Text page

Reciclagem de resíduos sólidos reduz custos e preserva o meio-ambiente

Muito tem sido feito para a redução desses resíduos, que podem chegar a 30% do material utilizado; além disso, novas tecnologias e procedimentos têm obtido sucesso no sentido de alcançar um aproveitamento mais eficiente dos materiais utilizados.

Os resíduos sólidos das obras carregam componentes de conotação negativa em diversos aspectos. O primeiro deles é o desperdício de material, já que resíduos sólidos significam recursos mal utilizados. O outro é a remoção do entulho, que envolve custos de transporte. Por fim, é necessário um local para depósito desses resíduos que, em última instância, são nocivos ao meio ambiente.

Os custos desse processo são repassados para toda a sociedade, sob a forma de distorção de preços (mais altos) e de locais para deposição dos resíduos.

Muito tem sido feito para a redução desses resíduos, que podem chegar a 30% do material utilizado. Novas tecnologias e procedimentos têm obtido sucesso no sentido de alcançar um aproveitamento mais eficiente dos materiais utilizados. O complemento desse trabalho é a reutilização desses resíduos, evitando a necessidade de novos locais para sua deposição.

A incorporação do conceito de reaproveitamento se torna mais importante a cada dia, tanto para redução de custos quanto para proteção do meio ambiente. Diversos estudos mostram que o aproveitamento dos resíduos é plenamente viável, pois é possível atingir níveis de resistência e qualidade similares aos dos materiais novos.

A norma NBR 15116:2004 - Agregados reciclados de resíduos sólidos da construção civil - Utilização em pavimentação e preparo de concreto sem função estrutural - Requisitos - traz os requisitos para aplicação de agregados reciclados para pavimentação e preparo de concreto sem função estrutural.

Muitas empresas têm interesse em reciclar seus resíduos, mas, muitas vezes, temem em fazê-lo, por insegurança ou desconhecimento. Com essa norma, abre-se um importante caminho para a reciclagem com segurança.

Para adquirir a norma NBR 15116, clique aqui.
Anúncio fixo da norma NBRISO9001 Chegou o novo app Target GEDWeb!
Busque e visualize suas normas ABNT NBR NM
Recursos exclusivos de busca, leitura por voz,
acesso off-line, navegação por setor e muito mais!
Produto/Serviço relacionado à NBRISO9001

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Resíduos sólidos da Construção civil - Áreas de reciclagem - Diretrizes para projeto, implantação e operação
NBR15114 de 06/2004

Resíduos sólidos da Construção civil - Áreas de reciclagem - Diretrizes para projeto, implantação e operação

Sistemas de Gestão da Qualidade – Requisitos para organizações de aeronáutica, espaço e defesa
NBR15100 de 01/2010

Sistemas de Gestão da Qualidade – Requisitos para organizações de aeronáutica, espaço e defesa

Procedimento para obtenção de extrato solubilizado de resíduos sólidos
NBR10006 de 05/2004

Procedimento para obtenção de extrato solubilizado de resíduos sólidos

Materiais asfálticos - Determinição do efeito do calor e do ar em uma película delgada rotacional
NBR15235 de 03/2009

Materiais asfálticos - Determinição do efeito do calor e do ar em uma película delgada rotacional

Agregado miúdo - Determinação de massa específica e massa específica aparente
NBRNM52 de 04/2021

Agregado miúdo - Determinação de massa específica e massa específica aparente

Armazenamento de resíduos sólidos perigosos - Procedimento
NBR12235 de 04/1992

Armazenamento de resíduos sólidos perigosos - Procedimento

Amostragem de resíduos sólidos
NBR10007 de 05/2004

Amostragem de resíduos sólidos

Agregados reciclados para uso em argamassas e concretos de cimento Portland - Requisitos e métodos de ensaios
NBR15116 de 06/2021

Agregados reciclados para uso em argamassas e concretos de cimento Portland - Requisitos e métodos de ensaios

Agregado graúdo - Determinação de massa específica, massa específica aparente e absorção de água
NBRNM53 de 05/2021

Agregado graúdo - Determinação de massa específica, massa específica aparente e absorção de água

Cimento e clínquer - Análise química - Determinação dos óxidos de Ti, P e Mn
NBRNM124 de 03/2009

Cimento e clínquer - Análise química - Determinação dos óxidos de Ti, P e Mn

Coleta de resíduos sólidos
NBR13463 de 09/1995

Coleta de resíduos sólidos

Ligantes asfálticos - Determinação da sedimentação e estabilidade à estocagem de emulsões asfálticas
NBR6570 de 05/2016

Ligantes asfálticos - Determinação da sedimentação e estabilidade à estocagem de emulsões asfálticas

Agregados — Determinação do teor de argila em torrões e materiais friáveis
NBR7218 de 01/2010

Agregados — Determinação do teor de argila em torrões e materiais friáveis

Emulsões asfálticas - Confirmação da carga de partícula de emulsões catiônicas de ruptura lenta e de ruptura controlada, convencionais e modificadas por polímeros
NBR15694 de 03/2009

Emulsões asfálticas - Confirmação da carga de partícula de emulsões catiônicas de ruptura lenta e de ruptura controlada, convencionais e modificadas por polímeros

Resíduos sólidos da construção civil e resíduos inertes - Aterros - Diretrizes para projeto, implantação e operação
NBR15113 de 06/2004

Resíduos sólidos da construção civil e resíduos inertes - Aterros - Diretrizes para projeto, implantação e operação

Agregados reciclados de resíduos sólidos da construção civil - Execução de camadas de pavimentação - Procedimentos
NBR15115 de 06/2004

Agregados reciclados de resíduos sólidos da construção civil - Execução de camadas de pavimentação - Procedimentos

Apresentação de projetos de ateros sanitários de resíduos sólidos urbanos - Procedimento
NBR8419 de 04/1992

Apresentação de projetos de ateros sanitários de resíduos sólidos urbanos - Procedimento

Contentores metálicos 0,8 m3 a 1,6 m3 para coleta de resíduos sólidos por coletores-compactadores de carregamento traseiro - Requisitos para fabricação e utilização
NBR13334 de 11/2017

Contentores metálicos 0,8 m3 a 1,6 m3 para coleta de resíduos sólidos por coletores-compactadores de carregamento traseiro - Requisitos para fabricação e utilização

Águas - Determinação de resíduo sedimentável (sólidos sedimentáveis) - Método do cone de Imhoff - Método de ensaio
NBR10561 de 12/1988

Águas - Determinação de resíduo sedimentável (sólidos sedimentáveis) - Método do cone de Imhoff - Método de ensaio

Embalagem — Índice de reciclagem — Definições e método de cálculo
NBR15792 de 01/2010

Embalagem — Índice de reciclagem — Definições e método de cálculo

Agregados - Amostragem
NBRNM26 de 04/2021

Agregados - Amostragem

Extintores de incêndio sobre rodas
NBR15809 de 02/2017

Extintores de incêndio sobre rodas

Preparação de concreto em laboratório - Procedimento
NBR12821 de 03/2009

Preparação de concreto em laboratório - Procedimento

Caçamba estacionária de 0,8 metros cúbicos, 1,2 metros cúbicos e 1,6 metros cúbicos para coleta de resíduos sólidos por coletores-compactadores de carregamento traseiro
NBR13333 de 10/2007

Caçamba estacionária de 0,8 metros cúbicos, 1,2 metros cúbicos e 1,6 metros cúbicos para coleta de resíduos sólidos por coletores-compactadores de carregamento traseiro

Implementos rodoviários — Coletor-compactador de resíduos sólidos e seus principais componentes — Terminologia
NBR13332 de 11/2010

Implementos rodoviários — Coletor-compactador de resíduos sólidos e seus principais componentes — Terminologia

Extintores de incêndio portáteis
NBR15808 de 02/2017

Extintores de incêndio portáteis

Procedimento para obtenção de extrato lixiviado de resíduos sólido
NBR10005 de 05/2004

Procedimento para obtenção de extrato lixiviado de resíduos sólido

Implementos rodoviários — Coletor-compactador de resíduos sólidos — Definição do volume
NBR14879 de 01/2011

Implementos rodoviários — Coletor-compactador de resíduos sólidos — Definição do volume

Resíduos sólidos (válida até 29/11/2004)
NBR10004 1987 de 01/0001

Resíduos sólidos (válida até 29/11/2004)

Coleta, varrição e acondicionamento de resíduos sólidos urbanos - Terminologia
NBR12980 de 08/1993

Coleta, varrição e acondicionamento de resíduos sólidos urbanos - Terminologia

Extintores de incêndio com carga d'água
NBR11715 de 03/2010

Extintores de incêndio com carga d'água

Resíduos sólidos - Classificação
NBR10004 de 05/2004

Resíduos sólidos - Classificação

Embalagens e acondicionamento plásticos recicláveis - Identificação e simbologia
NBR13230 de 11/2008

Embalagens e acondicionamento plásticos recicláveis - Identificação e simbologia

Aeroportos - Gerenciamento de resíduos sólidos
NBR8843 de 07/1996

Aeroportos - Gerenciamento de resíduos sólidos

Ligantes asfálticos - Emulsões asfálticas - Determinação da carga de partícula - Asphalt binders - Asphalt emulsions - Determination of particle charge
NBR6567 de 01/2015

Ligantes asfálticos - Emulsões asfálticas - Determinação da carga de partícula - Asphalt binders - Asphalt emulsions - Determination of particle charge

Apresentação de projetos de aterros controlados de resíduos sólidos urbanos
NBR8849 de 06/2015

Apresentação de projetos de aterros controlados de resíduos sólidos urbanos

Sistemas de segurança contra incêndio em túneis — Ensaios, comissionamento e inspeções
NBR15775 de 11/2009

Sistemas de segurança contra incêndio em túneis — Ensaios, comissionamento e inspeções

Águas - Determinação de resíduos (sólidos) - Método gravimétrico - Método de ensaio
NBR10664 de 04/1989

Águas - Determinação de resíduos (sólidos) - Método gravimétrico - Método de ensaio

Agregados para concreto- Determinação de sais, cloretos e sulfatos solúveis
NBR9917 de 03/2009

Agregados para concreto- Determinação de sais, cloretos e sulfatos solúveis