Text page

SAE J2380: teste de vibração de bateria de veículos elétricos

Essa norma da SAE International, editada em 2013, descreve os testes de vibração para a durabilidade de uma única bateria (unidade de teste), sendo constituída por um módulo de bateria ou vários módulos de bateria para veículos elétricos.

13/03/2014 - Equipe Target

A importância das baterias em um veículo elétrico

A SAE J2380:2013 - Vibration Testing of Electric Vehicle Batteries descreve os testes de vibração para a durabilidade de uma única bateria (unidade de teste), sendo constituída por um módulo de bateria ou um pacote de baterias para veículos elétricos. Para fins estatísticos, múltiplas amostras normalmente devem estar sujeitas a tais testes.

Além disso, algumas unidades podem ser submetidas ao teste de ciclo de vida (ou depois ou durante o ensaio de vibração) para determinar os efeitos de vibração sobre a vida útil da bateria. Tal teste de vida não é descrito nesta norma, pois a SAE J2288 pode ser utilizada para este fim, conforme aplicável. Finalmente, o teste de impacto, tais como acidente e buraco, não está incluído nesta norma.

Na verdade, um carro elétrico é a sua bateria, por isso a importância de se fazer testes nas suas baterias. Diferentemente das baterias da maioria dos carros, que servem principalmente para ligar o motor e acessórios como o rádio ou o condicionador de ar, a bateria de um carro elétrico serve para tudo. Em primeiro lugar, ela aciona o motor elétrico ou, mais precisamente, ela liga um controlador, que por sua vez envia energia para o motor elétrico. Então, ela precisa ser potente e durar o bastante para levar os motoristas aonde eles precisam ir com um mínimo de recarga.

Até recentemente, nenhuma bateria foi fabricada que pudesse tornar os carros elétricos competitivos com os movidos a gasolina. Porém, isso está começando a mudar. Os carros elétricos não só tornaram-se viáveis, mas espera-se que agora eles comecem a sair das linhas de montagem dos grandes fabricantes de automóveis.

Os fabricantes de automóveis identificaram três tipos de baterias recarregáveis adequadas para um carro elétrico. Os tipos são: baterias de ácido chumbo, baterias de hidreto metálico de níquel (NiMH) e baterias de íon lítio (Li-ion). As baterias de ácido chumbo foram inventadas em 1859 e são a forma mais antiga de bateria recarregável ainda em uso. Elas são usadas em todos os tipos de carros, incluindo carros elétricos, desde o século 19. As baterias de ácido chumbo são um tipo de bateria de placa submersa e geralmente contêm uma solução amena de ácido sulfúrico em um recipiente aberto. O nome vem da combinação dos eletrodos de chumbo e do ácido utilizado para gerar eletricidade nessas baterias.

As baterias de hidreto metálico de níquel entraram no mercado no final dos anos 80. Elas possuem uma alta densidade de energia, ou seja, uma grande quantidade de energia pode ser contida numa bateria relativamente pequena. E elas não contêm metais tóxicos, por isso são fáceis de reciclar.

As baterias de íon lítio, que entraram no mercado no início dos anos 90, possuem uma densidade de energia muito alta e, diferente da maioria das baterias, elas não perdem a carga quando não são utilizadas, uma propriedade chamada autodescarga. Por causa do pouco peso e dos baixos requerimentos para manutenção, as baterias de íon lítio são largamente usadas em aparelhos eletrônicos como computadores laptop.

Alguns especialistas acreditam que as baterias de íon de lítio sejam o mais próximo que a ciência chegou do desenvolvimento de uma bateria recarregável perfeita, e este tipo de bateria é a melhor para fazer os carros rodarem em um futuro próximo. Uma variação das baterias de íon lítio, as chamadas baterias de polímero de íon lítio, também provarão o seu valor no futuro dos carros elétricos. Essas baterias podem acabar custando menos para construir do que as baterias de íon lítio, porém atualmente as baterias de polímero de íon lítio são muito caras.

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 21: Requisitos de veículos elétricos para a conexão condutiva a uma alimentação em corrente alternada ou contínua
NBRIEC61851-21 de 11/2021

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 21: Requisitos de veículos elétricos para a conexão condutiva a uma alimentação em corrente alternada ou contínua

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 1: Requisitos gerais
NBRIEC61851-1 de 11/2021

Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 1: Requisitos gerais

Plugues, tomadas, tomadas móveis para veículo elétrico e plugues fixos para veículos elétricos - Recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 2: Requisitos dimensionais de compatibilidade e de intercambiabilidade para os acessórios com pinos e contatos tubulares em corrente alternada
NBRIEC62196-2 de 05/2021

Plugues, tomadas, tomadas móveis para veículo elétrico e plugues fixos para veículos elétricos - Recarga condutiva para veículos elétricos - Parte 2: Requisitos dimensionais de compatibilidade e de intercambiabilidade para os acessórios com pinos e contatos tubulares em corrente alternada