Text page

NBR 15965-3: a definição dos processos da construção

Essa parte 3 da norma tem por objetivo apresentar a estrutura de classificação que define os processos da construção, para aplicação na tecnologia de modelagem da informação da construção, pela indústria de Arquitetura, Engenharia e Construção (AEC). O sistema de classificação se aplica ao planejamento, projeto, obra, operação e manutenção de empreendimentos da construção civil.

21/01/2015 - Equipe Target

Sistema de classificação da informação da construção

A NBR 15965-3 de 12/2014 - Sistema de classificação da informação da construção - Parte 3: Processos da construção tem por objetivo apresentar a estrutura de classificação que define os processos da construção, para aplicação na tecnologia de modelagem da informação da construção, pela indústria de Arquitetura, Engenharia e Construção (AEC). O sistema de classificação se aplica ao planejamento, projeto, obra, operação e manutenção de empreendimentos da construção.

Esta parte da ABNT NBR 15965 é observada na elaboração de outras normas relativas à modelagem da informação da construção. Esta parte da NBR 15965 apresenta uma proposta de sistema de classificação que indica tabelas que, seguindo um padrão de referência de classes e princípios de especialização, ordenam e operacionalizam o referido sistema.

Essa norma sob o título geral “Sistema de classificação da informação da construção”, tem previsão de conter as seguintes partes: Parte 1: Terminologia e estrutura; Parte 2: Características dos objetos da construção; Parte 3: Processos da construção; Parte 4: Recursos da construção; Parte 5: Resultados da construção; Parte 6: Unidades da construção; e Parte 7: Informação da construção. Tem por objetivo estabelecer a terminologia e estrutura de classificação para a tecnologia de modelagem da informação da construção em plena adoção pela indústria brasileira de Arquitetura, Engenharia e Construção (AEC). Esse instrumento serve para nortear métodos de avaliação, escopos de trabalho, padrões técnicos e outros parâmetros que envolvam a modelagem da informação da construção.

Esta parte da ABNT NBR 15965 tem por objetivo apresentar a estrutura de classificação que define as características dos objetos da construção para aplicação na tecnologia de modelagem da informação da construção pela indústria brasileira de Arquitetura, Engenharia e Construção (AEC).

Esse instrumento serve para nortear métodos de avaliação, escopos de trabalho, padrões técnicos e outros parâmetros que envolvam a modelagem da informação da construção. Esta parte da NBR 15965 descreve os processos da construção apresentados em três tabelas conforme a seguir : 1F – Fases, 1S – Serviços e 1D – Disciplinas.

As fases do ciclo de vida, costumam ser representadas por dois termos utilizados na indústria da construção civil; Estágio e Fase. Estágio é uma caraterização dos principais segmentos ou partes de um projeto. Geralmente são: concepção, seleção de entregas, projeto, documentos da construção, contratação, execução, utilização e fechamento.

Fase é uma parte do trabalho que resulta do sequenciamento de tarefas de acordo com uma parte predefinida de um estágio. Estágio é uma caracterização de maior nível e uma fase é um nível subordinado de titulação dentro de um estágio.

O escopo de um projeto pode variar de minúsculo a gigantesco. Projetos se desenvolvem em períodos de tempo e são compostos de um ou mais estágios com suas correspondentes atividades subordinadas – as fases. Os estágios ocupam períodos de tempo e representam atividades específicas que ocorrem entre alterações de substância ou de processo.

Serviços são as atividades, os processos relacionados à construção, projeto, manutenção, renovação, demolição, comissionamento, descomissionamento e todas as outras funções que ocorrem de acordo com o ciclo de vida de uma entidade construída. Esta tabela é baseada em ações, que incluem quaisquer serviços realizados ou prestados que influenciam o ambiente construtivo. Serviços incluem todas as ações realizadas por quaisquer participantes na criação e sustentabilidade do ambiente construído, através do ciclo de vida de uma entidade construída.

Exemplos de serviços: projeto, licitação, orçamentação, construção, manutenção, inspeção. Disciplinas são as áreas de práticas e especialização dos diversos atores (participantes) que realizam processos e procedimentos que ocorrem durante o ciclo de vida de uma entidade construída.

A tabela de disciplinas não considera as funções específicas dos indivíduos que compõem uma equipe de projeto. Essas funções específicas são cobertas pela Tabela 2N – Funções (ou papéis organizacionais). As informações da Tabela 1D podem ser combinadas com as informações da Tabela 2N para fornecer um classificação completa como, por exemplo, supervisor (Tabela 2N – Funções) de instalações elétricas (Tabela 1D – Disciplinas).

Exemplos de disciplinas: arquitetura, design de interiores, engenharia mecânica, construtor, finanças, vendas imobiliárias. A partir da análise dos sistemas de classificação adotados internacionalmente e considerando os regionalismos e peculiaridades da indústria de construção em todo o território brasileiro, tomou-se como base a NBR ISO 12006-2 para dar o suporte teórico à nova norma referente aos sistemas de classificação que suportam a tecnologia da modelagem da informação da construção.

A partir de um esquema organizacional publicado na NBR ISO 12006-2, que apresenta as seis grandes classes da construção (espaços, resultados, processos, recursos, propriedades/características e informações) e as relações gerais entre elas (ver Figura 2 da NBR ISO 12006-2:2010), elaborou-se um quadro de classes que agrupa, em cada grande grupo identificado, os princípios de especialização constantes para cada um desses grupos.

Anúncio fixo da norma NBRISO9001 Chegou o novo app Target GEDWeb!
Busque e visualize suas normas ABNT NBR NM
Recursos exclusivos de busca, leitura por voz,
acesso off-line, navegação por setor e muito mais!
Produto/Serviço relacionado à NBRISO9001

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Construção de edificação - Organização de informação da construção - Parte 2: Estrutura para classificação
NBRISO12006-2 de 02/2018

Construção de edificação - Organização de informação da construção - Parte 2: Estrutura para classificação

Resíduos da construção civil e resíduos volumosos - Áreas de transbordo e triagem - Diretrizes para projeto, implantação e operação
NBR15112 de 06/2004

Resíduos da construção civil e resíduos volumosos - Áreas de transbordo e triagem - Diretrizes para projeto, implantação e operação

Resíduos sólidos da Construção civil - Áreas de reciclagem - Diretrizes para projeto, implantação e operação
NBR15114 de 06/2004

Resíduos sólidos da Construção civil - Áreas de reciclagem - Diretrizes para projeto, implantação e operação

Sistema de classificação da informação da construção - Parte 1: Terminologia e estrutura
NBR15965-1 de 07/2011

Sistema de classificação da informação da construção - Parte 1: Terminologia e estrutura

Qualificação de pessoas no processo construtivo para edificações — Perfil profissional do pedreiro de obras
NBR15968 de 07/2011

Qualificação de pessoas no processo construtivo para edificações — Perfil profissional do pedreiro de obras

Resíduos sólidos da construção civil e resíduos inertes - Aterros - Diretrizes para projeto, implantação e operação
NBR15113 de 06/2004

Resíduos sólidos da construção civil e resíduos inertes - Aterros - Diretrizes para projeto, implantação e operação

Qualificação de pessoas para a construção civil – Perfil profissional do assentador e do rejuntador de placas cerâmicas e porcelanato para revestimentos
NBR15825 de 05/2010

Qualificação de pessoas para a construção civil – Perfil profissional do assentador e do rejuntador de placas cerâmicas e porcelanato para revestimentos

Indústria da construção
NBR8950 de 06/2015

Indústria da construção

Sistema de classificação da informação da construção - Parte 2: Características dos objetos da construção
NBR15965-2 de 07/2012

Sistema de classificação da informação da construção - Parte 2: Características dos objetos da construção

Agregados reciclados para uso em argamassas e concretos de cimento Portland - Requisitos e métodos de ensaios
NBR15116 de 06/2021

Agregados reciclados para uso em argamassas e concretos de cimento Portland - Requisitos e métodos de ensaios

Agregados reciclados de resíduos sólidos da construção civil - Execução de camadas de pavimentação - Procedimentos
NBR15115 de 06/2004

Agregados reciclados de resíduos sólidos da construção civil - Execução de camadas de pavimentação - Procedimentos

Perícias de engenharia na construção civil
NBR13752 de 12/1996

Perícias de engenharia na construção civil

Sistema de classificação da informação da construção - Parte 3: Processos da construção
NBR15965-3 de 12/2014

Sistema de classificação da informação da construção - Parte 3: Processos da construção

Aços para construção - Série padronizada
NBR9608 de 04/2015

Aços para construção - Série padronizada