Text page

A instalação dos elevadores com acessibilidade para pessoas com deficiência

Quais são as dimensões mínimas da cabina – com uma única entrada ou com duas entradas? Quais devem ser as dimensões da seção transversal dos corrimãos? Quais devem ser os dispositivos de controle para os sistemas de controle de destino? Em relação aos dispositivos de controle, quais devem ser os requisitos para os arranjos? Esses questionamentos estão sendo exibidos na NBR 16858-3 de 01/2022 - Elevadores — Requisitos de segurança para construção e instalação - Parte 3: Acessibilidade em elevadores para pessoas, incluindo pessoas com deficiência.

19/01/2022 - Equipe Target

NBR 16858-3 de 01/2022 - Elevadores — Requisitos de segurança para construção e instalação - Parte 3: Acessibilidade em elevadores para pessoas, incluindo pessoas com deficiência

A NBR 16858-3 de 01/2022 - Elevadores — Requisitos de segurança para construção e instalação - Parte 3: Acessibilidade em elevadores para pessoas, incluindo pessoas com deficiência estabelece os requisitos para o acesso e uso seguros e independentes de elevadores por uma ampla faixa de pessoas, incluindo pessoas com deficiência. É aplicável aos elevadores de passageiros e elevadores de passageiros e carga, novos, de acordo com a NBR 16858-1. Para orientações sobre soluções para melhoria de acessibilidade e usabilidade, ver Anexo D. Para outros tipos de elevadores, por exemplo, elevadores inclinados, esta norma pode ser utilizada como referência.

Acesse algumas questões relacionadas a essa norma GRATUITAMENTE no Target Genius Respostas Diretas:

Quais são as dimensões mínimas da cabina – com uma única entrada ou com duas entradas?

Quais devem ser as dimensões da seção transversal dos corrimãos?

Quais devem ser os dispositivos de controle para os sistemas de controle de destino?

Em relação aos dispositivos de controle, quais devem ser os requisitos para os arranjos?

Existem os perigos, as situações perigosas e eventos perigosos significativos na medida em que são tratados nesta parte da NBR 16858, identificados por avaliação de risco como significativos para este tipo de maquinaria, requerendo ações para eliminar ou reduzir o risco (ver tabela abaixo). Nessa parte, as barreiras à acessibilidade e os riscos adicionais encontrados pela pessoa com deficiência ou por dispositivos utilizados por essa pessoa são identificados particularmente na tabela abaixo, N° 8 (perigos ergonômicos).

 

Clique na imagem acima para uma melhor visualização

 

 

Os elevadores de passageiros e elevadores de passageiro e carga devem estar em conformidade com os requisitos da NBR 16858-1 e com os requisitos de segurança e/ou com as medidas de proteção desta parte. Além disso, os elevadores de passageiros e elevadores de passageiros e carga devem ser projetados de acordo com os princípios da NBR ISO 12100 quanto aos perigos relevantes, porém não significativos, que não são tratados nesta parte (por exemplo, arestas vivas).

Os valores de reflectância da luz sob ângulos de visão de acordo com a Tabela 2 disponível na norma, levando em consideração as condições de iluminação e os reflexos de tetos, paredes e pisos, podem ser determinados por uma foto em preto e branco de uma amostra com uma escala LRV adjacente, bem como comparando as superfícies da amostra com a escala LRV. Alternativamente, colocando uma escala LRV contra a superfície de interesse, uma correspondência razoável pode ser identificada.

Em superfícies refletivas brilhantes, reflexos desfavoráveis podem reduzir o contraste de luminância determinado pelo método LRV. Tons de cor clara para superfícies de teto e parede, materiais refletivos difusos e uma ampla distribuição de luz evitam reflexos perturbadores nos controles. Para orientações adicionais sobre contraste, ver ISO 21542:2011, B.7.2 e a NBR 9050:2020, Anexo B.

Quando um sinal sonoro ou um anúncio de voz for requerido, o nível sonoro deve ser ajustável entre 35 dB(A) e pelo menos 65 dB(A), para se adequar às condições do local. Em ambientes ruidosos (por exemplo, em pavimentos de estações de trem), o ajuste do nível sonoro máximo deve ser estendido para 80 dB(A) para o pavimento (ver 0.4). Os meios de ajuste devem ser acessíveis somente às pessoas autorizadas.

As portas de pavimento e as portas de cabina devem ser portas corrediças horizontais automáticas. A largura da abertura livre da porta deve ser pelo menos de 800 mm para as cabinas tipo 1. A largura da abertura livre da porta para a cabina tipo 2 pode ser de 800 mm, desde que a extensão total da passagem seja de no máximo 400 mm, de acordo com a NBR 9050:2020, 4.3.2.

Caso contrário, a abertura livre da porta deve ser de pelo menos 900 mm. Em edifícios existentes, a largura da abertura livre deve ser de pelo menos 800 mm para as cabinas tipo 2. A largura da abertura livre da porta para as cabinas tipo 4 deve ser pelo menos de 900 mm.

A largura da abertura livre da porta para as cabinas tipo 3 e tipo 5 deve ser pelo menos de 1 100 mm. O tempo de porta aberta deve ser ajustável pelo menos entre 2 s e 20 s, para se adequar às condições onde o elevador é instalado (ver 0.4). Os meios de ajuste devem ser acessíveis somente às pessoas autorizadas.

Um tempo de pelo menos 6 s, com a porta aberta, é necessário para as pessoas com mobilidade reduzida. Um botão de fechamento da porta pode ser fornecido para reduzir o tempo de porta aberta. As dimensões internas das cabinas com uma única entrada ou com duas entradas opostas, ou com duas entradas adjacentes, devem ser escolhidas de acordo com a Tabela 3 e a subseção 0.4, disponíveis na norma.

As dimensões internas da cabina devem ser medidas entre as paredes estruturais, a uma altura de 1 m acima do piso, desconsiderando o corrimão. Os acabamentos decorativos em cada parede, que reduzam as dimensões mínimas da cabina fornecidas na Tabela 3, não podem exceder a 15 mm de espessura.

Não pode haver elementos adicionais fixados nas paredes da cabina em uma altura abaixo de 800 mm, pois eles podem restringir a acomodação e a movimentação de cadeiras de rodas ou de passageiros que utilizam aparelhos de apoio para caminhar. Isto pode ocorrer, particularmente, em cabinas do tipo 1 e tipo 2, que restringem a profundidade mínima, e em cabinas do tipo 4, que restringem a menor dimensão mínima.

Quanto ao equipamento na cabina, um corrimão deve ser instalado na parede lateral onde a botoeira da cabina está localizada, conforme descrito a seguir: o corrimão deve ser interrompido onde a botoeira da cabina está localizada, a fim de evitar a obstrução dos dispositivos de controle; o corrimão pode ser omitido nos lados da botoeira da cabina que não acomodem um corrimão com um comprimento total de pelo menos 400 mm. Se isto ocorrer nos dois lados da botoeira da cabina, um corrimão deve ser instalado na parede lateral oposta ou na parede traseira.

A parte da estrutura do corrimão destinada a segurar com as mãos deve ter as dimensões da seção transversal entre 30 mm e 45 mm, com um raio mínimo de 15 mm e a distância entre a parede da cabina e a borda do corrimão mais próxima deve ser de pelo menos 40 mm, e a distância entre a parede da cabina e a borda do corrimão mais distante deve ser igual ou inferior a 100 mm. A altura da borda superior da parte da estrutura do corrimão destinada a segurar com as mãos deve ser de 900 mm ± 25 mm do nível do piso acabado.

As extremidades dos corrimãos devem ser fechadas e não ter cantos vivos. Quando existir o risco de colisão com as extremidades salientes, por exemplo, onde o corrimão é interrompido na frente da botoeira da cabina, o corrimão deve ficar encurvado para a parede. Se o corrimão restringir a passagem na entrada da cabina, ele deve ser instalado preferencialmente na parede do lado oposto ou, alternativamente, na parede traseira.

Se não houver continuidade entre os corrimãos instalados entre os painéis laterais e de fundo, a distância entre eles deve ser entre 40 mm e 45 mm. A distância entre a terminação de um corrimão e uma parede lateral adjacente não pode ser maior que 40 mm. Um segundo corrimão deve ser instalado na parede do lado oposto, ou na parede traseira, em cabinas com largura e profundidade iguais ou superiores a 1.400 mm.

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Elevadores e escadas rolantes - Inspetores de elevadores e escadas rolantes - Qualificação
NBR14364 de 08/1999

Elevadores e escadas rolantes - Inspetores de elevadores e escadas rolantes - Qualificação

Manutenção de elevadores, escadas rolantes e esteiras rolantes — Requisitos para instruções de manutenção
NBR16083 de 07/2012

Manutenção de elevadores, escadas rolantes e esteiras rolantes — Requisitos para instruções de manutenção

Acessibilidade - Plataforma elevatória veicular e rampa de acesso veicular para acessibilidade de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, em veículo de transporte de passageiros de categorias M1, M2 e M3 - Requisitos
NBR15646 de 01/2016

Acessibilidade - Plataforma elevatória veicular e rampa de acesso veicular para acessibilidade de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, em veículo de transporte de passageiros de categorias M1, M2 e M3 - Requisitos

Elevadores elétricos e hidráulicos — Elevadores de carga, monta-cargas e elevadores de maca — Requisitos de segurança para construção e instalação
NBR14712 de 09/2013

Elevadores elétricos e hidráulicos — Elevadores de carga, monta-cargas e elevadores de maca — Requisitos de segurança para construção e instalação

Elevadores — Requisitos de segurança para construção e instalação - Parte 2: Requisitos de projeto, de cálculos e de inspeções e ensaios de componentes
NBR16858-2 de 07/2020

Elevadores — Requisitos de segurança para construção e instalação - Parte 2: Requisitos de projeto, de cálculos e de inspeções e ensaios de componentes

Elevadores unifamiliares ou de uso restrito à pessoa com mobilidade reduzida - Requisitos de segurança para construção e instalação
NBR12892 de 05/2009

Elevadores unifamiliares ou de uso restrito à pessoa com mobilidade reduzida - Requisitos de segurança para construção e instalação

Plataformas elevatórias móveis de trabalho (PEMT) — Projeto, fabricação, manutenção, requisitos de segurança e métodos de ensaio
NBR16776 de 08/2019

Plataformas elevatórias móveis de trabalho (PEMT) — Projeto, fabricação, manutenção, requisitos de segurança e métodos de ensaio

Tráfego nos elevadores
NBR5665 de 04/1983

Tráfego nos elevadores

Requisitos de segurança para construção e instalação de elevadores — Alarme remoto em elevadores de passageiros e elevadores de passageiros e carga
NBR16756 de 04/2019

Requisitos de segurança para construção e instalação de elevadores — Alarme remoto em elevadores de passageiros e elevadores de passageiros e carga

Elevadores de passageiros e monta-cargas - Guias para carros e contrapesos - Perfil T
NBRNM196 de 05/1999

Elevadores de passageiros e monta-cargas - Guias para carros e contrapesos - Perfil T

Requisitos de segurança para construção e instalação de elevadores — Inspeções e ensaios — Determinação da resistência ao fogo de portas de pavimento de elevadores
NBR16755 de 04/2019

Requisitos de segurança para construção e instalação de elevadores — Inspeções e ensaios — Determinação da resistência ao fogo de portas de pavimento de elevadores

Plataformas de elevação motorizadas para pessoas com mobilidade reduzida — Requisitos para segurança, dimensões e operação funcional - Parte 1: Plataformas de elevação vertical
NBRISO9386-1 de 11/2013

Plataformas de elevação motorizadas para pessoas com mobilidade reduzida — Requisitos para segurança, dimensões e operação funcional - Parte 1: Plataformas de elevação vertical

Plataformas de elevação motorizadas para pessoas com mobilidade reduzida — Requisitos para segurança, dimensões e operação funcional - Parte 2: Elevadores de escadaria para usuários sentados, em pé e em cadeira de rodas, deslocando-se em um plano inclinado
NBRISO9386-2 de 05/2012

Plataformas de elevação motorizadas para pessoas com mobilidade reduzida — Requisitos para segurança, dimensões e operação funcional - Parte 2: Elevadores de escadaria para usuários sentados, em pé e em cadeira de rodas, deslocando-se em um plano inclinado

Elevadores — Requisitos de segurança para construção e instalação - Parte 3: Acessibilidade em elevadores para pessoas, incluindo pessoas com deficiência
NBR16858-3 de 01/2022

Elevadores — Requisitos de segurança para construção e instalação - Parte 3: Acessibilidade em elevadores para pessoas, incluindo pessoas com deficiência

Elevadores – Requisitos de segurança para construção e instalação - Parte 1: Elevadores de passageiros e elevadores de passageiros e cargas
NBR16858-1 de 10/2021

Elevadores – Requisitos de segurança para construção e instalação - Parte 1: Elevadores de passageiros e elevadores de passageiros e cargas

Requisitos de segurança para a construção e instalação de elevadores - Elevadores existentes - Requisitos para melhoria da segurança dos elevadores elétricos de passageiros e elevadores elétricos de passageiros e cargas
NBR15597 de 07/2010

Requisitos de segurança para a construção e instalação de elevadores - Elevadores existentes - Requisitos para melhoria da segurança dos elevadores elétricos de passageiros e elevadores elétricos de passageiros e cargas

Acústica — Medição de nível de pressão sonora de equipamentos prediais de edificações - Método de engenharia
NBRISO16032 de 04/2020

Acústica — Medição de nível de pressão sonora de equipamentos prediais de edificações - Método de engenharia

Elevadores de canteiros de obras para pessoas e materiais com cabina guiada verticalmente — Requisitos de segurança para construção e instalação
NBR16200 de 11/2020

Elevadores de canteiros de obras para pessoas e materiais com cabina guiada verticalmente — Requisitos de segurança para construção e instalação