Text page

A importância do treinamento para as empresas

Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, tanto os colaboradores das organizações como as pessoas individualmente estão buscando o aprimoramento pessoal, profissional e institucional.

26/12/2012 - Equipe Target

Por que treinar?

Atualmente, tanto os colaboradores das organizações como as pessoas individualmente estão buscando o aprimoramento pessoal, profissional e institucional. Tornou-se imperativo este desejo por instrumentos, ferramentas e técnicas para um melhor posicionamento, uma melhor atuação.

É utópico o desejo de participar de um mercado (de pessoas e organizações) tão competitivo e seletivo de forma aleatória, sem um posicionamento e um planejamento estratégico, sem profissionalização em todos os níveis, sem estar municiado de informações e conhecimentos amplos. Em razão disto, uma das ferramentas mais importantes para o desenvolvimento humano e empresarial – e que cada vez mais vem se utilizando com frequência – é, sem dúvida, o treinamento. É indispensável. Pessoas continuarão sendo o grande diferencial para qualquer empreendimento.

Contudo, não se deve comprar treinamentos apenas teóricos com pequena ou quase nenhuma aplicabilidade prática, apenas para melhorar o curriculum ou para justificar a aplicação de um investimento que está sobrando no orçamento. Treinamento não é sinônimo de passatempo. Tampouco é pacote. Deve ser encarado como um grande investimento, deve ser sob medida, atendendo necessidades. As pessoas e as organizações devem atentar seriamente para isto.

Faz-se necessário rigor de critérios ao selecionar e contratar instrutores e/ou empresas para os treinamentos. É obrigação verificar: idoneidade de todos os envolvidos, curriculum vitae do consultor/instrutor (constando e checando a formação acadêmica, o conhecimento e a experiência com os resultados relevantes obtidos de suas atividades profissionais, o tempo de atuação no mercado, a sensibilidade aos valores culturais da localidade, etc.), a relação de pessoas e empresas atendidas e o nível de satisfação destas durante e pós–treinamento, o local a ser ministrado o treinamento (instalações, segurança, facilidade de acesso, estacionamento), avaliação da carga horária em função do conteúdo programático a ser ministrado, o número de participantes (nossa experiência recomenda para cursos de curta duração, teórico ou prático, um número máximo 20 pessoas por turma), homogeneidade do perfil dos treinandos, recursos audiovisuais e didáticos utilizados, análise do preço cobrado ( na maioria das vezes a opção pelo mais barato sai muito caro), coffee break oferecido, estrutura de apoio ( pessoas envolvidas, ações que desenvolverão, comprometimento ), processo de avaliação (durante e após o treinamento).

A própria ISO 9001:2008 fala em seu item 6.2 Recursos humanos:

6.2.1 Generalidades
O pessoal que executa atividades que afetam a conformidade com os requisitos do produto deve ser competente, com base em educação, treinamento, habilidade e experiência apropriados.
NOTA – A conformidade com os requisitos do produto pode ser afetada direta ou indiretamente pelo pessoal que desempenha qualquer tarefa dentro do sistema de gestão da qualidade.

6.2.2 Competência, treinamento e conscientização
A organização deve
a) determinar a competência necessária para o pessoal que executa trabalhos que afetam a conformidade com os requisitos do produto,
b) onde aplicável, prover treinamento ou tomar outras ações para atingir a competência necessária,
c) avaliar a eficácia das ações executadas,
d) assegurar que o seu pessoal está consciente quanto à pertinência e importância de suas atividades e de como elas contribuem para atingir os objetivos da qualidade, e
e) manter registros apropriados de educação, treinamento, habilidade e experiência (ver 4.2.4).

Enfim, a finalidade do aprendizado deve ser entendida de uma forma mais ampla e profunda, pois o treinamento neste caso será um aliado poderoso na alavancagem da melhora do desempenho das organizações, através de comportamentos adequados das equipes. Precisa-se aprender a aprender, livrando-se de velhos paradigmas e tendo a liberdade de ousar estimulando a criatividade.

Dessa forma, para com o objetivo de atender os clientes e os usuários, a Target elaborou uma pauta de treinamentos estruturados que oferecem aos participantes os subsídios técnicos necessários para que todos possam estar seguros das melhores práticas existentes no âmbito da engenharia, saúde, segurança no trabalho e gestão empresarial atendendo a legislação vigente. Um corpo docente formado por especialistas reconhecidos em seus setores, garante aos alunos uma formação altamente eficaz e qualificada. O número reduzido de participantes por turma é outro fator que confere eficiência aos Cursos Target. Dessa maneira, cada aluno tem mais oportunidades de interagir pessoalmente com os professores e colegas de sala, potencializando a troca de informações e experiências. Para aqueles que possuem uma agenda de compromissos complexa, a Target transmite os cursos ao vivo pela Internet, utilizando-se de ferramentas de interação de última geração.

Clique no link abaixo e acesse o catálogo de cursos da Target:

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Treinamento de emergência, evacuação e abandono na unidade marítima "offshore"
NBR12678 de 12/2012

Treinamento de emergência, evacuação e abandono na unidade marítima "offshore"

Gestão da qualidade — Qualidade de uma organização — Orientação para alcançar o sucesso sustentado
NBRISO9004 de 11/2019

Gestão da qualidade — Qualidade de uma organização — Orientação para alcançar o sucesso sustentado

Transporte ferroviário - Produto perigoso - Treinamento
NBR13900 de 02/2019

Transporte ferroviário - Produto perigoso - Treinamento

Sistemas de gestão da qualidade - Fundamentos e vocabulário
NBRISO9000 de 09/2015

Sistemas de gestão da qualidade - Fundamentos e vocabulário

Instalações e equipamentos para treinamentos de combate a incêndio e resgate técnico - Requisitos e procedimentos
NBR14277 de 02/2021

Instalações e equipamentos para treinamentos de combate a incêndio e resgate técnico - Requisitos e procedimentos