Text page

E-book: um checklist de auditoria de processo de manufatura

Esse e-book ASQ/Target descreve um checklist completo de uma de auditoria de processo de manufatura que foi desenvolvido para ser utilizado com a norma ISO 9001.

07/10/2013 - Equipe Target

E-book ASQ/Target em destaque

A publicação The process approach audit checklist for manufacturing, de autoria de Karen Welch, é um manual que foi desenvolvido para ajudar qualquer pessoa envolvida com a realização de auditorias ou no planejamento do sistema de qualidade, incluindo auditores de qualidade, gerentes de qualidade, coordenadores de sistemas da qualidade, representantes da gestão e engenheiros de qualidade. Além disso, os potenciais auditados em qualquer função ou posição devem encontrar as perguntas úteis na preparação para uma auditoria.

Embora o checklist possa ser alterado quando se trata de uma empresa de serviços, o manual foi criado com foco no setor industrial para cobrir processos comuns, tais como produção, gestão, cliente, design e desenvolvimento, treinamento, compras, etc. O manual inclui: um breve panorama da abordagem de processo, a discussão de áreas problemáticas frequentemente encontradas pelos auditores, a lista de verificação de auditoria de processos e formulários a serem utilizados em conjunto com a lista de verificação de auditoria do processo para aumentar a sua eficácia.

O objetivo desse manual sempre foi o de produzir uma lista de verificação ou checklist baseada na ISO 9001 e que poderia ser usado para realizar uma auditoria baseado em processo. Esta lista de verificação, apresentado no Capítulo 3, é feito para ser usada como uma ferramenta por auditores treinados.

Embora tenha sido a intenção do autor cobrir as necessidades básicas da norma ANSI/ISO/ASQ Q 9001, em sua organização pode-se encontrar e acrescentar perguntas para assegurar que todos os requisitos são dirigidos para um sistema de qualidade. Além disso, as perguntas originais dos procedimentos da organização e a instruções de trabalho devem ser adicionados para otimizar a auditoria.

Além da lista, este manual fornece uma visão geral da abordagem de processo. Não é intenção do autor fornecer instruções detalhadas na abordagem de processo. Isso porque há muitas outras referências prontamente disponíveis que já cobrem completamente esse objetivo; O Capítulo 1 destina-se a resumir o método, em vez de repetir as informações disponíveis em outros lugares. Este capítulo também inclui estratégias para a realização de auditorias internas. O Capítulo 2 descreve os erros mais comuns encontrados durante a auditorias de terceira parte da ISO 9001. Por estar ciente destes erros comuns, a sua organização poderá ser capaz de evitá-los.

Como auditor de terceira parte, tenho visto as limitações originais dos processos internos de auditoria de qualidade, devido a existência de auditores internos inexperientes. Muitos me dizem que simplesmente não têm certeza do que perguntar. Afinal, a maior parte deles só auditam uma ou duas vezes por ano. Como eles poderiam ser tão eficazes quanto alguém que realiza auditorias profissionais? Utilizando a lista de verificação deste manual toma a adivinhação fora do processo de auditoria interna. Você terá muitos benefícios, incluindo:

1. Perguntas escritas por um auditor profissional de terceira parte.

2. As ferramentas necessárias para realizar uma auditoria de sucesso do início ao término utilizando uma verdadeira abordagem de processo. Ao usar a lista de verificação e seus anexos, os auditores internos serão obrigados a uma auditoria de processos e a realizar o follow-up em áreas associadas e maximizar os benefícios.

3. Uma auditoria que prepara todos os níveis e funções na organização de um processo de auditoria de terceira parte vencedora. Eu continuamente acho que as pessoas se surpreendem quando eu faço perguntas tais como: Como você mede seus processos? A principal razão para essa surpresa é a falta de treinamento e de compreensão. Eles não estavam esperando ser convidados para a evidência da melhoria contínua nos seus processos, especialmente o suporte aos processos. No entanto, se os seus auditores internos realizarem perguntas como essas, a sua gestão e seu pessoal não vão ser pegos sem proteção durante as auditorias externas

4. Os benefícios de uma auditoria baseada em processos, sem a contratação de um profissional.

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Diretrizes para auditoria de sistemas de gestão
NBRISO19011 de 12/2018

Diretrizes para auditoria de sistemas de gestão

Responsabilidade social - Sistema de gestão - Diretrizes para execução de auditoria
NBR16003 de 03/2015

Responsabilidade social - Sistema de gestão - Diretrizes para execução de auditoria

Diretrizes para auditoria de sistemas da qualidade - Parte 1: Auditoria
NM-ISO10011-1 de 08/2007

Diretrizes para auditoria de sistemas da qualidade - Parte 1: Auditoria

Diretrizes para auditoria de sistemas da qualidade - Parte 3: Gestão de programa de auditoria
NM-ISO10011-3 de 08/2007

Diretrizes para auditoria de sistemas da qualidade - Parte 3: Gestão de programa de auditoria

Diretrizes para auditoria de sistemas da qualidade - Parte 2: Critérios para qualificação de auditores de sistema de qualidade
NM-ISO10011-2 de 08/2007

Diretrizes para auditoria de sistemas da qualidade - Parte 2: Critérios para qualificação de auditores de sistema de qualidade