Text page

ABNT ISO/TR 10017: um guia sobre as técnicas estatísticas

Esse relatório técnico auxilia as organizações a identificar as técnicas estatísticas úteis em desenvolvimento, implementação, manutenção e melhoria do sistema de gestão da qualidade, de acordo com os requisitos da ABNT NBR ISO 9001.

22/06/2011 - Equipe Target

As técnicas estatísticas ajudam na medição e na análise das variações

Esse relatório técnico auxilia as organizações a identificar técnicas estatísticas úteis em desenvolvimento, implementação, manutenção e melhoria do sistema de gestão da qualidade, de acordo com os requisitos da NBR ISO 9001. Nesse contexto, a utilidade das técnicas estatísticas segue a variabilidade observada no comportamento e na realização de praticamente todos os processos, mesmo sob condições de uma estabilidade aparente.

Essa variabilidade pode ser observada nas características quantificáveis de produtos e processos, assim como em vários estágios do ciclo de vida total de produtos, desde a pesquisa de mercado até o serviço ao consumidor e a sua disposição final. As técnicas estatísticas ajudam na medição, descrição, análise, interpretação e modelagem dessas variações, mesmo com uma quantidade de dados limitada. A análise estatística destes dados ajuda a formar uma compreensão melhor da natureza, da extensão e das causas da variabilidade. Isso pode ajudar a solucionar e até mesmo prevenir problemas que podem surgir da variabilidade.

As técnicas estatísticas permitem, portanto, melhor utilização dos dados disponíveis na tomada de decisões, e, assim, auxiliam a melhoria contínua da qualidade de produtos e processos, para alcançar a satisfação do cliente. Essas técnicas são relevantes a um amplo espectro de atividades, como pesquisa de mercado, projeto, desenvolvimento, produção, verificação, instalação e fornecimento.

Dessa forma, o relatório técnico pretende guiar e auxiliar as organizações a considerar e selecionar técnicas estatísticas apropriadas às necessidades da organização. O critério para determinar a necessidade de técnicas estatísticas e a pertinência da técnica selecionada permanece uma prerrogativa da organização. A necessidade de dados quantitativos que pode ser razoavelmente associada com a implementação das seções e subseções da NBR ISO 9001 é identificada em uma tabela. Uma ou mais técnicas estatísticas que poderiam ser um benefício potencial à organização acham-se listadas junto com a necessidade de dados quantitativos identificadas quando apropriadamente aplicadas a tais dados. Importante observar que as técnicas estatísticas podem ser apropriadamente aplicadas aos dados qualitativos se tais dados puderem ser convertidos em quantitativos. Nenhuma técnica estatística é relacionada onde não existir uma necessidade de dados quantitativos imediatamente relacionada com uma seção ou subseção da NBR ISO 9001. As técnicas estatísticas citadas são limitadas àquelas amplamente conhecidas.

Cada uma das técnicas estatísticas relacionadas está descrita sumariamente na seção 4, para ajudar a organização a avaliar a pertinência e o valor das técnicas estatísticas citadas e ajudar a determinar se a organização deveria usá-las ou não em um contexto específico. As seguintes técnicas estatísticas, ou famílias de técnicas, que poderiam auxiliar uma organização a satisfazer suas necessidades, são identificadas na tabela citada: estatística descritiva; projetos de experimentos; ensaios de hipóteses; análise de medições; análise de capacidade do processo; análise de regressão; análise de confiabilidade; amostragem; simulação; gráficos de controle estatístico do processo (CEP); tolerância estatística; análise de séries históricas.

Entre as várias técnicas estatísticas relacionadas, cabe notar que a estatística descritiva (que inclui métodos gráficos) constitui um aspecto importante de muitas dessas técnicas. Os critérios usados na seleção das técnicas relacionadas acima são que estas técnicas sejam bem conhecidas e amplamente utilizadas, e que sua aplicação tenha resultado em benefícios dos usuários.

A escolha da técnica e a maneira de sua aplicação dependerão das circunstâncias e do propósito do exercício, que diferirá caso a caso. Encontra-se em 4.2 a 4.13 uma breve descrição de cada uma das técnicas estatísticas, ou família de técnicas. As descrições procuram auxiliar um leitor comum a avaliar a aplicabilidade e os benefícios potenciais do uso de técnicas estatísticas na implementação dos requisitos de um sistema de gestão da qualidade.

A real aplicação de técnicas estatísticas citadas aqui exigirá mais orientação e conhecimento que os fornecidos nesse relatório técnico. Existe uma grande quantidade de informações sobre técnicas estatísticas disponíveis e ao alcance do público, como livros, revistas, relatórios, manuais de indústrias e outras fontes de informação, que podem auxiliar a organização no uso eficaz de técnicas estatísticas. No entanto, o escopo deste não inclui a citação dessas fontes e, portanto, a pesquisa deste tipo de informações será delegada à iniciativa individual.

Para mais informações clique no link:

ABNT ISO/TR10017 - Guia sobre técnicas estatísticas para ABNT NBR ISO 9001:2000

FONTE: Equipe Target

Baseado nos documentos visitados

Normas recomendadas para você

Sistemas de gestão da qualidade - Requisitos
NBRISO9001 de 12/2000

Sistemas de gestão da qualidade - Requisitos

Gestão da qualidade — Qualidade de uma organização — Orientação para alcançar o sucesso sustentado
NBRISO9004 de 11/2019

Gestão da qualidade — Qualidade de uma organização — Orientação para alcançar o sucesso sustentado

Versão comentada da Norma para Sistemas de gestão da qualidade - Requisitos, com mais de 91 páginas de comentários elaborados pelo engenheiro Eduardo Daniel
NBRISO9001 - COMENTADA de 09/2015

Versão comentada da Norma para Sistemas de gestão da qualidade - Requisitos, com mais de 91 páginas de comentários elaborados pelo engenheiro Eduardo Daniel