Text page

IEC 60810: o desempenho das lâmpadas em veículos rodoviários

Essa norma internacional, editada em 2017 pela International Electrotechnical Commission (IEC), aplica-se a lâmpadas de incandescência, lâmpadas de descarga, fontes de luz LED e embalagens LED para utilização em veículos rodoviários, ou seja, faróis, faróis de nevoeiro, luzes de sinalização e iluminação interior.

29/05/2019 - Equipe Target

As lâmpadas para veículos rodoviários

A IEC 60810 - Lamps, light sources and LED packages for road vehicles - Performance requirements aplica-se a lâmpadas de incandescência, lâmpadas de descarga, fontes de luz LED e embalagens LED para utilização em veículos rodoviários, ou seja, faróis, faróis de nevoeiro, luzes de sinalização e iluminação interior. É especialmente aplicável a essas lâmpadas e fontes de luz que estão listadas na IEC 60809.

Esta quinta edição cancela e substitui a quarta edição publicada em 2014 e a Emenda 1:2017. Esta edição constitui uma revisão técnica e inclui as seguintes alterações técnicas significativas em relação à edição anterior: atualização e esclarecimento do título e escopo; introdução de novas fontes de luz LED; introdução de requisitos para fontes de luz LED; introdução de orientações sobre validação de robustez de pacotes LED para pacotes de LED.

CONTEÚDO DA NORMA

PREFÁCIO...........................8

1 Escopo................................10

2 Referências normativas.................10

3 Termos e definições...................12

4 Requisitos e condições de ensaio das lâmpadas de incandescência..............................16

4.1 Função básica e intercambiabilidade....................16

4.2 Força de torção.............................................16

4.3 Característica de vida Tc....................................16

4.4 Vida B3................................................16

4.5 Manutenção do fluxo luminoso...................17

4.6 Resistência à vibração e choque...................17

4.7 Intensidade da lâmpada de vidro......................17

5 Dados da lâmpada de incandescência........................17

6 Requisitos e condições de ensaio para as lâmpadas de descarga........22

6.1 Função básica e intercambialidade.........................22

6.2 Resistência mecânica........................................22

6.2.1 Conexão do bulbo coberto.............................22

6.2.2 Conexão do cabo coberto (se houver)............22

6.3 Característica de vida Tc................................22

6.4 Vida B3......................................................22

6.5 Manutenção do fluxo luminoso.............................22

6.6 Resistência a vibrações e choques.......................22

6.7 Lâmpadas de descarga com dispositivo de partida integrado........22

6.8 Lâmpadas de descarga com dispositivo de partida integrado e balastro integrado....................23

7 Requisitos e condições de ensaio para fontes de luz LED........23

7.1 Função básica e intercambialidade..........................23

7.2 Radiação UV......................................24

7.3 Fluxo luminoso e manutenção de cor.....................24

7.4 Resistência à vibração e choque...........................26

7.5 Compatibilidade eletromagnética...........................27

7.6 Ensaio de ciclo térmico energizado...........................27

7.7 Massa...............................................................28

7.8 Circuitos típicos para fontes de luz LED.....................28

7.8.1 Geral..............................................28

7.8.2 Circuitos típicos para luzes LED LR3, LR5, LY3, LY5, LW3 e LW5 e fontes........28

7.8.3 Circuitos típicos para fontes de luz LED LR4..............29

7.9 Consumo máximo de energia. .................................30

7.10 Ensaio de sobretensão....................................30

7.11 Ensaio de tensão reversa.....................................30

7.12 Ensaio de tensão transitória (decaimento de campo)...........31

7.13 Ensaio de tensão transitória (descarga de carga)..............32

7.14 Ensaio de descarga eletrostática (ESD).....................33

8 Requisitos e condições de ensaio para pacotes de LEDs.............33

8.1 Qualificação para ensaio de estresse de pacote LED...................33

8.2 Amostras de ensaio...............................................34

8.2.1 Requisitos do lote............................................34

8.2.2 Requisitos de produção ...................................34

8.2.3 Requisitos pré e pós ensaio de esforço..............34

8.2.4 Montagem dos pacotes de LED nas placas de ensaio............35

8.2.5 Precondicionamento de umidade (MP)...................35

8.2.6 Ensaio de resistência térmica (TR)..........................35

8.3 Definição dos critérios de falha................................35

8.4 Escolha entre as condições de ensaio.......................36

8.5 Critérios para passar qualificação/requalificação.........36

8.6 Ensaio de qualificação..........................................36

8.6.1 Pré e pós-ensaio elétrico e fotométrico.................36

8.6.2 Ensaio visual pré e pós-visual (EV)..................36

8.6.3 Ensaio de vida útil em alta temperatura (HTOL)...........36

8.6.4 Ensaio de ciclagem de temperatura (TMCL)..........................37

8.6.5 Ensaio de vida operacional úmida em alta temperatura (WHTOL)...............................37

8.6.6 Ensaio de ciclagem de temperatura de energia (PTMCL).........................................37

8.6.7 Ensaio de descarga eletrostática, modelo de corpo humano (ESD-HBM)......................38

8.6.8 Ensaio de descarga eletrostática, modelo de máquina (ESD-MM)............................38

8.6.9 Ensaio de análise física destrutiva (DPA)................38

8.6.10 Ensaio das dimensões físicas (PD)..............................38

8.6.11 Ensaio de frequência variável de vibrações (VVF)..............38

8.6.12 Ensaio de choque mecânico (MS).................................38

8.6.13 Resistência ao ensaio de calor de solda (RSH-TTW)..... 38

8.6.14 Resistência ao ensaio de calor de solda (refluxo de RSH)..........................39

8.6.15 Ensaio de soldabilidade (SO)..................................39

8.6.16 Ensaio de choque térmico (TMSK)..............................39

8.6.17 Ensaio de sulfeto de hidrogênio (H2S).........................39

8.6.18 Ensaio de vida operacional pulsada (PLT)......................39

8.6.19 Ensaio de orvalho (DEW)...............................................40

8.6.20 Ensaio de corrosão por gases misturados (FMGC)................41

8.6.21 Ensaio de tração de bond (WBP)...............................41

8.6.22 Ensaio de cisalhamento de união (BS).......................42

8.6.23 Ensaio de cisalhamento (DS)......................................42

Anexo A (normativo) Condições de ensaio de vida das lâmpadas de incandescência...................43

A.1 Envelhecimento...................................43

A.2 Tensão de ensaio................................43

A.3 Posição de operação e condições de operação................43

A.4 Ciclo de comutação..............................................43

A.4.1 Lâmpadas de filamento único.........................43

A.4.2 Lâmpadas de filamento duplo para faróis.......................44

A.4.3 Lâmpadas de dois filamentos para equipamentos de sinalização luminosa................44

A.5 Fluxo luminoso e manutenção de cor....................44

Anexo B (normativo) Ensaios de vibração......................45

B.1 Geral..................................45

B.2.4 Ponto de controle............................................46

B.2.5 Condicionamento...........................................46

B.2.6 Eixo de vibração..............................................46

B.2.7 Ensaio WBR - Movimento básico......................47

B.3 Condições de ensaio...............................47

B.3.1 Geral................................................47

B.3.2 Ensaios de vibração aleatória de banda estreita.................47

B.3.3 Ensaios de vibração aleatória de banda larga......................48

Anexo C (normativo) Ensaio de resistência de bulbos de vidro...................50

C.1 Geral.................................50

C.2 Equipamento de ensaio e procedimento...................................50

C.2.1 Princípio do equipamento de ensaio.....................50

C.2.2 Condições de ensaio.................................................50

C.2.3 Requisitos para placas. .....................................51

C.3 Requisitos......................................................51

C.4 Avaliação..........................................52

C.4.1 Geral............................................52

C.4.2 Avaliação baseada em atributos.................52

C.4.3 Avaliação baseada em variáveis...................... 52

Anexo D (normativo) Condições de ensaio de manutenção de vida e fluxo luminoso para descarga das lâmpadas................................54

D.1 Envelhecimento................................................54

D.2 Circuito de ensaio e tensão de ensaio......................54

D.3 Posição de queima e condições de operação...................54

D.4 Ciclo de comutação...........................................54

D.5 Manutenção do fluxo luminoso...............................56

Anexo E (normativo) Ensaio de deflexão de lâmpadas............................57

E.1 Geral..............................57

E.2 Configuração e procedimento do ensaio...............57

E.3 Requisito..............................................57

Anexo F (informativo) Orientação sobre projeto de equipamentos..............58

F.1 Limite de temperatura da pinça.............................58

F.2 Limite de temperatura da solda...........................58

F.3 Contorno da lâmpada máxima de filamento............58

F.4 Tensão máxima de surto................................58

F.5 Instruções recomendadas para utilização e manuseamento de lâmpadas de incandescência de halogéneo.........58

F.6 Instruções recomendadas para uso e manuseio de lâmpadas de descarga ....................59

Anexo G (informativo) Projeto de lastro....................64

Anexo H (informativo) Símbolos..............................65

H.1 Geral..............................................................65

H.2 Símbolo indicando que as lâmpadas operam em altas temperaturas....................66

H.3 Símbolo indicando que se deve tomar cuidado para evitar tocar a lâmpada.............66

H.4 Símbolo indicando que o uso de luvas de proteção é recomendado........................66

H.5 Símbolo indicando que as lâmpadas arranhadas ou danificadas não devem ser usadas...........................66

H.6 Símbolo que indica que, antes do manuseio, a lâmpada deve estar desligada.............66

H.7 Símbolo indicando que o uso de proteção ocular é recomendado.............................66

H.8 Símbolo indicando que durante a operação, a lâmpada emite radiação UV...............67

H.9 Símbolo indicando que a lâmpada deve ser operada somente em uma luminária com escudo protetor...............................................67

H.10 Símbolo indicando tensão perigosa........................68

H.11 Pictograma para instrução "Non-ECE"....................68

H.12 Pictograma para instrução "Apenas iluminação interna"...............................69

Anexo I (normativo) Condições de ensaio de manutenção de fluxo luminoso para fontes de luz LED........70

I.1 Envelhecimento....................................70

I.2 Tensão de ensaio.....................................70

I.3 Condições de funcionamento.........................70

I.3.1 Rack de ensaio.......................................70

I.3.2 Fontes de luz LED com gerenciamento térmico integrado....................70

I.3.3 Fontes de luz LED com gerenciamento térmico externo......................70

I.4 Ciclo de comutação.............................................71

I.4.1 Fontes de luz LED de função única.....................71

I.4.2 Fontes de luz LED de função dupla para faróis...................71

I.4.3 Fontes de luz LED de funções múltiplas para equipamentos de sinalização luminosa....................71

I.5 Medições de manutenção de fluxo luminoso................72

I.6 Medição de cor....................................72

Anexo J (normativo) Análise física destrutiva para embalagens LED........................73

J.1 Descrição.........................................73

J.2 Equipamentos.....................................73

J.3 Procedimento.........................................73

J.4 Critérios de falha..........................................73

Anexo K (informativo) Ficha de comunicação do ensaio de pacote de LEDs...................74

Anexo L (normativo) Matriz de ensaio para pacotes de LEDs....77

Anexo M (informativo) Diretrizes para validação de robustez de pacotes de LEDs.......................78

M.1 Geral...................................................................78

M.2 Amostras de ensaio................................................80

M.2.1 Requisitos do lote......................................80

M.2.2 Requisitos de produção.................................81

M.2.3 Requisitos de ensaio pré e pós estresse.............81

M.2.4 Montagem dos pacotes de LED nas placas de ensaio............81

M.3 Definição dos critérios de fim de ensaio.....................81

M.4 Sequência de ensaio de sobrecarga......................81

M.5 Definição do ensaio de sobrecorrente.......................82

M.5.1 Pré e pós-ensaio elétrico e fotométrico............82

M.5.2 Ensaio visual pré e pós-externo (EV)................82

M.5.3 Vida operacional de alta temperatura (HTOL) e operação a baixa temperatura e ensaios de vida (LTOL)............................82

M.5.4 Ensaio de ciclagem de temperatura (TMCL).............83

M.5.5 Ensaio de vida operacional em alta temperatura úmida (WHTOL).....................83

M.5.6 Ensaio de ciclagem de temperatura de energia (PTMCL).........84

M.5.7 Ensaio de choque térmico (TMSK) M.5.7...............................84

M.6 Ensaio de análise física destrutiva (DPA)..................85

M.7 Modelos de projeção...........................85

Bibliografia......89

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Lâmpadas incandescentes — Especificações de segurança - Parte 3: Lâmpadas halógenas de tungstênio (exceto lâmpadas para veículos rodoviários automotores)
NBRIEC60432-3 de 03/2014

Lâmpadas incandescentes — Especificações de segurança - Parte 3: Lâmpadas halógenas de tungstênio (exceto lâmpadas para veículos rodoviários automotores)

Prescrições uniformes relativas às lâmpadas de filamento para uso em sistemas de iluminação e/ou sistemas de sinalização de veículos rodoviários automotores e seus rebocados
NBR16231 de 11/2013

Prescrições uniformes relativas às lâmpadas de filamento para uso em sistemas de iluminação e/ou sistemas de sinalização de veículos rodoviários automotores e seus rebocados

Veículos rodoviários automotores - Farol principal com lâmpada incandescente halógena (H1 - H2 - H3) - Especificação
NBR9293 de 10/2014

Veículos rodoviários automotores - Farol principal com lâmpada incandescente halógena (H1 - H2 - H3) - Especificação

Veículos rodoviários automotores - Farol principal com lâmpada normal - Especificação
NBR9078 de 10/2014

Veículos rodoviários automotores - Farol principal com lâmpada normal - Especificação

Lâmpadas halógenas de tungstênio (exceto lâmpadas para veículos automotivos) — Especificações de desempenho
NBRIEC60357 de 01/2016

Lâmpadas halógenas de tungstênio (exceto lâmpadas para veículos automotivos) — Especificações de desempenho

Veículos rodoviários automotores - Lanterna indicadora de direção - Especificação
NBR16320 de 11/2014

Veículos rodoviários automotores - Lanterna indicadora de direção - Especificação

Veículos rodoviários automotores — Lanterna da marcha à ré — Especificação
NBR16321 de 11/2014

Veículos rodoviários automotores — Lanterna da marcha à ré — Especificação

Veículos rodoviários automotores - Lanterna delimitadora, de posição e de freio - Especificação
NBR9296 de 10/2014

Veículos rodoviários automotores - Lanterna delimitadora, de posição e de freio - Especificação

Bases de lâmpadas, porta-lâmpadas, bem como gabaritos para o controle de intercambialidade e segurança - Parte 1: Bases de lâmpadas
NBRIEC60061-1 de 05/1998

Bases de lâmpadas, porta-lâmpadas, bem como gabaritos para o controle de intercambialidade e segurança - Parte 1: Bases de lâmpadas

Veículos rodoviários automotores - Farol principal com lâmpada incandescente halógena H4 - Especificação
NBR9183 de 10/2014

Veículos rodoviários automotores - Farol principal com lâmpada incandescente halógena H4 - Especificação

Lâmpadas de filamento para veículos automotivos - Requisitos dimensionais, elétricos e luminosos
NBRIEC60809 de 11/1997

Lâmpadas de filamento para veículos automotivos - Requisitos dimensionais, elétricos e luminosos