseguram uma proteção contra as correntes diferenciais-residuais. Aplica-se quando requerido em uma norma de produto e em conjunto com ela. No momento, são as seguintes normas: a série IEC 61008 para os IDR; a série IEC 61009 para os DDR.

Destina-se a ser aplicada também para o mesmo objetivo, em conjunto com as futuras normas IEC, para os dispositivos à corrente diferencial-residual móveis sem dispositivo de proteção contra as sobrecorrentes incorporados para uso doméstico e similar (PRCD), para os dispositivos à corrente diferencial-residual sem proteção contra as sobrecorrentes, incorporados ou projetados para serem associados com as tomadas de corrente fixas (SRCD) – em estudo – e para outros dispositivos à corrente diferencial-residual que incorporam dispositivo de proteção contra as sobrecorrentes. As características EMC dos produtos são geralmente influenciadas pelo projeto e não pelo processo de fabricação, porque os ensaios desta norma devem ser feitos para a verificação do projeto e serão refeitos somente no caso de modificações que influenciam o comportamento da EMC.

As condições normais do ambiente eletromagnético são aquelas que ocorrem nas instalações conectadas às redes públicas de baixa tensão, ou similares. As tabelas abaixo listam os fenômenos eletromagnéticos em baixa frequência e alta frequência considerados nas condições ambientais consideradas.

 

Clique na imagem acima para uma melhor visualização

 

Quanto à emissão eletromagnética dos dispositivos de proteção à corrente diferencial residual, os ensaios de emissão são requeridos somente para os dispositivos de proteção à corrente diferencial residual contendo um oscilador em funcionamento permanente. Estes ensaios devem ser realizados de acordo com a CISPR 14.

Os dispositivos de proteção à corrente diferencial-residual, exceto aqueles que contêm um oscilador de funcionamento permanente, geralmente não geram perturbações contínuas ou transitórias, exceto durante seu processo de comutação. A frequência, o nível e as consequências destas emissões são considerados como parte do ambiente eletromagnético normal das instalações de baixa tensão.

Os dispositivos de proteção à corrente diferencial-residual contendo microprocessadores não são considerados. Para a imunidade eletromagnética dos dispositivos à corrente diferencial-residual – RCD, salvo especificação contrária, os ensaios são realizados sem carga.

Para os efeitos desta norma, os critérios de desempenho da série IEC 61000 são substituídos o que estão descritos nessa norma. Por razões de segurança, alguns níveis de ensaio e de especificações de ensaio foram escolhidos em níveis superiores aos requeridos pela norma da série IEC 61000.

Durante o ensaio que faz referência a este critério de desempenho, o RCD deve permanecer fechado na corrente diferencial-residual aplicada continuamente de 0,3 IΔn e deve disparar a 1,25 IΔn. Durante os ensaios que fazem referência a este critério de desempenho, o RCD não pode disparar.

Após o ensaio, deve ser verificada a conformidade com a IEC 61008-1, 9.9.2.3-a), a IΔn somente. Durante os ensaios que fazem referência a este critério de desempenho, o RCD pode disparar. Após o ensaio, deve ser verificada a conformidade com a IEC 61008-1, 9.9.2.3-a), a IΔn somente. Outros critérios de desempenho estão contidos nas seções das normas do produto, por exemplo, as IEC 61008-1 e/ou IEC 61009-1.

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Dispositivos à corrente diferencial residual do Tipo B e do Tipo F, com e sem proteção contra as sobrecorrentes incorporadas para utilização doméstica e análoga
NBRIEC62423 de 01/2020

Dispositivos à corrente diferencial residual do Tipo B e do Tipo F, com e sem proteção contra as sobrecorrentes incorporadas para utilização doméstica e análoga

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-6: Técnicas de medição e ensaio — Imunidade a perturbação conduzida, induzida por campos de radiofrequência
NBRIEC61000-4-6 de 12/2019

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-6: Técnicas de medição e ensaio — Imunidade a perturbação conduzida, induzida por campos de radiofrequência

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 23: Estação de recarga em corrente contínua para veículos elétricos
NBRIEC61851-23 de 03/2020

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 23: Estação de recarga em corrente contínua para veículos elétricos

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 1: Requisitos gerais
NBRIEC61851-1 de 11/2021

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 1: Requisitos gerais

Interruptores a corrente diferencial-residual para usos doméstico e análogos sem dispositivo de proteção contra sobrecorrentes (RCCB) - Parte 2-1: Aplicabilidade das regras gerais aos RCCB funcionalmente independentes da tensão de alimentação (IEC 61008-2-1:1990, MOD)
NM61008-2-1 de 08/2005

Interruptores a corrente diferencial-residual para usos doméstico e análogos sem dispositivo de proteção contra sobrecorrentes (RCCB) - Parte 2-1: Aplicabilidade das regras gerais aos RCCB funcionalmente independentes da tensão de alimentação (IEC 61008-2-1:1990, MOD)

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-39: Técnicas de medição e ensaio - Campos radiados nas proximidades - Ensaio de imunidade
NBRIEC61000-4-39 de 05/2021

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-39: Técnicas de medição e ensaio - Campos radiados nas proximidades - Ensaio de imunidade

Compatibilidade eletromagnética - Parte 4-30: Técnicas de medição e ensaio - Métodos de medição de qualidade da energia
NBRIEC61000-4-30 de 02/2011

Compatibilidade eletromagnética - Parte 4-30: Técnicas de medição e ensaio - Métodos de medição de qualidade da energia

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-5: Ensaios e técnicas de medição — Ensaio de imunidade a surtos
NBRIEC61000-4-5 de 12/2020

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-5: Ensaios e técnicas de medição — Ensaio de imunidade a surtos

Interruptores a corrente diferencial-residual para usos doméstico e análogos sem dispositivo de proteção contra sobrecorrentes (RCCB) - Parte 1: Regras gerais (IEC 61008-1:1996, MOD)
NM61008-1 de 08/2005

Interruptores a corrente diferencial-residual para usos doméstico e análogos sem dispositivo de proteção contra sobrecorrentes (RCCB) - Parte 1: Regras gerais (IEC 61008-1:1996, MOD)

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-2: Ensaios e técnicas de medição — Ensaio de imunidade de descarga eletrostática
NBRIEC61000-4-2 de 11/2013

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-2: Ensaios e técnicas de medição — Ensaio de imunidade de descarga eletrostática

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 24: Comunicação digital entre a estação de recarga em corrente contínua, para veículos elétricos e o veículo elétrico para o controle da recarga em corrente contínua
NBRIEC61851-24 de 11/2021

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 24: Comunicação digital entre a estação de recarga em corrente contínua, para veículos elétricos e o veículo elétrico para o controle da recarga em corrente contínua

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-3: Técnicas de ensaio e medição - Ensaio de imunidade de campo eletromagnético de radiofrequência irradiado
NBRIEC61000-4-3 de 07/2022

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-3: Técnicas de ensaio e medição - Ensaio de imunidade de campo eletromagnético de radiofrequência irradiado

Instalações elétricas de baixa tensão - Versão comentada, com mais de 229 páginas adicionais de comentários elaborados pelo engenheiro João Cunha
NBR5410 - COMENTADA de 09/2004

Instalações elétricas de baixa tensão - Versão comentada, com mais de 229 páginas adicionais de comentários elaborados pelo engenheiro João Cunha

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-4: Ensaios e técnicas de medição - Ensaio de imunidade a transiente elétrico rápido/salva
NBRIEC61000-4-4 de 01/2015

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-4: Ensaios e técnicas de medição - Ensaio de imunidade a transiente elétrico rápido/salva

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 21-2: Requisitos aplicáveis aos veículos elétricos para conexão por condução a uma alimentação em corrente alternada ou em corrente contínua — Requisitos de compatibilidade eletromagnética (EMC) para sistemas de recarga não embarcados para veículos elétricos
NBRIEC61851-21-2 de 11/2021

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 21-2: Requisitos aplicáveis aos veículos elétricos para conexão por condução a uma alimentação em corrente alternada ou em corrente contínua — Requisitos de compatibilidade eletromagnética (EMC) para sistemas de recarga não embarcados para veículos elétricos

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 21-1: Requisitos EMC para os carregadores embarcados no veículo elétrico para serem conectados à alimentação CA/CC
NBRIEC61851-21-1 de 11/2021

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 21-1: Requisitos EMC para os carregadores embarcados no veículo elétrico para serem conectados à alimentação CA/CC

Dispositivos de proteção à corrente diferencial-residual para uso doméstico e similar — Compatibilidade eletromagnética
NBRIEC61543 de 01/2022

Dispositivos de proteção à corrente diferencial-residual para uso doméstico e similar — Compatibilidade eletromagnética

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-13: Técnicas de ensaio e medição - Harmônicas e inter-harmônicas, incluindo sinalização por rede elétrica na porta de alimentação c.a., ensaios de imunidade de baixa frequência
NBRIEC61000-4-13 de 05/2021

Compatibilidade eletromagnética (EMC) - Parte 4-13: Técnicas de ensaio e medição - Harmônicas e inter-harmônicas, incluindo sinalização por rede elétrica na porta de alimentação c.a., ensaios de imunidade de baixa frequência