Text page

AHAM HLW-2: a avaliação do desempenho de lavadoras de roupas domésticas

Essa norma, publicada pela Association of Home Appliance Manufacturers (AHAM) em 2020, tem o objetivo de estabelecer um procedimento uniforme e repetível para avaliar o desempenho de lavadoras de roupas domésticas. Esta norma fornece meios técnicos para comparar e avaliar o desempenho de diferentes marcas e modelos de lavadoras de roupas domésticas e não se destina a inibir melhorias e inovações em testes, design ou desempenho de produtos.

26/01/2022 - Equipe Target

O desempenho das lavadoras de roupas domésticas

A AHAM HLW-2:2020 - Performance Evaluation Procedures for Household Clothes Washers tem o objetivo de estabelecer um procedimento uniforme e repetível para avaliar o desempenho de lavadoras de roupas domésticas. Esta norma fornece meios técnicos para comparar e avaliar o desempenho de diferentes marcas e modelos de lavadoras de roupas domésticas e não se destina a inibir melhorias e inovações em testes, design ou desempenho de produtos.

Ela se aplica a lavadoras de roupas domésticas automáticas e equipamentos combinados de lavadora e secadora. Com relação ao equipamento combinado de lavadora e secadora, esta norma cobre apenas a função de lavagem. Inclui definições e métodos de teste para avaliar o desempenho de vários ciclos de lavadoras de roupas domésticas.

Conteúdo da norma

1. Propósito ................................ 1

2. Escopo ................................... 1

3. Definições ...... ....................... 1

3.1 Carga base ........................ 1

3.2 Completamente seco .................. 1

3.3 Ciclo de condicionamento .............1

3.4 Ciclo ........... .......................... 1

3.5 Máquina de lavar com eixo horizontal (horizontal axis - HA) .................. 1

3.6 Normalização ..............................1

3.7 Pré-tratamento ....... .............. 1

3.8 Replicação ....... .................. 1

3.9 Carga de enchimento ......... ................1

3.10 Carga de teste ........................... 1

3.11 Máquina de lavar com eixo vertical (vertical axis - VA..........1

4. Condições gerais de teste .............................. 2

4.1 Equipamento ...................... ................... 2

4.2 Cargas de base ............ ................... 2

4.3 Carga de enchimento ................... ....3

4.4 Preparação e manutenção da carga de teste.................. 3

4.5 Água ....... ..............................4

4.6 Fornecimento de eletricidade.............. ......4

4.7 Detergente de teste padrão (fórmula 3) ................... 4

4.8 Ciclo de condicionamento ..................4

4.9 Considerações técnicas ............................ 5

5. Dobrar e carregar a carga de teste.......................... 6

5.1 Geral ........... ....................... 6

5.2 Dobrar os itens antes de carregar a máquina de lavar roupa........................... 6

5.3 Carregando itens na máquina de lavar lavadora - regras gerais...................................8

5.4 Requisitos de carregamento - máquinas de lavar eixo horizontal........................... 11

5.5 Requisitos de carregamento – máquinas de lavar eixo vertical..................................... 15

6 Teste de remoção de solo/mancha...................... 22

6.1 Propósito ......................... 22

6.2 Equipamento ........................ 22

6.3 Materiais ....... ................... 22

6.4 Calibração de tiras de teste de solo/mancha...... 22

6.5 Preparação.................... 23

6.6 Procedimento ..................... 23

6.7 Pontuação ......................... 26

7 Teste de ação mecânica ............................ 28

7.1 Propósito ......................... 28

7.2 Equipamento ........................ 28

7.3 Materiais .............. ................... 28

7.4 Preparação...................... ............... 28

7.5 Procedimento ........ .................. 29

7.6 Coleta de dados e pontuação .................... 30

8 Teste de remoção de areia .............. ..... 33

8.1 Propósito .............. ....................... 33

8.2 Equipamento ...... .................... 33

8.3 Materiais ......... .................... 33

8.4 Preparação da areia ............ ...... 33

8.5 Preparação da carga ............ ...... 34

8.6 Procedimento .................................. 34

8.7 Remoção de areia da roupa ................... 35

8.8 Concluindo testes............. ....... 35

8.9 Análise de dados ....... ........... 36

9 Teste de eficácia de enxaguamento.................. 38

9.1 Objetivo e visão geral .............................. 38

9.2 Equipamento ............ .................... 38

9.3 Materiais ............. .................. 39

9.4 Curva de concentração ...................... 39

9.5 Procedimentos – gerais ....................... 46

9.6 Adquirindo amostras ..................... .... 47

9.7 Medições de absorção de UV.................... 49

9.8 Cálculos ..................... ............ 51

10 Teste de retenção de água ................. 53

10.1 Propósito ............ ................... 53

10.2 Equipamento ............... .............. 53

10.3 Materiais........................ ........... 53

10.4 Preparação ............................ ........... 53

10.5 Procedimento.................. .............. 54

10.6 Análise de dados ........... ........ 54

11 Teste de ação sem embaraços ........................ 57

11.1 Propósito ................. ................... 57

11.2 Equipamento ................... .............. 57

11.3 Materiais ...................... .............. 57

11.4 Procedimento........................ .............. 57

11.5 Análise de dados para teste de emaranhado......................... 59

12 Análise de dados (geral) .............................. 61

12.1 Definições............................ .............. 61

12.2 Fórmula de cálculo ............................. 61

13 Segurança ........... ......................... 62

Anexo A (normativo) Materiais de ensaio e equipamentos de ensaio ................ 63

A.1 Carga base........................... ........... 63

A.2 Carga de enchimento............................ 63

A.3 Energia para as roupas............... ........... 63

A.4 Camisas para seção 11, teste de ação livre de embaralhamento .............. 63

A.5 Detergente padrão (fórmula 3) ............... 63

A.6 Fita de teste para remoção de solo/mancha............ 64

A.7 Requisitos de desempenho para detergente e fixação de solo/mancha......... 65

A.8 Amostras de teste de ação mecânica............... 66

A.9 Areia para teste de remoção de areia........................ 67

A.10 Colorímetro e espectrocolorímetro................... 67

A.11 Equipamento de teste para a seção 9, eficácia de enxaguamento ............. 68

A.12 Materiais de teste para a seção 9, eficácia de enxaguamento ................... 68

Anexo B (informativo) Fontes de materiais e equipamentos de ensaio......... 70

Anexo C. (informativo) Manutenção de perfis de idade nas cargas de base ....... 71

C.1 Construindo cargas ......................... .... 71

c.2 Manutenção da carga ............................... 71

Anexo D (normativo) Tabelas de emaranhado................ 74

Anexo E (informativo) Limpeza de cubeta e vidros de quartzo e manuseio para teste de eficácia de enxaguamento.................. 79

E.1 Propósito ............. ....................... 79

E.2 Cubetas....................... ....................... 79

E.3 Limpeza geral ............................... ...... 79

E.4 Limpeza periódica do vidro ........................ 79

Anexo F (informativo) Verificação da calibração do espectrofotômetro de UV............. 81

F.1 Propósito ...................... ....................... 81

F.2 Calibração do comprimento de onda...................... 81

F.3 Luz difusa ............................ .................. 81

F.4 Precisão fotométrica ............................ 81

f.5 Autoverificação do instrumento.................. 81

Anexo G Dados e cálculo de amostra de eficácia de enxaguamento ................... 82

Para as condições gerais de teste, para conveniência do usuário, o equipamento específico necessário para qualquer teste está listado na Seção que cobre esse teste. Além disso, recomenda-se que o pré-tratamento e a normalização das cargas sejam realizados em uma lavadora de roupas separada e reservada especificamente para esse fim.

A carga base é projetada para simular as cargas do consumidor usando peças de teste que são reprodutíveis e facilitam a repetibilidade do teste. A carga base deve ser composta por itens que simulem lençóis, fronhas e toalhas conforme especificado no Anexo A.A.1. A provisão é feita para testar com vários tamanhos de carga, e o número de itens para vários pesos nominais de carga de teste é dado na Tabela 2 (Seção 5).

O peso da carga indicado deve ser o peso da carga base. O peso das tiras de teste e/ou amostras adicionadas é ignorado. Todos os tamanhos de carga dados em libras (lb) nesta norma são pesos “secos” (consulte 4.4.3 para descrição do procedimento de secagem óssea).

Para a conversão de tamanho de carga entre IEC e AHAM, 1 kg de carga de teste IEC é de aproximadamente 975 gramas de carga de base IEC (a tira de mancha é de aproximadamente 25 gramas e há 1 por kg). 975 gramas de carga de base IEC são aproximadamente 907 gramas secos (estimando a diferença entre as condições de controle climático e secos em aproximadamente 7%). 907 g de carga de base seca são iguais a 1,999 lb (com 1 lb sendo igual a 453,59237 g). Portanto: 1 kg de carga de teste IEC se traduz quase exatamente em 2 lb de carga AHAM.

Para facilitar o uso desta norma para usuários da norma IEC 60456, esta norma também menciona a massa de carga de teste IEC em kg IEC correspondente à massa de carga base AHAM em lb. O procedimento para compor uma carga de teste é o descrito a seguir. A carga base é montada utilizando o número exato de itens especificado na Tabela 2 para o peso desejado. A carga base montada é pesada. Se o peso medido diferir do peso nominal em mais de 0,12 lb (50 g), o ajuste final do peso de carga base é feito adicionando ou removendo toalhas conforme necessário.

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Cabos flexíveis isolados com borracha etilenopropileno (EPR), para aplicações especiais em cordões conectores de aparelhos eletrodomésticos, em tensões até 500 V
NBR14898 de 09/2002

Cabos flexíveis isolados com borracha etilenopropileno (EPR), para aplicações especiais em cordões conectores de aparelhos eletrodomésticos, em tensões até 500 V

Diretrizes de ensaios para a determinação de ruído acústico de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 3: Procedimentos para a determinação e verificação de valores declarados de emissão sonora
NBR13910-3 de 07/1998

Diretrizes de ensaios para a determinação de ruído acústico de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 3: Procedimentos para a determinação e verificação de valores declarados de emissão sonora

Aparelhos eletrodomésticos e similares - Segurança - Parte 2-42: Requisitos particulares para fornos elétricos à convecção forçada, cozedores a vapor e fornos combinados
NBRIEC60335-2-42 de 07/2013

Aparelhos eletrodomésticos e similares - Segurança - Parte 2-42: Requisitos particulares para fornos elétricos à convecção forçada, cozedores a vapor e fornos combinados

Segurança de aparelhos eletrodomésticos e similares - Segurança - Parte 2-5: Requisitos particulares para máquinas de lavar louça
NBRIEC60335-2-5 de 07/2012

Segurança de aparelhos eletrodomésticos e similares - Segurança - Parte 2-5: Requisitos particulares para máquinas de lavar louça

Segurança de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2-34: Requisitos particulares para motocompressores (IEC 60335-2-34:1993 - 3ª edição, MOD)
NBRNM60335-2-34 de 01/2007

Segurança de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2-34: Requisitos particulares para motocompressores (IEC 60335-2-34:1993 - 3ª edição, MOD)

Segurança de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2: Requisitos particulares para ferramentas móveis de aquecimento e aparelhos similares (IEC 60335-2-45:1996, MOD)
NBRNM60335-2-45 de 11/2004

Segurança de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2: Requisitos particulares para ferramentas móveis de aquecimento e aparelhos similares (IEC 60335-2-45:1996, MOD)

Cabos e cordões flexíveis com isolação extrudada de polietileno clorossulfonado (CSP) para tensões até 500 V — Requisitos de desempenho
NBR14633 de 02/2015

Cabos e cordões flexíveis com isolação extrudada de polietileno clorossulfonado (CSP) para tensões até 500 V — Requisitos de desempenho

Segurança de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2-102: Requisitos particulares para aparelhos de combustão a gás, óleo ou combustíveis sólidos providos de conexões elétricas (IEC 60335-2-102:2009 - edição 1.1, MOO)
NBRNM60335-2-102 de 03/2013

Segurança de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2-102: Requisitos particulares para aparelhos de combustão a gás, óleo ou combustíveis sólidos providos de conexões elétricas (IEC 60335-2-102:2009 - edição 1.1, MOO)

Cabos e cordões flexíveis isolados com policloreto de vinila (PVC), para aplicações especiais em cordões conectores de aparelhos eletrodomésticos, em tensões até 500 V
NBR14897 de 09/2002

Cabos e cordões flexíveis isolados com policloreto de vinila (PVC), para aplicações especiais em cordões conectores de aparelhos eletrodomésticos, em tensões até 500 V

Segurança de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 1: Requisitos gerais (IEC 60335-1:2006 - edição 4.2, MOD)
NBRNM60335-1 de 06/2010

Segurança de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 1: Requisitos gerais (IEC 60335-1:2006 - edição 4.2, MOD)

Diretrizes de ensaios para a determinação de ruído acústico de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2: Requisitos particulares para secadores de cabelo
NBR13910-2-2 de 07/1998

Diretrizes de ensaios para a determinação de ruído acústico de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2: Requisitos particulares para secadores de cabelo

Diretrizes de ensaios para a determinação de ruído acústico de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2: requisitos particulares para refrigeradores, congeladores, combinados e similares
NBR13910-2-1 de 07/1997

Diretrizes de ensaios para a determinação de ruído acústico de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2: requisitos particulares para refrigeradores, congeladores, combinados e similares

Aparelhos eletrodomésticos e similares - Segurança - Parte 2-6: Requisitos particulares para fogões estacionários, fogões de mesa, fornos e aparelhos similares
NBRIEC60335-2-6 de 12/2012

Aparelhos eletrodomésticos e similares - Segurança - Parte 2-6: Requisitos particulares para fogões estacionários, fogões de mesa, fornos e aparelhos similares

Diretrizes de ensaios para a determinação de ruído acústico de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 1: Requisitos gerais
NBR13910-1 de 07/1997

Diretrizes de ensaios para a determinação de ruído acústico de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 1: Requisitos gerais

Compatibilidade eletromagnética - Requisitos para eletrodomésticos, ferramentas elétricas e aparelhos similares - Parte 1: Emissão
NBRIEC/CISPR14-1 de 09/2021

Compatibilidade eletromagnética - Requisitos para eletrodomésticos, ferramentas elétricas e aparelhos similares - Parte 1: Emissão

Diretrizes de ensaios para a determinação de ruído acústico de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2: Requisitos particulares para liquidificadores
NBR13910-2-3 de 07/1998

Diretrizes de ensaios para a determinação de ruído acústico de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2: Requisitos particulares para liquidificadores

Aparelho eletrodoméstico fixo de aquecimento instantâneo de água - Determinação da eficiência energética
NBR15001 de 11/2003

Aparelho eletrodoméstico fixo de aquecimento instantâneo de água - Determinação da eficiência energética

Segurança de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2: Requisitos particulares para ferros elétricos de passar roupa (IEC 60335-2-3:1993 MOD)
NBRNM60335-2-3 de 03/2005

Segurança de aparelhos eletrodomésticos e similares - Parte 2: Requisitos particulares para ferros elétricos de passar roupa (IEC 60335-2-3:1993 MOD)

Aparelhos eletrodomésticos e aparelhos elétricos similares - Segurança - Parte 2-76: Requisitos específicos para eletrificadores de cerca
NBRIEC60335-2-76 de 12/2007

Aparelhos eletrodomésticos e aparelhos elétricos similares - Segurança - Parte 2-76: Requisitos específicos para eletrificadores de cerca