Text page

As grades de piso e os degraus de aço conforme a norma técnica

Quais são as tolerâncias para malhas de grades de piso? Qual a tolerância para as deformações das grades de piso? Quais as tolerâncias permitidas para degraus? Qual é a resistência à carga de uso para trânsito de veículos? Qual é o valor adicional para cargas concentradas? Essas dúvidas estão sendo solucionadas no texto sobre os requisitos para as grades de piso e degraus de aço.

26/09/2018 - Equipe Target

NBR 16696 de 08/2018: os requisitos para as grades de piso e degraus de aço

A NBR 16696 de 08/2018 - Grades de piso e degraus de aço inoxidável e aço-carbono eletrofundidos e galvanizados por imersão a quente - Requisitos estabelece os requisitos para projeto, fabricação e montagem de grades de piso e degraus de aço inoxidável e de aço-carbono eletrofundidos para aplicação em estruturas metálicas, como passarelas, rampas, plataformas, canaletas e outras aplicações para indústria e construção civil.

Consulte algumas perguntas relacionadas a essa norma GRATUITAMENTE no Target Genius Respostas Diretas:

Quais são as tolerâncias para malhas de grades de piso?

Qual a tolerância para as deformações das grades de piso?

Quais as tolerâncias permitidas para degraus?

Qual é a resistência à carga de uso para trânsito de veículos?

Qual é o valor adicional para cargas concentradas?

As grades de piso são designadas de pelas letras L ou SR, conforme a seguir: L – grades de piso com barras principais lisas, SR – grades de piso com barras principais serrilhadas. As grades de piso são designadas pelas malhas formadas entre as barras principais e secundárias, conforme a seguir: A × B / h × e, onde A é a distância entre os centros das barras principais; B é a distância entre os centros das barras secundárias; h é a altura da barra principal; e é a espessura da barra principal.

As barras principais das grades de piso devem ser formadas por barras chatas e atender aos requisitos de uma das seguintes normas: para aço-carbono: ASTM A36, ASTM A572, ASTM A1011 e ABNT NBR 6650; para aço inoxidável: ASTM A666. As barras secundárias das grades de piso devem ser formadas por barras redondas lisas ou torcidas e atender aos requisitos de uma das seguintes normas: para aço-carbono: SAE J403; para aço inoxidável: ASTM A666.

Outras especificações para as matérias-primas podem ser adotadas por acordo prévio entre o produtor e o comprador. As dimensões das grades de pisos devem ser especificadas de acordo com a figura abaixo.

Clique na imagem acima para uma melhor visualização

As dimensões das grades de pisos fornecidas de acordo com esta norma devem estar de acordo com o determinado na encomenda. Na largura, as dimensões das grades de pisos de acordo com esta norma são normalmente fornecidas nas larguras de 1 m. Grades com outras larguras podem ser fabricadas mediante acordo prévio. As dimensões das grades de pisos de acordo com esta norma são normalmente fornecidas nos comprimentos de até 2 m. Grades com outros comprimentos podem ser fabricados mediante acordo prévio. As malhas de grades de piso de acordo com esta Norma estão estabelecidas são indicadas na tabela abaixo.

Clique na imagem acima para uma melhor visualização

As dimensões dos degraus segundo esta norma são normalmente fornecidas nos comprimentos de 600 mm a 1.200 mm. Degraus com outros comprimentos podem ser fabricados mediante acordo prévio. As opções de malhas para degraus são malhas de 25 mm × 50 mm, 25 mm × 100 mm, 30 mm × 50 mm, 30 mm × 100 mm, 35 mm × 50 mm ou 35 mm × 100 mm, onde as barras principais têm altura de 25 mm, 30 mm, 35 mm ou 40 mm e espessura de 3 mm ou 5 mm.

As chapas de fixação lateral dos degraus fabricados conforme esta norma devem ter dimensões de 65 mm × 4,75 mm para barras principais de 25 mm e 30 mm de altura, ou 75 mm × 4,75 mm para barras principais de 35 mm e 40 mm de altura. As informações a serem consideradas são as seguintes: número desta norma; tipo de aço; sobrecarga e tipos de carga; tipo de grade de piso (conforme 4.1); dimensões externas e malha da grade de piso, em milímetros; altura e espessura da barra principal; acabamento da grade de piso; outros requisitos adicionais estabelecidos por acordo prévio.

Como informação, podem constar dados sobre uso detalhado e processamentos que o material vai sofrer. A marcação deve ser feita individualmente ou em etiquetas colocadas nos paletes, de forma legível e indelével, com as seguintes informações: nome ou símbolo do produtor; número desta norma; designação do tipo de grade de piso (conforme 4.1). Requisitos adicionais de marcação são motivos de acordo prévio entre produtor e comprador.

Quanto aos critérios de aceitação e rejeição, devem ser aprovadas as grades para pisos e degraus que atenderem a todos os requisitos desta norma, sendo rejeitadas as demais. Para as características rejeitadas, é permitido reensaio. Neste caso, deve ser tomado o dobro de amostras previstas em cada ensaio. O lote deve ser aprovado quando não ocorrerem falhas em qualquer das amostras reensaiadas. Caso contrário, o lote deve ser rejeitado.

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Alumínio e suas ligas — Tratamento de superfície — Requisitos para revestimento orgânico para fins arquitetônicos
NBR14125 de 12/2016

Alumínio e suas ligas — Tratamento de superfície — Requisitos para revestimento orgânico para fins arquitetônicos

Projeto e execução de estruturas de concreto pré-moldado
NBR9062 de 03/2017

Projeto e execução de estruturas de concreto pré-moldado

Galvanização por imersão a quente de produtos de aço e ferro fundido - Especificação
NBR6323 de 07/2016

Galvanização por imersão a quente de produtos de aço e ferro fundido - Especificação

Alumínio e sua ligas - Tratamento de superfície - Película seca de tintas e vernizes - Determinação da resistência ao impacto
NBR14127 de 01/2008

Alumínio e sua ligas - Tratamento de superfície - Película seca de tintas e vernizes - Determinação da resistência ao impacto

Saídas de emergência em edifícios
NBR9077 de 12/2001

Saídas de emergência em edifícios

Produtos de ligas de alumínio para uso estrutural na arquitetura e na construção civil — Especificação
NBR15329 de 11/2014

Produtos de ligas de alumínio para uso estrutural na arquitetura e na construção civil — Especificação

Carga móvel rodoviária e de pedestres em pontes, viadutos, passarelas e outras estruturas
NBR7188 de 10/2013

Carga móvel rodoviária e de pedestres em pontes, viadutos, passarelas e outras estruturas

Concreto de cimento Portland - Preparo, controle, recebimento e aceitação - Procedimento
NBR12655 de 02/2022

Concreto de cimento Portland - Preparo, controle, recebimento e aceitação - Procedimento

Concreto - Ensaio de compressão de corpos de prova cilíndricos
NBR5739 de 05/2018

Concreto - Ensaio de compressão de corpos de prova cilíndricos

Aduelas (galerias celulares) de concreto armado pré-moldadas - Requisitos e métodos de ensaios
NBR15396 de 12/2018

Aduelas (galerias celulares) de concreto armado pré-moldadas - Requisitos e métodos de ensaios

Grades de piso e degraus de aço inoxidável e aço-carbono eletrofundidos e galvanizados por imersão a quente - Requisitos
NBR16696 de 08/2018

Grades de piso e degraus de aço inoxidável e aço-carbono eletrofundidos e galvanizados por imersão a quente - Requisitos