Text page

NBR 11307 (MB3216) de 08/2016: perda de carga em registro de PVC rígido para ramal predial

O que a aparelhagem e os dispositivos de ensaio devem satisfazer? Como deve ser o procedimento de ensaio? Essas questões estão sendo respondidas no texto sobre a perda de carga em registro de PVC rígido para ramal predial.

07/09/2016 - Equipe Target

Os conceitos dos registros de PVC rígido para ramal predial

A NBR 11307 (MB3216) de 08/2016 - Registro de PVC rígido para ramal predial - Determinação da perda de carga especifica um método para determinação da perda de carga em registro de PVC rígido, destinado à execução de ramal predial em redes distribuidoras de água com tubos de PVC rígido, conforme a NBR 5647 e NBR 7665.

Acesse algumas perguntas relacionadas com essa norma GRATUITAMENTE no Target Genius Respostas Diretas:

O que a aparelhagem e os dispositivos de ensaio devem satisfazer?

Como deve ser o procedimento de ensaio?

Em resumo, a aparelhagem e os dispositivos de ensaio devem satisfazer às seguintes condições: um banco de ensaio de vazão/perda de carga: capaz de fornecer água na vazão estabelecida na especificação, dotado de manômetro diferencial e reservatório calibrado, com exatidão de 1 L; um cronômetro; uma régua com exatidão de 1 mm; e tubos e conexões (necessários para o acoplamento do registro ao banco de ensaio).

Pode-se dizer que o PVC é o mais versátil dentre os plásticos. Devido à necessidade de a resina ser formulada mediante a incorporação de aditivos, o PVC pode ter suas características alteradas dentro de um amplo espectro de propriedades em função da aplicação final, variando desde o rígido ao extremamente flexível, passando por aplicações que vão desde tubos e perfis rígidos para uso na construção civil até brinquedos e laminados flexíveis para acondicionamento de sangue e plasma.

A NBR11306 de 03/1990 - Registro de PVC rígido, para ramal predial fixa condições exigíveis para o recebimento de registros de PVC rígido, destinados à execução de ramal predial com tubos de PE 5 com DE 20, em redes distribuidoras de água com tubos de PVC rígido. Já o certificado de ensaio deve conter no mínimo: referência à NBR 11307; identificação completa do registro; vazão de ensaio; resultado do ensaio, expresso em quilopascal (kPa); local e data da execução do ensaio; e condições de execução do ensaio. Igualmente, algumas definições são importantes.

O diâmetro nominal de rosca (DNR) é um simples número que serve para classificar, quanto à intercambialidade de roscas acopláveis ao padrão da PB-14, exclusivamente as partes do registro destinadas à execução de junta roscável com os demais elementos, quando roscáveis, da tubulação (tais como, tubos, conexões, válvulas). O diâmetro externo (DE) é o do tubo de polietileno PE 5, conforme a EB-1477.

Ramal predial é a tubulação compreendida entre o colar de tomada ou peça de derivação e o cavalete, inclusive. A pressão de serviço (Ps) é a máxima pressão (incluindo as variações dinâmicas) que os registros podem suportar em serviço contínuo, conduzindo água potável a uma determinada temperatura.

Assim, os registros devem ser fabricados de policloreto de vinila não plastificado (PVC rígido), com adição de ingredientes, a critério do fabricante, e por processo de injeção que assegure a obtenção de produtos que atendam aos requisitos da norma. Nas partes e vedações internas do registro podem ser utilizados outros materiais, tais como, outros plásticos, metais e elastômeros.

O registro deve ser submetido aos ensaios de verificação da qualidade, a serem realizados pelo fabricante, no mínimo, uma vez por ano. O fabricante deve manter, pelo prazo de cinco anos, os resultados dos referidos ensaios de verificação da qualidade. Os registros de igual partida devem ter cor uniforme, permitindo-se, entretanto, nuanças devidas a natural diferença de cor da matéria-prima.

O registro, quando submetido ao ensaio de perda de carga, conforme a MB-3216, com vazão de (2,0±0,1) m³/h, não deve apresentar perda de carga superior a 12 KPa. Quanto ao desempenho da junta mecânica, o registro, dotado de, ao menos, uma junta mecânica, deve ser submetido ao ensaio de desempenho.

Para a estanqueidade, o registro, quando acoplado ao tubo PE 5 da EB-1477, curvado a frio, conforme a MB-2183 e submetido à pressão hidrostática de 1,6 MPa, durante 3 min, deve permanecer estanque. No esforço axial, o registro, quando acoplado ao tubo PE 5 da EB-1477 e submetido ao esforço de tração axial de 850 N, durante 1h, conforme a MB-2184, não deve desmontar ou romper. A inspeção do registro é normalmente feita na fábrica, entretanto, por acordo entre fabricante e comprador, pode ser efetuada em outro local. fabricante deve colocar à disposição do comprador, ou seu representante, os equipamentos e pessoal especializado para os ensaios e gabaritos de controle, conforme sua rotina normal de controle de qualidade.

O comprador ou seu representante deve ser avisado com antecedência mínima de 15 dias úteis, da data na qual têm início, normalmente, as operações de recepção do material encomendado. Caso o comprador ou seu representante não compareça na data estipulada para acompanhar os ensaios de recebimento, deve o fabricante proceder aos ensaios e demais providências, conforme estabelece a norma.

Deve-se ressaltar que a grande versatilidade do PVC deve-se, em parte, também à sua adequação aos mais variados processos de moldagem, podendo ser injetado, extrudado, calandrado, espalmado, somente para citar algumas das alternativas de transformação. Uma vez que a resina de PVC é totalmente atóxica e inerte, a escolha de aditivos com essas mesmas características permite a fabricação de filmes, lacres e laminados para embalagens, brinquedos e acessórios médico-hospitalares, tais como mangueiras para sorologia e cateteres.

As aplicações diretamente ligadas à construção civil, como tubos e conexões, perfis e fios e cabos principalmente, somam aproximadamente 62% da demanda total de PVC no Brasil. Nessas aplicações o PVC mostra excelente relação custo-benefício se confrontado com a de materiais concorrentes como a madeira, metais e cerâmicas, além de apresentar vantagens facilmente perceptíveis em quesitos como comportamento antichama, resistência química e ao intemperismo, isolamento térmico e acústico, facilidade de instalação, baixa necessidade de manutenção e excelente acabamento e estética, dentre outras.

O segmento de perfis, o qual engloba chapas rígidas, é o de maior potencial de crescimento no Brasil, alavancado por aplicações em esquadrias, revestimentos internos e externos, diversos perfis de acabamento e displays para comunicação visual. Nos segmentos de laminados e espalmados, a versatilidade do PVC permite a confecção tanto de revestimentos para imitação de couro quanto laminados reforçados para aplicações em proteção do solo – as chamadas geomembranas, passando por piscinas e lonas para aplicações diversas.

Observe-se que as válvulas são dispositivos destinados a estabelecer, controlar e interromper a descarga de fluidos nos encanamentos. Quando destinadas à água e de comando manual, são tradicionalmente designadas com o nome de registros. Assim, os registros são equipamentos instalados nas tubulações destinados a limitar, impedir ou permitir o escoamento da água nas canalizações do sistema de abastecimento.

Em sistemas públicos de distribuição de água são geralmente utilizados registros de gaveta, que podem ser do tipo oval ou chato, este menos robusto e mais barato, mas que só deve ser utilizado para pequenas pressões de serviço, tanto menores quanto maiores forem os diâmetros. A perda de carga nessas válvulas, quando completamente abertas, é desprezível. Este motivo e o custo relativamente reduzido explicam seu largo emprego em instalações hidráulicas prediais, nos barriletes, ramais de água, elevatórias de água, ar comprimido e vapor.

Normalmente, devem funcionar completamente abertos ou permanecerem totalmente fechados. Parcialmente abertas, produzem perda de carga elevada e sob certas condições, estão sujeitas à cavitação. Em algumas oportunidades, quando se pretende reduzir a descarga, alternando o ponto de funcionamento da bomba, são utilizadas com abertura parcial, de modo a criarem a perda de carga necessária para conseguir uma determinada vazão.

Além de não serem aconselháveis de um modo geral para regulagem de vazão, há o inconveniente para certas aplicações. É que, em alguns tipos menos aperfeiçoados, sua estanqueidade não é perfeita, quando a pressão é elevada e a temperatura do líquido, considerável.

Assim, tornam-se totalmente inconvenientes para instalações em trechos com escoamento forçado com pressão externa superior à interna. Os registros são produzidos com duas bolsas, duas pontas ou dois flanges, de modo que possam ser adquiridos conforme o tipo de junta da tubulação em que o mesmo será instalado.

Enfim, os fornecimentos de registro devem ser acompanhados de termos de garantia explícita, expedidos pelo fabricante, de que seus produtos cumprem os requisitos estabelecidos para os ensaios de qualidade, devendo-se observar: os ensaios devem ser realizados pelo fabricante, no mínimo, uma vez por ano, caracterizados sobre três corpos-de-prova, sendo que todos devem apresentar resultado satisfatório.

No caso de, no máximo, um corpo de prova ser reprovado, deve ser feito novo ensaio sobre seis corpos de prova, quando todos devem apresentar resultado satisfatório. Por acordo mútuo entre fabricante e comprador, pode ser utilizada uma entidade oficial independente para realizar os ensaios, contudo o fabricante deve ser capaz de executá-los em suas instalações. O fabricante deve manter os resultados dos ensaios de verificação da qualidade e exibi-los ao inspetor.

FONTE: Equipe Target

Anúncio fixo da norma NBRISO9001 Chegou o novo app Target GEDWeb!
Busque e visualize suas normas ABNT NBR NM
Recursos exclusivos de busca, leitura por voz,
acesso off-line, navegação por setor e muito mais!
Produto/Serviço relacionado à NBRISO9001

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Conexão de PVC rígido com junta elástica - Verificação da estanqueidade sob pressão hidrostática interna - Método de ensaio
NBR8217 de 10/1983

Conexão de PVC rígido com junta elástica - Verificação da estanqueidade sob pressão hidrostática interna - Método de ensaio

Registro-broca de PVC rígido para ramal predial - Determinação da perda de carga - Metodo de ensaio
NBR12061 de 04/1991

Registro-broca de PVC rígido para ramal predial - Determinação da perda de carga - Metodo de ensaio

Registro de PVC rígido, para ramal predial - Especificação
NBR11306 de 03/1990

Registro de PVC rígido, para ramal predial - Especificação

Sistemas para adução e distribuição de água - Tubos e conexões de PVC-U 6,3 com junta elástica e com diâmetros nominais até DN 100 - Parte 2: Requisitos específicos para tubos com pressão nominal PN 1,00 MPa
NBR5647-2 de 04/2019

Sistemas para adução e distribuição de água - Tubos e conexões de PVC-U 6,3 com junta elástica e com diâmetros nominais até DN 100 - Parte 2: Requisitos específicos para tubos com pressão nominal PN 1,00 MPa

Registro de PVC para bloqueio de vazão - Verificação da resistência ao uso
NBR10929 de 05/2018

Registro de PVC para bloqueio de vazão - Verificação da resistência ao uso

Registro de PVC rígido para ramal predial - Determinação da perda de carga
NBR11307 de 08/2016

Registro de PVC rígido para ramal predial - Determinação da perda de carga

Registro para bloqueio de vazão de cavaletes de polipropileno - Resistência ao uso - Método de ensaio
NBR11305 de 04/2017

Registro para bloqueio de vazão de cavaletes de polipropileno - Resistência ao uso - Método de ensaio

Sistemas para adução e distribuição de água - Tubos e conexões de PVC-U 6,3 com junta elástica e com diâmetros nominais até DN 100 - Parte 1: Requisitos gerais para tubos e métodos de ensaio
NBR5647-1 de 12/2021

Sistemas para adução e distribuição de água - Tubos e conexões de PVC-U 6,3 com junta elástica e com diâmetros nominais até DN 100 - Parte 1: Requisitos gerais para tubos e métodos de ensaio

Cavalete de polipropileno DN 20 para ramais prediais - Especificação
NBR11304 de 03/1990

Cavalete de polipropileno DN 20 para ramais prediais - Especificação

Tubos e conexões de PVC e CPVC - Verificação do efeito sobre a água - Requisitos e método de ensaio
NBR8219 de 08/2017

Tubos e conexões de PVC e CPVC - Verificação do efeito sobre a água - Requisitos e método de ensaio

Registro de PVC rígido para ramal predial - Verificação da estanqueidade à pressão hidrostática
NBR11308 de 06/2016

Registro de PVC rígido para ramal predial - Verificação da estanqueidade à pressão hidrostática

Tubos e conexões de poli(cloreto de vinila) clorado (CPVC) para sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos - Requisitos e métodos de ensaio
NBR15647 de 12/2008

Tubos e conexões de poli(cloreto de vinila) clorado (CPVC) para sistemas de proteção contra incêndio por chuveiros automáticos - Requisitos e métodos de ensaio

Tubo de polietileno PE 5 para ligações prediais de água - Verificação da resistência de junta mecânica a esforço axial
NBR9057 de 01/2015

Tubo de polietileno PE 5 para ligações prediais de água - Verificação da resistência de junta mecânica a esforço axial

Sistemas para adução e distribuição de água - Tubos e conexões de PVC-U 6,3 com junta elástica e com diâmetros nominais até DN 100 - Parte 3: Requisitos específicos para tubos com pressão nominal PN 0,75 MPa
NBR5647-3 de 05/2019

Sistemas para adução e distribuição de água - Tubos e conexões de PVC-U 6,3 com junta elástica e com diâmetros nominais até DN 100 - Parte 3: Requisitos específicos para tubos com pressão nominal PN 0,75 MPa

Sistemas de transporte de água ou de esgoto sob pressão — Tubos de PVC-M DEFOFO com junta elástica — Requisitos
NBR7665 de 03/2020

Sistemas de transporte de água ou de esgoto sob pressão — Tubos de PVC-M DEFOFO com junta elástica — Requisitos

Sistemas para adução e distribuição de água - Tubos e conexões de PVC-U 6,3 com junta elástica e com diâmetros nominais até DN 100 - Parte 4: Requisitos específicos para tubos com pressão nominal PN 0,60 MPa
NBR5647-4 de 05/2019

Sistemas para adução e distribuição de água - Tubos e conexões de PVC-U 6,3 com junta elástica e com diâmetros nominais até DN 100 - Parte 4: Requisitos específicos para tubos com pressão nominal PN 0,60 MPa