Text page

BS ISO 17069: as considerações para eventos acessíveis

Essa norma internacional, editada pela ISO e pelo BSI em 2020, especifica as considerações a serem tomadas, bem como produtos de apoio e assistência que podem ser usados na organização de uma reunião física na qual pessoas idosas e pessoas com deficiência possam participar ativamente. As teleconferências e as conferências na web são métodos importantes que podem ser usados para incluir idosos e pessoas com deficiência nas reuniões.

04/11/2020 - Equipe Target

A acessibilidade a eventos físicos e digitais

A BS ISO 17069:2020 - Accessible design - Consideration and assistive products for accessible meeting especifica as considerações a serem tomadas, bem como produtos de apoio e assistência que podem ser usados na organização de uma reunião física na qual pessoas idosas e pessoas com deficiência possam participar ativamente. As teleconferências e as conferências na web são métodos importantes que podem ser usados para incluir idosos e pessoas com deficiência nas reuniões.

Conteúdo da norma

Prefácio............................... iv

Introdução............................ v

1 Escopo ..............................1

2 Referências normativas....... 1

3 Termos e definições.............. 1

4 Planejamento e gestão para participação plena................... 2

4.1 Princípio............................. 2

4.1.1 Princípio básico................ 2

4.1.2 Antes da reunião....... .......... 2

4.1.3 Na reunião...................... 3

4.1.4 Após a reunião.................................... 3

4.2 Considerações e suportes específicos.............. 3

4.2.1 Geral.................................................. 3

4.2.2 Assistindo ....................................... 3

4.2.3 Ouvindo..................................... 4

4.2.4 Toque - Considerações ................. 5

4.2.5 Sabor e/ou cheiro - Considerações......... 5

4.2.6 Uso de mão e braço................ ............. 5

4.2.7 Mobilidade........................ 5

4.2.8 Voz e fala.............. 6

4.2.9 Cognição. ................................ 6

4.2.10 Sistema imunológico............... 7

Anexo A (informativo) Diretrizes em relação ao processo de organização de um evento............................. 8

Anexo B (informativo) Formulário de inscrição prévia para um evento acessível............... 15

Bibliografia............................. 17

Existem vários tipos de eventos, desde pequenas reuniões em famílias, escolas, locais de trabalho e cidades, até maiores, como reuniões acadêmicas, sessões em congressos e conferências internacionais. A participação nas reuniões é imprescindível para a plena participação e inclusão na sociedade, conforme previsto na Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

À medida que a participação social de idosos e pessoas com deficiência é promovida, mais idosos e pessoas com deficiência estão aproveitando a oportunidade para participar das reuniões. Para garantir que todas as pessoas possam participar de uma reunião de forma significativa, é necessário levar em consideração qualquer obstáculo que possa ser um obstáculo. Avisos de reuniões e documentos impressos podem não ser apropriados para um participante com deficiência visual ou cego. Textos complicados podem ser um obstáculo para uma pessoa com deficiência cognitiva.

As discussões podem ser difíceis de seguir para um participante que tem deficiência auditiva ou para quem é surdo. Passagens estreitas, vãos e escadas podem ser barreiras para uma pessoa que usa uma cadeira de rodas ou produtos auxiliares para caminhar. Pessoas com deficiência de fala podem ter dificuldade de se expressar em uma reunião sem nenhum suporte.

Os organizadores do evento devem entender e resolver os obstáculos para que todos os participantes possam participar plenamente dele. O planejamento cuidadoso, a equipe de suporte e o uso de produtos assistivos apropriados podem superar os obstáculos. A preparação de materiais de reunião em formatos alternativos como letras grandes, braille ou formatos digitais pode facilitar a compreensão para uma pessoa com deficiência visual ou cega.

Textos claros e concisos podem facilitar o entendimento para uma pessoa com deficiência cognitiva. A amplificação da fala por meio de microfones pode ser um suporte adequado para uma pessoa com deficiência auditiva. Os intérpretes de língua de sinais podem ajudar uma pessoa surda a acompanhar e participar de uma discussão. Um ambiente construído com elevadores e rampas pode tornar uma área acessível para uma pessoa com limitação de mobilidade.

Este documento identifica as áreas a serem consideradas, bem como produtos de apoio e assistência que podem facilitar a plena participação de idosos e pessoas com deficiência nas reuniões. Neste documento, são apresentadas as considerações e produtos assistivos que podem contribuir para tornar uma reunião acessível em relação às habilidades humanas. Para facilitar para os organizadores de eventos, o Anexo A apresenta diretrizes detalhadas e uma lista de verificação em relação ao processo de organização de uma reunião acessível.

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Eventos — Sistemas de gestão de segurança — Requisitos
NBR16566 de 11/2016

Eventos — Sistemas de gestão de segurança — Requisitos

Acessibilidade em veículos de características urbanas para o transporte coletivo de passageiros
NBR14022 de 01/2011

Acessibilidade em veículos de características urbanas para o transporte coletivo de passageiros

Acessibilidade - Comunicação na prestação de serviços
NBR15599 de 08/2008

Acessibilidade - Comunicação na prestação de serviços

Organização de eventos - Diretrizes para boas práticas
NBR16698 de 11/2018

Organização de eventos - Diretrizes para boas práticas

Transporte - Acessibilidade no sistema de trem urbano ou metropolitano
NBR14021 de 06/2005

Transporte - Acessibilidade no sistema de trem urbano ou metropolitano

Eventos - Classificação e terminologia
NBR16004 de 08/2016

Eventos - Classificação e terminologia

Acessibilidade em veículos automotores - Parte 2: Diretrizes para avaliação clínica de condutor em mobilidade reduzida
NBR14970-2 de 07/2003

Acessibilidade em veículos automotores - Parte 2: Diretrizes para avaliação clínica de condutor em mobilidade reduzida

Organizador de eventos - Competências pessoais
NBR16513 de 09/2016

Organizador de eventos - Competências pessoais

Transporte — Acessibilidade à pessoa — Trem de longo percurso
NBR14020 de 02/2021

Transporte — Acessibilidade à pessoa — Trem de longo percurso

Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos
NBR9050 de 08/2020

Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos

Sistemas de gestão para sustentabilidade de eventos — Requisitos com orientações de uso
NBRISO20121 de 07/2012

Sistemas de gestão para sustentabilidade de eventos — Requisitos com orientações de uso

Acessibilidade em veículos automotores - Parte 1: Requisitos de dirigibilidade
NBR14970-1 de 07/2003

Acessibilidade em veículos automotores - Parte 1: Requisitos de dirigibilidade

Execução e utilização de passeios públicos - Procedimento
NBR12255 de 12/1990

Execução e utilização de passeios públicos - Procedimento

Acessibilidade em veículos automotores - Parte 3: Diretrizes para avaliação da dirigibilidade do condutor com mobilidade reduzida em veículo automotor apropriado
NBR14970-3 de 07/2003

Acessibilidade em veículos automotores - Parte 3: Diretrizes para avaliação da dirigibilidade do condutor com mobilidade reduzida em veículo automotor apropriado

Acessibilidade - Sinalização tátil no piso - Diretrizes para elaboração de projetos e instalação
NBR16537 de 06/2016

Acessibilidade - Sinalização tátil no piso - Diretrizes para elaboração de projetos e instalação

Acessibilidade em caixa de auto-atendimento bancário
NBR15250 de 03/2005

Acessibilidade em caixa de auto-atendimento bancário

Acessibilidade na comunicação - Audiodescrição
NBR16452 de 09/2016

Acessibilidade na comunicação - Audiodescrição

Eventos - Qualidade na organização - Requisitos
NBR16571 de 12/2016

Eventos - Qualidade na organização - Requisitos