Text page

IEC 61850: um pacote de normas para os sistemas de automatização de subestações

Este pacote de normas contém todas as partes da IEC 61850 em um arquivo PDF bastante informativo contendo a maioria das definições encontradas na IEC 61850-7-3 e IEC 61850-7-4.


19/07/2012 - Equipe Target

Norma IEC 61850: uma série completa para os requisitos dos sistemas de automatização de subestações

As muitas vantagens da tecnologia moderna têm incentivado as empresas a modernizarem seus sistemas de proteção e automação de suas instalações elétricas, principalmente as concessionárias de energia elétrica responsáveis pela distribuição. Por esta razão, anseiam por capacitar suas instalações com funções de automação que facilitem suas manobras, operação e manutenção. Contudo, à medida que esses sistemas se tornam mais complexos, a intuição e a experiência humana tornam-se ineficazes para consolidar de forma rápida e precisa a sua modelagem e atuação. Portanto, deve-se juntar a autonomia de decisões e controle humano ao poder de processamento de equipamentos tecnológicos.

Há algum tempo, os sistemas tradicionais SCADA tem tentado configurar esse cenário. Contudo, esses sistemas possuem limitações e dificuldades extremas quando nos referimos à expansão. Grandes quantidades de cabos, relés auxiliares, relés de bloqueio, necessidade de conversores são alguns dos problemas desse sistema. Além de tirar a confiabilidade do sistema, essas condições aumentavam consideravelmente os custos de expansão destas instalações. De uma forma bem direta, dizer que a norma IEC 61850 resolve esse problema é inadequado. Ela é muito mais do que uma solução. É uma nova proposta tecnológica que para os sistemas de automatização de subestações. Através do uso de redes LAN Ethernet, velozes e confiáveis, a norma permite uma integração global entre os diversos equipamentos digitais, possibilitando, nessa nova condição, o compartilhamento de informações e tornando mais simples a implantação de novas funções de automação.

Os Dispositivos Eletrônicos Inteligentes (IEDs - Intelligent. Eletronic Devices) podem agora se comunicarem entre si e compartilhar informações de monitoramento. Não há necessidade mais de conversores para a comunicação entre IEDs de diferentes fabricantes, pois o protocolo de comunicação é o padrão Ethernet. Essas e outras inúmeras vantagens são conseguidas com uma redução drástica de cabos, interfaces e equipamentos intermediários. Observa-se a necessidade de conversores e o uso de uma estação Gateway para compatibilizar os diversos protocolos utilizados. Considere como primeira grande vantagem a universalização do protocolo de comunicação entre os IEDs.

Como consequência direta, a redução considerável da quantidade de cabos e pontos de entradas e saídas dos equipamentos digitais. As múltiplas informações sobre o processo e sistema estão agora compartilhadas entre os diversos equipamentos e subsistemas. Como as informações são compartilhadas, os relés de proteção primária, secundária e compartilhadas podem ficar responsáveis por medir e enviar as informações analógicas do sistema. Analogamente, tem-se a transmissão em tempo real do estado de chaves seccionadoras e disjuntores para o sistema de controle e supervisão. Já não há necessidade de termos vários multimedidores para a transdução dos dados do sistema. A norma torna esses instrumentos obsoletos, uma vez que os próprios IEDs de proteção fazem transdução digital da corrente e tensão de cada fase, desde que as informações de tensão e corrente adquiridas pelo relé possam ser utilizadas com medição identificada. Para isso, é claro, será necessário que os Transformadores de Corrente (TC’s) possuam precisão tolerável.

A série de normas inclui: IEC/TR 61850-1 ed1.0; IEC/TS 61850-2 ed1.0; IEC 61850-3 ed1.0; IEC 61850-4 ed2.0; IEC 61850-5 ed1.0; IEC 61850-6 ed2.0; IEC 61850-7-1 ed2.0; IEC 61850-7-2 ed2.0; IEC 61850-7-3 ed2.0; IEC 61850-7-4 ed2.0; IEC 61850-7-410 ed1.0; IEC 61850-7-420 ed1.0; IEC/TR 61850-7-510 ed1.0; IEC 61850-8-1 ed2.0; IEC 61850-9-2 ed2.0; IEC 61850-10 ed1.0; IEC/TS 61850-80-1 ed1.0; IEC/TR 61850-90-1 ed1.0; e IEC/TR 61850-90-5 ed1.0.

Para mais informações sobre a norma internacional, clique no link e preencha o cadastro

IEC 61850

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Sistemas de aterramento de subestações - Requisitos
NBR15751 de 07/2013

Sistemas de aterramento de subestações - Requisitos

Proteção contra incêndio em subestações elétricas
NBR13231 de 06/2015

Proteção contra incêndio em subestações elétricas

Sistemas de pintura para equipamentos e instalações de subestações elétricas - Especificação
NBR11388 de 12/1990

Sistemas de pintura para equipamentos e instalações de subestações elétricas - Especificação

Símbolos gráficos de usinas geradoras, subestações e linhas para sistemas energéticos e para sistemas de telecomunicação
NBR12524 de 10/2012

Símbolos gráficos de usinas geradoras, subestações e linhas para sistemas energéticos e para sistemas de telecomunicação