Text page

As características de desempenho dos transformadores de corrente (TC)

O que é um transformador de corrente para serviços de proteção classe PXR? Qual deve ser o fator de correção da altitude? Qual deve ser o fator térmico nominal (Ft)? Quais são as representações das correntes nominais e relações nominais? Essas questões estão sendo solucionadas na NBR 6856 de 04/2021 - Transformador de corrente com isolação sólida para tensão máxima igual ou inferior a 52 kV - Especificação e ensaios.

26/05/2021 - Equipe Target

NBR 6856 de 04/2021 - Transformador de corrente com isolação sólida para tensão máxima igual ou inferior a 52 kV - Especificação e ensaios

A NBR 6856 de 04/2021 - Transformador de corrente com isolação sólida para tensão máxima igual ou inferior a 52 kV - Especificação e ensaios especifica as características de desempenho de transformadores de corrente (TC) destinados a serviços de medição, controle e proteção, com tensões máximas iguais ou inferiores a 52 kV, com isolamento sólido. Os requisitos específicos para transformadores de corrente para uso em laboratórios e transdutores ópticos não estão incluídos nesta norma. Não se aplica a: TC polifásicos; TC isolados a gás; TC óptico; TC com isolamento imerso em óleo; TC para resposta em regime transitório; outros dispositivos destinados a obter correntes reduzidas de um circuito primário, mas que não se enquadrem nas definições de TC.

Confira algumas questões relacionadas a essa norma GRATUITAMENTE no Target Genius Respostas Diretas:

O que é um transformador de corrente para serviços de proteção classe PXR?

Qual deve ser o fator de correção da altitude?

Qual deve ser o fator térmico nominal (Ft)?

Quais são as representações das correntes nominais e relações nominais?

Devem ser consideradas condições normais de serviço, transporte e instalação as condições especificadas a seguir. Devem ser consideradas condições especiais as que podem exigir construção especial e/ou revisão de algum valor nominal e/ou cuidados especiais no transporte, instalação ou funcionamento do TC, e que devem ser levadas ao conhecimento do fabricante. Ver condições especiais especificadas abaixo. Os transformadores de corrente devem ser projetados para operar nas condições de temperatura indicadas na tabela abaixo.

Clique na imagem acima para uma melhor visualização

 

A altitude não pode exceder a 1.000 m acima do nível do mar (m.a.n.m.). São consideradas condições normais de serviço para transformadores de corrente de uso interno: a influência de radiação solar desprezível; o ar ambiente não significativamente poluído com poeira, fuligem, gases corrosivos, vapores ou sal; as condições de umidade como a seguir. O valor médio da umidade relativa, medido durante um período de 24 h, que não exceda 95%; o valor médio da pressão de vapor de água, para um período de 24 h, que não exceda a 2,2 kPa; o valor médio da umidade relativa, para um período de um mês, que não exceda 90%; e o valor médio da pressão de vapor d’água, para um período de um mês, que não exceda a 1,8 kPa.

Para estas condições, ocasionalmente pode ocorrer condensação. A condensação pode ocorrer quando houver mudanças súbitas de temperatura, em períodos de alta umidade. Para a prevenção dos efeitos de alta umidade e condensação, como descargas através do isolamento ou corrosão das partes metálicas, o transformador de corrente é projetado de modo a suportar estes tipos de problemas.

A condensação pode ser prevenida por projeto especial do invólucro, por meio de ventilação satisfatória, aquecimento ou uso de equipamento de desumidificação. São consideradas condições normais de serviço para transformadores de corrente de uso externo: o valor médio da temperatura de ar ambiente, medido em um período de 24 h, que não exceda 35 °C; radiação solar de até 1.000 W/m²; ar ambiente poluído com poeira, fuligem, gases corrosivos, vapores ou sal, com os níveis de poluição especificados de acordo com a Tabela 17 na norma; pressão de vento não superior a 700 Pa, correspondendo a uma velocidade do vento de 34 m/s.

Para essas condições, a ocorrência de condensação e precipitação é levada em consideração. O valor da frequência nominal é de 60 Hz. Para as condições especiais de serviço, quando os transformadores de corrente forem utilizados em condições diferentes das determinadas, as especificações dos usuários devem ser conforme descrito a seguir. Para a instalação a uma altitude maior que 1.000 m, a distância de arco externo sob condições atmosféricas normalizadas deve ser determinada multiplicando-se as tensões suportáveis requeridas no local de serviço por um fator k, conforme a figura acima.

Para o isolamento interno, a rigidez dielétrica não é afetada pela altitude. Recomenda-se que o método para verificação do isolamento externo seja acordado entre o fabricante e o usuário. O desempenho térmico do TC é afetado em altitudes superiores a 1.000 m, devido à redução da densidade do ar.

Se um TC for especificado para condições de serviço acima de 1.000 m e ensaiado abaixo de 1.000 m, os limites de elevação de temperatura dados na Tabela 12 (disponível na norma) devem ser corrigidos, conforme especificado em 5.6. Para a instalação em lugares em que a temperatura ambiente pode estar significativamente fora da faixa das condições de serviço normais indicadas em 4.2.1, as temperaturas mínimas e máximas devem ser especificadas pelo usuário.

Em certas regiões com ocorrência frequente de ventos quentes e úmidos, mudanças súbitas de temperatura podem resultar em condensação, mesmo em lugar fechado. Sob certas condições de radiação solar, podem ser necessárias medidas apropriadas, como, por exemplo, o uso de telhado, ventilação forçada, etc., para não exceder as elevações de temperatura especificadas. Podem ser especificados valores diferentes de 60 Hz.

São consideradas condições especiais relacionadas a vibrações: as vibrações devido a operações de manobra ou curto-circuito para subestações blindadas; a sujeição a vibrações devido a tremores de terra, cujo nível de severidade deve ser especificado pelo usuário em conformidade com as normas pertinentes. Existem outros fatores a serem considerados condições especiais de serviço.

Todas as condições não previstas nesta norma devem ser consideradas condições especiais de serviço e devem ser objeto de acordo entre o fabricante e o usuário, como: a exposição a ar excessivamente salino, vapores, gases ou fumaças prejudiciais; a exposição a poeira excessiva; a exposição a materiais explosivos em forma de gases ou pó; a sujeição a condições precárias de transporte e instalação; a limitação de espaço na sua instalação; a instalação em locais excessivamente úmidos e possibilidade de submersão em água; os requisitos especiais de isolamento; os requisitos especiais de segurança pessoal contra contatos acidentais em partes vivas do TC; a dificuldade na manutenção; o funcionamento em condições não usuais, como regime ou frequência incomuns ou forma de onda distorcida

Os sistemas de aterramento considerados são: o sistema com neutro isolado; o sistema de aterramento ressonante; o sistema com neutro aterrado, que pode ser um sistema com neutro solidamente aterrado; e um sistema com neutro aterrado por meio de impedância. Os valores normalizados de corrente primária nominal são preferencialmente: 10 A – 15 A – 20 A – 25 A – 30 A – 40 A – 50 A – 60 A – 75 A e seus múltiplos e submúltiplos decimais.

A corrente secundária nominal deve ser escolhida de acordo com a prática do local onde o transformador for usado. Os valores-padrão são 1 A e 5 A. Para os transformadores ligados em delta, os valores 1 A e 5 A divididos por √3, e também 1 A e 5 A, são considerados valores-padrão.

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Coordenação do isolamento - Procedimento
NBR6939 de 10/2018

Coordenação do isolamento - Procedimento

Seleção e dimensionamento de isoladores para alta-tensão para uso sob condições de poluição - Parte 3: Isoladores poliméricos para sistemas de corrente alternada
ABNT IEC/TS60815-3 de 12/2014

Seleção e dimensionamento de isoladores para alta-tensão para uso sob condições de poluição - Parte 3: Isoladores poliméricos para sistemas de corrente alternada

Seleção e dimensionamento de isoladores para alta-tensão para uso sob condições de poluição - Parte 2: Isoladores de porcelana e de vidro para sistemas de corrente alternada
ABNT IEC/TS60815-2 de 12/2014

Seleção e dimensionamento de isoladores para alta-tensão para uso sob condições de poluição - Parte 2: Isoladores de porcelana e de vidro para sistemas de corrente alternada

Transformadores para instrumento - Parte 2: Requisitos adicionais para transformadores de corrente
NBRIEC61869-2 de 04/2021

Transformadores para instrumento - Parte 2: Requisitos adicionais para transformadores de corrente

Transformadores para instrumento - Parte 1: Requisitos gerais
NBRIEC61869-1 de 09/2020

Transformadores para instrumento - Parte 1: Requisitos gerais

Isolação elétrica - Avaliação e designação térmicas
NBRIEC60085 de 09/2017

Isolação elétrica - Avaliação e designação térmicas

Técnicas de ensaios elétricos de alta tensão - Parte 1: Definições gerais e requisitos de ensaio
NBRIEC60060-1 de 01/2013

Técnicas de ensaios elétricos de alta tensão - Parte 1: Definições gerais e requisitos de ensaio

Transformador de corrente com isolação sólida para tensão máxima igual ou inferior a 52 kV - Especificação e ensaios
NBR6856 de 04/2021

Transformador de corrente com isolação sólida para tensão máxima igual ou inferior a 52 kV - Especificação e ensaios

Segurança em eletricidade — Recomendações e orientações para trabalho seguro em serviços com eletricidade
NBR16384 de 03/2020

Segurança em eletricidade — Recomendações e orientações para trabalho seguro em serviços com eletricidade

Acumulador alcalino de níquel-cádmio estacionário - Ensaios
NBR14202 de 10/1998

Acumulador alcalino de níquel-cádmio estacionário - Ensaios

Técnicas de ensaios elétricos de alta-tensão - Medição de descargas parciais
NBRIEC60270 de 04/2017

Técnicas de ensaios elétricos de alta-tensão - Medição de descargas parciais

Acumulador chumbo-ácido estacionário regulado por válvula - Método de ensaio
NBR14205 de 06/2018

Acumulador chumbo-ácido estacionário regulado por válvula - Método de ensaio

Transformadores para instrumento - Parte 5: Requisitos adicionais para transformadores de potencial capacitivos
NBRIEC61869-5 de 09/2020

Transformadores para instrumento - Parte 5: Requisitos adicionais para transformadores de potencial capacitivos

Técnicas de ensaios elétricos de alta-tensão - Parte 2: Sistemas de medição
NBRIEC60060-2 de 05/2016

Técnicas de ensaios elétricos de alta-tensão - Parte 2: Sistemas de medição

Seleção e dimensionamento de isoladores para alta-tensão para uso sob condições de poluição - Parte 1: Definições, informações e princípios gerais
ABNT IEC/TS60815-1 de 12/2014

Seleção e dimensionamento de isoladores para alta-tensão para uso sob condições de poluição - Parte 1: Definições, informações e princípios gerais

Seleção e dimensionamento de isoladores para alta-tensão para uso sob condições de poluição - Parte 4: Isoladores para sistemas de corrente contínua
ABNT IEC/TS60815-4 de 05/2021

Seleção e dimensionamento de isoladores para alta-tensão para uso sob condições de poluição - Parte 4: Isoladores para sistemas de corrente contínua

Acumulador alcalino de níquel-cádmio estacionário - Especificação
NBR14201 de 10/1998

Acumulador alcalino de níquel-cádmio estacionário - Especificação

Acumulador chumbo-ácido estacionário regulado por válvula — Terminologia
NBR14206 de 03/2014

Acumulador chumbo-ácido estacionário regulado por válvula — Terminologia

Treinamento on-line de especificação de transformadores de correntes em sistemas de proteção + Norma NBR 6856 com comentários.
NBR6856 - CURSO E COMENTADA de 02/2015

Treinamento on-line de especificação de transformadores de correntes em sistemas de proteção + Norma NBR 6856 com comentários.

Acumulador chumbo-ácido estacionário regulado por válvula - Especificação
NBR14204 de 03/2019

Acumulador chumbo-ácido estacionário regulado por válvula - Especificação

Acumulador chumbo-ácido estacionário ventilado — Ensaios
NBR14199 de 11/2018

Acumulador chumbo-ácido estacionário ventilado — Ensaios

Acumulador alcalino de níquel cádmio estacionário ventilado - Terminologia
NBR14203 de 09/2015

Acumulador alcalino de níquel cádmio estacionário ventilado - Terminologia